.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2016

GLOSANDO O POETA VÍTOR CASTANHEIRA

francesco_petrarca_00021_laura_incorona_petrarca.j

 

"Quanto mais perto estou do dia extremo

Que o sofrimento humano torna breve,

Mais vejo o tempo andar veloz e leve

E o que dele esperar falaz e menos."



PETRARCA



Quanto mais perto estou do dia extremo

Sei que esse dia vai mesmo chegar

Sei também que não mais irei voltar

E só pensando nisso sinto o demo

 

Que o sofrimento humano torna breve

E ninguém pode o mesmo controlar

Seu código ao ser lido vai ficar

Engrossado de um jeito como a neve

 

Mais vejo o tempo andar veloz e leve

Sempre em trilhos da vida sem ter jeito

Quanto mais que se esforça e se transcreve

 

E o que dele esperar falaz e menos

Não há método nem mesmo preceito

A mais nos nossos dias tão pequenos.

 

 

ARIEH  NATSAC






QUANTO MAIS PERTO...


"Quanto mais perto estou do dia extremo",

Mais eu me prendo à pena que o descreve,

Mais dela espero o vôo que me eleve,

Mais me esqueço da morte que não temo,



"Que o sofrimento humano torna breve",

Por ser fugaz e breve o sopro ameno

Da nossa curta vida, e bem supremo

Este dom de o cantar, pr`a quem se atreve...





"Mais vejo o tempo andar veloz e leve",

Quanto mais, por cabelos, tenho neve,

E, ao corpo, mo corrompem mil venenos



"E o que dele esperar falaz e menos(.)"

Será, talvez, bem pouco... mas não deve

Firmar-se em Vida, quem já morta esteve?



Maria João Brito de Sousa - 14.09.2016 - 12.10h

 

publicado por poetaporkedeusker às 21:20
link do post | "poete" também! | favorito
|
6 comentários:
De poetazarolho a 14 de Outubro de 2016 às 23:56
“Dylan or not dylan”

Literatura está em choque
Com o Nobel atribuído
A canção foi a reboque
Do verso mais distinguido

O autor pois mais que toque
Não será bem compreendido
Pelo grupo que invoque
Este mundo está perdido

Mas este mundo evolui
Sente ventos de mudança
Que não sabemos explicar

Só um prémio assim contribui
P’ra que fique na lembrança
Os tempos estão a mudar.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 15 de Outubro de 2016 às 09:11
Dylan, mas pela excelente poesia e pelo humanismo!

Desta vez, subscrevo já
O que acaba de escrever!
Contudo, outras razões há
Para Bob o merecer;

Ser poeta bastar-lhe-á
Para um Nobel merecer,
Não pelas razões que dá
O júri que o foi escolher...

"Tradição americana"?
Que razão tão parcial!
A mim, já ninguém me engana

Pois, na confusão geral,
Cá por dentro a razão clama;
Por que não de Portugal?

Maria João


Cá vai, poeta, com o abraço de sempre!!!

De Demasiado tímido a 15 de Outubro de 2016 às 21:56
Tais glosas as vejo como uma obra de arte tão solene e difícil de produzir quanto a obra-mãe. Maria João tem-se mostrado exímia numa e noutra.
Parabéns, minha mestra dos decassílabos heroicos!
De poetaporkedeusker a 15 de Outubro de 2016 às 22:15
... nunca pretendi ser mestra, mas confesso que fico muito, mas mesmo muito feliz por ter contribuído, por pouco que seja, para que alguém tenha aperfeiçoado os seus decassílabos heróicos...

Muito obrigada!
De Adilio Belmonte a 15 de Outubro de 2016 às 21:59
Desculpe, amiga! Sem timidez, o comentário anterior é de minha autoria.
De poetaporkedeusker a 15 de Outubro de 2016 às 22:23
Ahhh! Eu é que peço desculpa, poeta Adílio Belmonte, mas fui eu quem, há já muitos anos, configurou a palavra "anónimo" para aparecer como "demasiado tímido"...

Mais uma vez lhe agradeço do fundo do coração por me fazer saber que todos estes longos anos de trabalho não foram vãos e que pude contribuir para entusiasmar alguém ao ponto do aperfeiçoamento do decaasílabo heróico. Acredite que estou mesmo muito feliz!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

. DEPOIS DA MARÉ-CHEIA...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. RUGA A RUGA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds