Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

poetaporkedeusker

poetaporkedeusker

UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
25
Jan17

CONVERSANDO COM MARIA DA ENCARNAÇÃO ALEXANDRE XI

Maria João Brito de Sousa

quarto poder.jpg

 



JORNAIS....

 

 

Folhas! Um maço delas, cor da neve!

Pouco a pouco elas vão ficando escuras

Com as letras pintadas duma greve,

Das guerras ou até legislaturas

 

 

Em letras garrafais ali se escreve

Para que se façam rápidas leituras.

Em pormenor também lá se descreve

Impressas as imagens de amarguras

 

 

Nessas folhas há tanta informação

Palavras escritas cheias de emoção

De análise, censura, sentimento

 

 

Serão por vezes falsas, outras reais

Há, porém, nas palavras dos jornais

Um excessivo poder, algo sedento

 

 

MEA

23/01/2017





O QUARTO PODER





Não fora a mão que o doma a dos burgueses

E os ricos quem lhe paga os ordenados,

Seria, o Poder Quarto, as mais das vezes,

A voz dos povos livres, revoltados,



Mas pelas leis do lucro, quer "fregueses"

E explode em escandaleiras, dando brados,

Contradizendo, alguns dos que mais prezes,

Outros, bem menos lidos e comprados.



Quer saibamos, quer não, tem o poder

De moldar-nos conforme convier

Às ambições do grande capital



E, pr`a fazer de nós quanto quiser,

Basta-lhe, estando atento, obedecer

A quem proclame o bem, fazendo o mal...





Maria João Brito de Sousa - 25.01.2017 - 12.00h

 

 

 

NOTA - Com o meu pedido de desculpas a todos os bons jornalistas que vão resistindo por esse mundo fora...

 

 Imagem retirada do Google

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em livro

Links

O MEU SEBO LITERÁRIO - Portal CEN

OS MEUS OUTROS BLOGS

SONETÁRIO

OUTROS POETAS

AVSPE

OUTROS POETAS II

AJUDAR O FÁBIO

OUTROS POETAS III

GALERIA DE TELAS

QUINTA DO SOL

COISAS DOCES...

AO SERVIÇO DA PAZ E DA ÉTICA, PELO PLANETA

ANIMAL

PRENDINHAS

EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE POETAS

ESCULTURA

CENTRO PAROQUIAL

NOVA ÁGUIA

CENTRO SOCIAL PAROQUIAL

SABER +

CEM PALAVRAS

TEOLOGIZAR

TEATRO

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

FÁBRICA DE HISTÓRIAS

Autores Editora

A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!