.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 26 de Outubro de 2011

O LEITO DE UM RIO POR DENTRO DAS HORAS

É por dentro das horas que desfio

O rosário das queixas que não faço

Que esta fome de sol, que por cá passo,

Me mina de incerteza. E faz-me frio.

 

O abismo que se cava em cada rio

Que rompe a terra mãe no seu abraço,

Traz, no seu leito fundo, o puro traço

De quem, deixando-se ir, não desistiu,

 

Cada vez mais se entranha pelas horas

Que voam renegando as mil demoras

Que um ciclo natural sempre despreza

 

E se esse rio souber que o sonho existe,

Conquista o seu direito a morrer triste,

Desvenda outra insuspeita natureza...

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 26.10.2011 - 15.20h

 

Reformulado a 2.11.2015

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 16:20
link do post | "poete" também! | favorito
38 comentários:
De poetazarolho a 26 de Outubro de 2011 às 20:32
“Destino fatal”

Nosso destino é errante
Não está ainda decidido
Ouvi a um governante
De sorriso amarelecido

Só austeridade promete
Para com a crise acabar
Vamos viver da caridade
Haja quem queira ajudar

Ajudem-nos lá por favor
Somos um pequeno país
E que está muito doente

Cumpriremos com rigor
Medidas que alguém quis
Nem que morra toda a gente.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2011 às 21:38
Só uma coisa separa
Portugal de um desgraça;
A força que se prepara
Pr`a deter esta ameaça!

Mas a luta vai ser dura,
Tão dura como era dantes,
No tempo em que a ditadura
Nos levava os militantes!

Estamos todos preparados
Para, seguindo adiante,
Sermos a "muralha de aço",

E, não sendo cuidados,
Todos diremos; "Avante!
Junta o teu ao meu abraço!"


Abraço grande, Poeta! :)

De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2011 às 21:50
Só uma coisa separa
Portugal de uma desgraça;
A força que se prepara
Pr`a deter esta ameaça!

Mas a luta vai ser dura,
Tão dura como era dantes,
No tempo em que a ditadura
Nos levava os militantes!

Estamos todos preparados
Para, seguindo adiante,
Sermos a "muralha de aço",

E, não sendo descuidados,
Todos diremos; "Avante!
Junta o teu ao meu abraço!"


Abraço grande, Poeta! :)

Vou ver se agora é que vai... emendei as duas gralhas...

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

.posts recentes

. QUASE, QUASE, QUASE...

. A TODOS OS CRAVOS DE ABRI...

. O FEITIÇO DA ÁGUA

. "IMAGINE"

. SOB ATAQUE (14.04.2014)

. PERMANÊNCIAS

. FADO CHOVIDO

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Pai

. À luz da lua

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

.FÁBRICA DE HISTÓRIAS

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds