Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

poetaporkedeusker

poetaporkedeusker

UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) , autora no Portal CEN, e membro da Associação Desenhando Sonhos, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
19
Out09

TRÊS SONETOS DA SALA DE ESPERA DO HEM

Maria João Brito de Sousa

 

A CONSULTA HOSPITALAR I

 

É neste espaço amorfo em que, sentada,

Aguardo uma consulta que me espera

Que a doença piora... quem me dera

Não ter doença alguma, não ter nada!

 

Aqui fico pior! Muito pior

Do que o mal que já estava antes de vir

Porque nada me impede de sentir,

Cada vez mais intensa a minha dor!

 

A esmola que pedi - porque eu pedi

Dinheiro pr`a me fazer transportar -

Faz-me peso demais, torna-me inútil...

 

Quem me dera poder não estar aqui!

Tão só pudesse eu, já, daqui voar,

Ir fazer qualquer coisa menos fútil!

 

II

 

Nesta infinita espera, quantas horas

Se passam num crescendo de impaciência...

Afinal eu sei bem que nem a ciência

Pode justificar-me estas demoras...

 

Para quê tanto vai-vem se não há cura

Para um cansaço tão insidioso?

Se o mal que aqui me traz é tão p`rigoso

E a vida que me espera pouco dura...

 

Nesta infinita espera em que adoeço

Um pouco mais e mais cada segundo,

Em que gasto os tostões que nunca tenho,

 

É segundo a segundo que eu me meço

No quase desespero em que me afundo

De cada vez que cedo e que aqui venho...

 

III

 

Oiço, por fim, chamar pelo meu nome!

Levanto-me num pulo, exulto, corro!

Não será desta vez que eu aqui morro

Não sei se da doença ou se de fome...

 

Boa tarde, doutor! Melhor estaria

Se não fossem as horas que esperei

E os muitos, muitos euros que gastei

Para vir à consulta neste dia...

 

O médico é simpático e prestável,

Também se ri de mim, o "jogo" pega

E a consulta decorre entre sorrisos...

 

Que raio de doença tão instável!

Que estúpidas partidas ela prega!

Exames - muitos mais! - serão precisos...

 

 

A brincar, a brincar...

 

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em livro

DICIONÁRIO DE RIMAS

DICIONÁRIO DE RIMAS

Links

O MEU SEBO LITERÁRIO - Portal CEN

OS MEUS OUTROS BLOGS

SONETÁRIO

OUTROS POETAS

AVSPE

OUTROS POETAS II

AJUDAR O FÁBIO

OUTROS POETAS III

GALERIA DE TELAS

QUINTA DO SOL

COISAS DOCES...

AO SERVIÇO DA PAZ E DA ÉTICA, PELO PLANETA

ANIMAL

PRENDINHAS

EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE POETAS

ESCULTURA

CENTRO PAROQUIAL

NOVA ÁGUIA

CENTRO SOCIAL PAROQUIAL

SABER +

CEM PALAVRAS

TEOLOGIZAR

TEATRO

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

FÁBRICA DE HISTÓRIAS

Autores Editora

A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!