Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

poetaporkedeusker

poetaporkedeusker

UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
27
Set16

GLOSANDO A POETISA MARIA ROSA REDONDO II

Maria João Brito de Sousa

Paula Rego - O Bailado das Avestruzes.jpg

PALAVRAS DE RANCOR


Tuas palavras ditas com rancor
que meus ouvidos escutaram tristemente
demonstram bem, a ilusão daquele amor
que em tempos, eu pensei ... em ti presente!

Tanta ânsia por te querer com tal fervor
não percebi que tu mentias inclemente
então eu fui vivendo ao sabor
duma paixão que me vencia cegamente.

Por essas peripécias que inventaste
um filme que tão bem representaste
por ti o que hoje sinto, já nem sei .

deste ao meu viver, tanta amargura,
senti-me quase á beira da loucura
numa pessoa diferente, me tornei .


28/08/2012
Rosa Redondo

PALAVRAS, PALAVRAS, PALAVRAS...

"Tuas palavras ditas com rancor"
Não tiveram, em mim, qualquer efeito;
Cresci, não quero ter amo ou senhor,
Nem quero mais ninguém sobre o meu leito!

"Tanta ânsia por te querer com tal fervor"
E tanto sonho inútil no meu peito,
No tempo em que quis crer que o teu amor
Seria, dentre os mais, mais que perfeito...

"Por essas peripécias que inventaste",
Nem por um só segundo me magoaste;
Mais forte me tornaste... e combativa,

(Pois) "Deste ao meu viver tanta amargura",
Que só longe de ti soube haver cura
Pr`a quem se veja assim, muda e cativa...


Maria João Brito de Sousa - 26.09.2016 -13.14h



Tela de Paula Rego "A Dança das Avestruzes"

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em livro

Links

O MEU SEBO LITERÁRIO - Portal CEN

OS MEUS OUTROS BLOGS

SONETÁRIO

OUTROS POETAS

AVSPE

OUTROS POETAS II

AJUDAR O FÁBIO

OUTROS POETAS III

GALERIA DE TELAS

QUINTA DO SOL

COISAS DOCES...

AO SERVIÇO DA PAZ E DA ÉTICA, PELO PLANETA

ANIMAL

PRENDINHAS

EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE POETAS

ESCULTURA

CENTRO PAROQUIAL

NOVA ÁGUIA

CENTRO SOCIAL PAROQUIAL

SABER +

CEM PALAVRAS

TEOLOGIZAR

TEATRO

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

FÁBRICA DE HISTÓRIAS

Autores Editora

A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!