.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Domingo, 22 de Abril de 2018

QUASE, QUASE, QUASE...

Abril, Abril.jpeg

 

Quase, quase, quase... que ninguém se atrase

Na primeira fase desta caminhada,

Porque é longa a estrada, fica longe a base

E, caso se arrase, não serve pra nada.



Quase na chegada, quase, quase, quase,

No perfeito envase da planta regada,

Força nessa enxada, que ninguém se atrase,

Que está mesmo quase, a nossa empreitada



E, neste momento, está quase cumprida

Esta nova vida que se solta ao vento

E inda sobra alento, depois da corrida!



Porque repartida, tu tentas e eu tento;

Pra quem for mais lento sempre houve saída!

Vivam sempre a vida, cumpram-se em talento!



Maria João Brito de Sousa – 22.04.2018 – 10.28h



À MEA e a todos os poetas. Aos sonetistas. A Abril. À VIDA. Escrito a correr porque estou de saída. Peço desculpa pelos eventuais erros métricos, sintáticos e/ou morfológicos.

 

publicado por poetaporkedeusker às 10:42
link do post | "poete" também! | ver poetices (4) | favorito (1)
Sábado, 21 de Abril de 2018

A TODOS OS CRAVOS DE ...

Quase a vinte e dois, espero o vinte e cinco. Espero com afinco que venha depois. Quanto mais me dóis, menos rio, mas...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 13:15
link do post | "poete" também! | ver poetices (6) | favorito
Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

O FEITIÇO DA ÁGUA

O FEITIÇO DA ÁGUA Cobriste-me de dogmas e de ideias, Ingénuas, umas, outras, consistentes. Conheces as razões p...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 15:16
link do post | "poete" também! | ver poetices (8) | favorito
Segunda-feira, 16 de Abril de 2018

"IMAGINE"

Imagine-se a dor da companheira, Da mãe que o concebeu, da sua irmã, A angústia da família, toda inteira, Que foi vê-...

Ler artigo
tags:
publicado por poetaporkedeusker às 13:20
link do post | "poete" também! | ver poetices (13) | favorito
Sábado, 14 de Abril de 2018

SOB ATAQUE (14.04.201...

Um míssil corta o ar. Como sorrir? Como saudar o sol num dia assim, Como parar para pensar em mim, Como saber se va...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 13:09
link do post | "poete" também! | ver poetices (6) | favorito
Sexta-feira, 13 de Abril de 2018

PERMANÊNCIAS

Atrás das pegadas, sigo passo a passo, Negando o cansaço, sem horas marcadas, Nem rotas pensadas, pisando o sargaço, ...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 20:43
link do post | "poete" também! | ver poetices (2) | favorito
Quinta-feira, 12 de Abril de 2018

FADO CHOVIDO

FADO CHOVIDO Quando a Chuva me leu, fez-se uma aberta, Deixou que o Sol sorrisse por instantes E aqui estou eu, tão...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 18:21
link do post | "poete" também! | ver poetices (8) | favorito
Quarta-feira, 11 de Abril de 2018

ASSIM QUE ME (IN)CONC...

Num segundo construo e desconstruo, noutro, revejo a coisa construída à custa de um suor que já nem suo, de mim, s...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 09:32
link do post | "poete" também! | ver poetices (6) | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2018

NAQUELA NOITE

Naquela noite, toda a noite riste. Eu, mera narradora do que observo, Observava-te inteiro, nervo a nervo, Curiosa, i...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 11:27
link do post | "poete" também! | ver poetices (8) | favorito
Sexta-feira, 6 de Abril de 2018

UM FADO À MINHA PORTA

UM FADO À MINHA PORTA Quando um fado vier bater-me à porta Não lhe peço respostas prá razão Que faz da voz magoada...

Ler artigo
tags:
publicado por poetaporkedeusker às 11:51
link do post | "poete" também! | ver poetices (8) | favorito
Quarta-feira, 4 de Abril de 2018

SAUDAÇÃO MATINAL ÀS Á...

SAUDAÇÃO MATINAL ÀS ÁRVORES CAÍDAS Bom dia, ó belas árvores vencidas Pla nudez dos canteiros da alameda. Bom di...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 11:25
link do post | "poete" também! | ver poetices (8) | favorito
Sexta-feira, 30 de Março de 2018

BOA PÁSCOA - 2018

BOA PÁSCOA (2018) Faz vento, morde o frio e ruge o mar, Mas é já tempo da renovação Que Ostera nunca deixa de engen...

Ler artigo
tags: ,
publicado por poetaporkedeusker às 09:40
link do post | "poete" também! | ver poetices (12) | favorito
Quinta-feira, 29 de Março de 2018

O MEU GASTO TAPETE DE...

Aposto a minha vida, a minha morte E até a lira desta minha musa Na vontade do Homem que recusa Obedecer calado à p...

Ler artigo
publicado por poetaporkedeusker às 15:09
link do post | "poete" também! | ver poetices (6) | favorito

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

.posts recentes

. QUASE, QUASE, QUASE...

. A TODOS OS CRAVOS DE ABRI...

. O FEITIÇO DA ÁGUA

. "IMAGINE"

. SOB ATAQUE (14.04.2014)

. PERMANÊNCIAS

. FADO CHOVIDO

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. Pai

. À luz da lua

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

.FÁBRICA DE HISTÓRIAS

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds