.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Terça-feira, 13 de Setembro de 2016

GLOSANDO O POETA JOÃO DA PALMA

001_Colares.jpg

 

A SOLIDÃO, ÀS VEZES

 

 

Adoro muita vez a solidão

Aonde a paz também nos acontece…

Detesto embrulhar-me na multidão…

Confusa onde ninguém se conhece

 

 

Adorava de alma e coração

Ter mais tranquilidade, se pudesse!

E ver valer a calma e a razão

Num clima de harmonia que eu vivesse!

 

 

É lindo este bem-estar e distrair

Embora tanta vez sem conseguir

Neste mundo tão falso e poluente

 

 

Oh! Quem me dera um dia me acercar…

Dum espaço mais sadio… e lá morar!

Onde a paz se desenhe alegremente!

 

 

João da Palma

 

 

A MINHA SOLIDÃO...

 

"Adoro muita vez a solidão"

Pois só nela me abraça a poesia

E só dela me nasce esta pulsão

Que em forma de poema se anuncia...

 

"Adorava de alma e coração"

Viver dessa pulsão no dia a dia,

Mas a pobreza extrema contraria

A minha mais sublime aspiração...

 

"É lindo este bem-estar e distrair",

Dos versos e das rimas a fluir

Das teclas às palavras, se estou só...

 

"Oh! Quem me dera um dia me acercar(...)"

De espanto que crescesse sem parar,

Estando eu desfeita e quase feita em pó...

 

 

Maria João Brito de Sousa - 18.07.2016 - 12.44h

 

publicado por poetaporkedeusker às 11:40
link do post | "poete" também! | favorito
|
4 comentários:
De fashion a 13 de Setembro de 2016 às 21:19
Muito, Muito bom!!!
De poetaporkedeusker a 14 de Setembro de 2016 às 10:00
Obrigada, Fashion!
De Rogério Pereira a 13 de Setembro de 2016 às 22:17
E se eu te contrariasse
o poema e essa rima
e afirmasse que és rica

pobreza
é não ter nada para dar


De poetaporkedeusker a 14 de Setembro de 2016 às 09:48
... se contrariasses, Rogério, eu dir-te-ia que penso e sinto da mesma forma que tu, embora haja momentos de maior aflição em que as dívidas pesam muito mais - e de que maneira... - no prato da balança...

Obrigada por pensares em contrariar estas rimas...

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SEGUINDO UM DESAFIO DO PO...

. SEM GARANTIAS

. CONVERSANDO COM ALDA PERE...

. DEUSES SOMOS NÓS!

. NATAIS DOS TEMPOS IDOS...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds