Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

poetaporkedeusker

poetaporkedeusker

UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
28
Out16

BALADA PARA UM VELHO CEDRO

Maria João Brito de Sousa

cedros.jpg

 

BALADA PARA UM VELHO CEDRO

 

Eu sonho um cedro que me embale o sono;

Subitamente o sonho -imenso, austero... -

Ver, da janela de onde sempre o espero,

Rasgando o solo e, como eu sou, sem dono...



Um cedro que adoçasse este abandono,

Que não vergasse, sólido, sincero,

Que me escutasse sempre que me esmero

Em descrevê-lo, enquanto assim ficciono...



Somo silêncios sobre o velho cedro,

Mas se me sobra sonho, o cedro vem,

Subindo sempre, se o sonhei sem medo,



E, deste sonho, surgem-me outros cem,

Como se eu própria ousasse ser segredo

Da sementeira que lhes fez de mãe...





Maria João Brito de Sousa - 27.10.2016 - 16.19h







 

08
Jan14

SONETO A UM NOVO/ANTIGO SONHO

Maria João Brito de Sousa

 

(Em decassílabo heróico)

 


Eu trago um sonho antigo, omnipresente,
Como um grito vermelho no meu peito
Erguido contra a voz, que nunca aceito,
De quem a torna infame ou prepotente!

Mais alto elevo o sonho transparente,
Mais longe o levo intacto e sem defeito,
E é com el` que partilho o duro leito
Que cabe a quem não sonha impunemente.

Razões? Há tantas mil pr`a tê-lo aceso
E tantas mais crescendo, a dar-lhes peso,
Se ousamos ver a crua realidade

De quem já descobriu, mesmo indefeso,
Que um sonho, se for livre, é morto ou preso
Tão só porque evocava a liberdade!

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 04.01.2014 – 18.16h

 

Reprodução de uma tela de Júlio (nome artístico de Júlio dos Reis Pereira, irmão de José Régio)

09
Fev09

POETA PORQUE DEUS QUER (Lançamento online)

Maria João Brito de Sousa

Foi hoje lançado online o Poeta Porque Deus Quer em suporte de papel, com um prefácio de Eva (http://escritosdeeva.blogs.sapo.pt/)

 

As encomendas poderão ser feitas em   

http://autores-editora.blogs.sapo.pt/

 

À Eva, à Helena e a todos os meus amigos que, de alguma forma, contribuíram para que este sonho se concretizasse, o meu muito, muito obrigada!

 

E porque um lançamento online não invalida que se estenda a mão a alguém que necessita de uma palavra de conforto (muito pelo contrário!), aqui fica a tal "portinha aberta" para quem também precisa de nós

 

http://free-stile.blogs.sapo.pt/

 

26
Jan09

UM POST DIFERENTE... O POETA NO PRELO!

Maria João Brito de Sousa
poetaonline
Peço, desde já, desculpa a todos os que ainda não avisei e a todos os que, respondendo a comentários, acabei por avisar mais do que uma vez...
Não, não está "ainda" à venda, mas já está no prelo e já se aceitam encomendas. Aonde?
 
 
Se me sinto feliz?
Ah, sinto pois! Feliz, orgulhosa e grata a todos os que tornaram possível este meu sonho de ter um livro escrito por mim. Porque as árvores já eu plantei e os filhos já eu pus no mundo...
Não sei ainda quando haverá apresentação da obra, mas não podia deixar de partilhar convosco esta minha felicidade!
Obrigada!
 
 
AVISO - Hoje no http://premiosemedalhas.blogs.sapo.pt/  há um desafio "pecaminoso" à espera de alguns de vocês. Se quiserem e puderem, façam o favor de dar um pulinho até lá...
 
31
Out08

DAS FUNÇÕES DO SONHO

Maria João Brito de Sousa

 

No meu posto. Estou sempre no meu posto!

Só devo abrir a porta a quem bem quero,

Mas vou-a sempre abrindo e já nem espero

Ouvir-te a voz, ou divisar-te um rosto...

 

Estou no meu posto. É este o meu lugar!

Quem me adivinha a dor de ser feliz?

De sonhos me alimento e da matriz

Das mil e uma formas de os sonhar,

 

Porque o sonho é subtil como os conceitos;

Ensina a (pre)sentir, a acreditar,

Germina tal e qual como a semente

 

E ao descer sobre ti, tem mil direitos,

Mas também o dever de te acordar

De quanto te adormeça inutilmente.

 

 

 

Maria João Brito de Sousa - 13.10.2008 - 17.28h

Almada Negreiros - A sesta.jpg

 

 

 

Imagem - " A Sesta" - Almada Negreiros

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em livro

Links

O MEU SEBO LITERÁRIO - Portal CEN

OS MEUS OUTROS BLOGS

SONETÁRIO

OUTROS POETAS

AVSPE

OUTROS POETAS II

AJUDAR O FÁBIO

OUTROS POETAS III

GALERIA DE TELAS

QUINTA DO SOL

COISAS DOCES...

AO SERVIÇO DA PAZ E DA ÉTICA, PELO PLANETA

ANIMAL

PRENDINHAS

EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE POETAS

ESCULTURA

CENTRO PAROQUIAL

NOVA ÁGUIA

CENTRO SOCIAL PAROQUIAL

SABER +

CEM PALAVRAS

TEOLOGIZAR

TEATRO

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

FÁBRICA DE HISTÓRIAS

Autores Editora

A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!