.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 6 de Abril de 2018

UM FADO À MINHA PORTA

paularegoserigrafiaorignalofado_thumb.jpg

 

 

UM FADO À MINHA PORTA



Quando um fado vier bater-me à porta

Não lhe peço respostas prá razão

Que faz da voz magoada em que se exorta

Mais do que simplesmente uma canção.



Se a sua silhueta se recorta

Na escada onde se apoia ao corrimão

E vislumbro a guitarra que transporta,

Abro-lhe a porta, não lha fecho, não.



Talvez, por uma tarde, conversemos

De coisas que ninguém tem de saber,

Talvez me contagie e então cantemos



Aquilo que em poema acontecer,

Ou talvez simplesmente ambos sonhemos

Até Morfeu chegar pra nos render.

 



Maria João Brito de Sousa – 06.04.2018 – 11.10h

 



NOTA – Na sequência do soneto “Há Algo no Fado”, da autoria de MEA.





 

tags:
publicado por poetaporkedeusker às 11:51
link do post | "poete" também! | favorito
8 comentários:
De jabeiteslp a 9 de Abril de 2018 às 07:15
Chego atrasado
que uma boa desgarrada
até me agrada...

Beijinhos e um bom e feliz dia
de aqui das Cegonhas que não migram
De poetaporkedeusker a 9 de Abril de 2018 às 09:29
Bom dia, Anjo

Chegas em boa hora. Tenho andado tão cansada que só agordei depois das oito. O Sol devia já ir alto, eu é que o não vi porque o céu voltou a vestir o casaco de Inverno...

Bjinhos, daqui, onde estranhamente não têm vinso poisar gaivotas
De jabeiteslp a 9 de Abril de 2018 às 16:10
há que agasalhar
porque por aqui
Brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
tá mesmo frio com a Neve ali nas arribas.

Boa e feliz noite aconchegada
Beijinhos
De poetaporkedeusker a 9 de Abril de 2018 às 16:39
Pareço uma touxa de roupa, Anjo... mais, já não consigo vestir

Noite feliz
De jabeiteslp a 10 de Abril de 2018 às 08:31
Bom e feliz dia de aqui

Beijinhos
De poetaporkedeusker a 10 de Abril de 2018 às 09:13
Bom e feliz dia para ti também, Anjo!

Bjinhos
De poetazarolho a 9 de Abril de 2018 às 23:37
"Navios e revoluções"

Gabriel, donde surgiu ?
O navio ? Ninguém sabe !
Mas dissera quem o viu
Mais parecia uma nave

Com suas velas ao vento
Surgira da fina espuma
Foi a força do momento
Que no-lo ofereceu em suma

E é da força do artista
Que nasce a revolução
Ontem, hoje ou agora

Pois mesmo qu’ele desista
A ideia em contramão
Verá chegar sua hora.
De poetaporkedeusker a 10 de Abril de 2018 às 09:34
Venham, então, mais navios!
Remadores, não faltarão
E o mar de todos os rios
Anseia a revolução

Pois já todos os gentios
Sobem à embarcação,
Embora escorregadios
Os passos da solução.

Artista-trabalhador
Vai ao leme e é remador
Da barca em que enfrenta o mar

E nunca houve Adamastor,
Tempestade, frio, calor,
Que não soubesse enfrentar!

Maria João

Bom dia, Poeta! Bem-vindo a bordo deste chuvoso dia de Abril!

Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

.posts recentes

. QUASE, QUASE, QUASE...

. A TODOS OS CRAVOS DE ABRI...

. O FEITIÇO DA ÁGUA

. "IMAGINE"

. SOB ATAQUE (14.04.2014)

. PERMANÊNCIAS

. FADO CHOVIDO

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Pai

. À luz da lua

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

.FÁBRICA DE HISTÓRIAS

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds