Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

poetaporkedeusker

poetaporkedeusker

UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
21
Dez17

CONVERSANDO COM CARMO VASCONCELOS

Maria João Brito de Sousa

DE TOMBO EM TOMBO....jpg

 

 

MEU LUGAR



Carmo Vasconcelos



O meu lugar cativo está no Além,

que este daqui, por marco provisório,

tem seu tempo marcado, transitório,

é morada perpétua de ninguém.



Estamos de passagem, mas porém,

não é caminho vão, de todo inglório,

pois se revela p'ra alma sanatório

de erros passados - carma que detém.



Na breve estada cabe-nos saldar

o "deve" e "haver" de vidas mal vividas

na displicência própria dos infantes;



sair da senda dos ignorantes,

crescer na luz das chances concedidas,

p'ra ganharmos, enfim, "nosso lugar".



Carmo Vasconcelos



DE TOMBO EM TOMBO ATÉ SE DESFAZER



Seja Depois o meu lugar cativo,

que no Tempo o concebo e não no Espaço

onde inteira me entrego ao tempo escasso

de amigos e poetas com quem privo.



Também estou de passagem... se hoje vivo,

nunca sei se amanhã se solta o laço,

mas enquanto te encontro, a ti me abraço,

poema que me tentas, louco e esquivo...



No “deve” e no “haver”, fico a perder;

devo mais do que dou, dando-me inteira

de corpo e alma e mais do que o possível,



Mas foi-me agreste a sorte que, insensível,

transmutou rocha em seixo de ribeira

que tomba e rola até se desfazer...





Maria João Brito de Sousa – 29.12.2017 – 11.10h

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em livro

Links

O MEU SEBO LITERÁRIO - Portal CEN

OS MEUS OUTROS BLOGS

SONETÁRIO

OUTROS POETAS

AVSPE

OUTROS POETAS II

AJUDAR O FÁBIO

OUTROS POETAS III

GALERIA DE TELAS

QUINTA DO SOL

COISAS DOCES...

AO SERVIÇO DA PAZ E DA ÉTICA, PELO PLANETA

ANIMAL

PRENDINHAS

EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE POETAS

ESCULTURA

CENTRO PAROQUIAL

NOVA ÁGUIA

CENTRO SOCIAL PAROQUIAL

SABER +

CEM PALAVRAS

TEOLOGIZAR

TEATRO

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

FÁBRICA DE HISTÓRIAS

Autores Editora

A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!