.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

GLOSANDO O POETA CARLOS FRAGATA IV

digitalizar0001.png

 

FINALMENTE

 

Olho a foto, revejo aquele rosto

Pejado de certezas e de planos,

Confiante nos seus dezoito anos,

Sem uma ruga ou marca de desgosto...

 

Agradando a gregos e troianos,

Bem com a vida, sempre bem disposto

Mas, diferente do que era suposto,

Seus feitos foram sempre medianos.

 

Tem já quarenta anos, essa imagem...

Uma vida passou e só agora

Cheguei ao melhor porto da viagem.

 

Felicidade, chegaste na hora

Em que estava perdendo a coragem

De amar alguém, tal como amo agora!!

 

Carlos Fragata

 

 

DE PASSAGEM...

 

"Olho a foto, revejo aquele rosto"

De traços tão perfeitamente humanos

Que ainda que passassem muitos anos

Jamais se disporia a ser deposto...

 

"Agradando a gregos e troianos"

Nunca ninguém a vira e, como Agosto,

Toda era força e garra e chama e mosto,

E, se mistério tinha, era o de arcanos...

 

"Tem já quarenta anos, essa imagem..."

Ao fim de tanto tempo, inda não chora

Sempre que a vida a açoita... e tem coragem!

 

"Felicidade, chegaste na hora"

De lhe tocar um pouco... e de passagem,

Que é tempo, é quase tempo de ir-se embora...

 

 

 

Maria João Brito de Sousa - 29.09.2016 - 20.21h

 

publicado por poetaporkedeusker às 11:17
link do post | "poete" também! | favorito
|
4 comentários:
De poetazarolho a 30 de Setembro de 2016 às 23:06
Chá satisfeito.
De poetaporkedeusker a 30 de Setembro de 2016 às 23:28
Vou ver o Chá, Poeta!
De poetazarolho a 30 de Setembro de 2016 às 23:39
“Parqueados”

O parque é dos poetas
Esculpidos em cantaria
Por lá passam os atletas
Mas não escutam a poesia

Em tempos houve profetas
Mas esgotaram a profecia
As mentes andam repletas
Com tralha do dia a dia

E no parque permanecem
Com a alma empedernida
Estes os vultos de outrora

Todos eles se entristecem
Por ver-nos assim sem vida
No parque em que estamos agora.
De poetaporkedeusker a 1 de Outubro de 2016 às 10:16
Se não escuta, o nobre atleta
Quando passa de corrida,
Também o pétreo poeta
O não vê, por não ter vida...

Ainda não estou esquecida,
Mas sei como ser discreta
E não estou desprevenida
Quanto às versões de um profeta;

Sei que esses vultos de outrora
Muito, muito se esforçaram
Pr`a que os poetas de agora

Soubessem por que lutaram
Antes de se irem embora;
Essas pedras mo lembraram...

Maria João

Que tenha sido boa, a visita ao Parque dos Poetas, Poeta!
Abraço grande!


Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds