.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 15 de Março de 2018

COM ALMA

 

MEA - 2017.jpeg

Eu, 2015.jpg

 

Não sei explicar-te quão feliz me faz

ver-te florindo em verso, ó produtora

do instante em que a “poiesis” se demora

para firmar raiz num chão capaz,



Mas trazes-me alegria e dás-me a paz

que te transmuta em linha condutora

deste (re)verso que ao meu gesto aflora

ainda que, hoje, frágil e fugaz...



Nasce, cresce e subsiste esta empatia

mútua e fecunda, toda melodia

e força e gesto e fruto da amizade



Que tão espontaneamente cresceria

entre nós duas, rumo à Poesia

que a ambas nos comanda e nos invade.





Maria João Brito de Sousa – 15.03.2018 – 14.44h

À MEA, na sequência da leitura do seu livro “Desafios Com Alma”, Euedito - 2018

 

 

tags:
publicado por poetaporkedeusker às 15:44
link do post | "poete" também! | favorito
2 comentários:
De jabeiteslp a 16 de Março de 2018 às 09:14
Belezas a bordo
para um bom e grande fim de Semana...

Beijinhos de aqui
e boa saúde desejo eu..
De poetaporkedeusker a 16 de Março de 2018 às 09:19
Obrigada, Anjo.

Que tenhas um excelente fim-de-semana!

Bjinhos

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

.posts recentes

. QUASE, QUASE, QUASE...

. A TODOS OS CRAVOS DE ABRI...

. O FEITIÇO DA ÁGUA

. "IMAGINE"

. SOB ATAQUE (14.04.2014)

. PERMANÊNCIAS

. FADO CHOVIDO

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Pai

. À luz da lua

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

.FÁBRICA DE HISTÓRIAS

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds