.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 18 de Maio de 2017

GLOSANDO MARIA DA ENCARNAÇÃO ALEXANDRE XLIV

sonhos-e-planos.jpg

 

QUANDO A NOITE CHEGA

 

Serenamente a noite chega e traz

Um bailado com fitas de luar

Num brando musical que se perfaz

Nos sonhos que se formam num olhar

 

Se uma sombra dançante, satisfaz 

Fantasias que crescem no lugar

Onde o som do silêncio é capaz

De num abraço quente vir beijar

 

Os lábios que trauteiam as canções

Ao ritmo do bater dos corações

Quando sonho visita o pensamento

 

E junto com as estrelas e o luar

Há um conjugar perfeito um embalar

Que leva a viajar plo firmamento 

 

 

MEA

9/05/2017

 

 

FINITUDES

 

“Serenamente a noite chega e traz”

Um pouco de descanso ao torturado

Corpo que já não busca senão paz,

Quando da própria paz se vê privado.

 

“Se uma sombra dançante o satisfaz”

E devaneia um tanto alucinado,

Será só porque a dor não foi capaz

De lhe apagar um sonho antes sonhado.

 

“Os lábios que trauteiam as canções”,

Cerram-se agora em estranhas contorções,

Que a dor que quer esquecer não foi vencida

 

“E junto com as estrelas e o luar”,

Está a dor, sempre pronta pr`a lembrar

Que os sonhos também morrem, como a vida.

 

 

Maria João Brito de Sousa – 18.05.2017 – 10.08h

tags: , ,
publicado por poetaporkedeusker às 10:18
link do post | "poete" também! | favorito
|
12 comentários:
De fashion a 18 de Maio de 2017 às 14:54
Os sonhos são maiores que o corpo. Lindo!
De poetaporkedeusker a 18 de Maio de 2017 às 15:13
Hoje foram, Fashion, hoje foram... mas depois destas "tecladelas" todas, tive de me ir deitar. Fiquei cheia de dores nos músculos dos ante-braços...

Outro beijinho e festinha.
De fashion a 18 de Maio de 2017 às 15:35
As melhoras!!
De poetaporkedeusker a 18 de Maio de 2017 às 16:23
Obrigada, Fashion!

Desde muito jovem, tenho tido graves problemas de saúde, mas confesso que agora são muito, muito mais difíceis de ultrapassar... e muito mais próximos uns dos outros...
De poetazarolho a 18 de Maio de 2017 às 22:49
O meu envergonhado conto minúsculo

( Da irmã ) de Zé da Ponte

De poetaporkedeusker a 19 de Maio de 2017 às 20:02
Peço desculpa, Poeta. Não sei como isto aconteceu, mas só agora descubro esta sua referência ao conto que vou já ler.
De poetazarolho a 18 de Maio de 2017 às 23:46
“Vendilhões”

Mentira melhor que verdade
Na qual podes acreditar
Pois supera a realidade
No que esta tem para dar

Uma bolha de felicidade
Que se eleva alto no ar
E que sem dó nem piedade
Acaba sempre por rebentar

Acredita sem restrições
No que oferecem sem mais
Teus amigos, os vendilhões

Não há outros amigos iguais
Dão-te ouro a troco de tostões
Nunca penses que são virtuais.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 19 de Maio de 2017 às 07:12
Tenho amigos e leitores
- poucos, mas em condições... -
E, embora cheia de dores,
Nunca os julguei "vendilhões"!

Sempre os achei bem melhores
Do que os hábeis aldrabões
Que vendem espinhos por flores
Por amor a alguns tostões

E, de ouro, nunca gostei...
Só na "chave" que conclui
Os versos que aqui deixei,

Ponho aquilo que se intui
Ser dourado e ser de lei
Porque, "de ouros", nunca fui...

Maria João

Bom dia, Poeta.
Devagar, muito devagarinho, já vou conseguindo deixar fluir uns versitos, embora ainda me seja muito difícil teclar. Esta infecção renal - pielonefrite - foi muito difícil de superar e acabou por desencadear uma crise de lúpus que ainda está "para durar"...

Abraço grande!
De Adílio Belmonte a 21 de Maio de 2017 às 22:48

Que bom, nobre poetisa, vê-la nos brindando e iluminando com seus versos!
Que Deus a ilumine, com saúde, paz e amor!

Adílio Belmonte,
Belém-Pará, Brasil



LUZES DA NOITE

A noite já vem clara e em brilhantes
Luzes que trazem cores ao viver
Dos angustiados dias bem distantes,
Onde do amor brotava o sofrer.

Muitas estrelas, cúmplices da lua,
Ao alumiarem todo o meu semblante
Mirado no espelho da áurea tua,
Refletindo algo nítido e brilhante.

Esse ignoto clarão, face do amor
Recôndito, esconde a lealdade
Profunda e a sinfonia das estrelas.

Na luz se reproduz todo o calor
Mesclado de carinho e de bondade,
Dádiva da paixão pronta a mantê-las.
De poetaporkedeusker a 22 de Maio de 2017 às 09:34
Muito grata pelas suas palavras e pelo seu soneto, poeta amigo Adílio Belmonte.
Infelizmente e por motivos de saúde, estou ainda muito, muito longe de poder retomar o meu antigo ritmo de produtividade poética.

Fraterno abraço,

Maria João
De poetazarolho a 24 de Maio de 2017 às 00:00
“Alma de pedra”

A alma capaz de amar
Quando está do avesso
É bem capaz de odiar
Sem julgar-se em excesso

Também mata sem pensar
Ou questionar o processo
Em seguida vai regenerar
Torna-se alma de gesso

É da natureza humana
Ignorar a dor alheia
Diz-se ter alma de pedra

Daqui o horror emana
Pois quem os ventos semeia
Colhe tempestade que medra.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 24 de Maio de 2017 às 09:02
É comum no ser humano
Essa estranha oscilação
E não raro é causar dano
Quando nem olha à razão...

Cai nódoa no melhor pano
Quando oscila um coração
Entre um amor quase insano
E a sua oposição,

Mas se a dor alheia abunda
E o desastre a banaliza
É com tristeza profunda

Que o ser humano a analisa...
Só não esperem que a confunda
Com algo que o realiza.


Maria João


Bom dia, Poeta! Cá vai, muito "martelado", o meu sonetilho.
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. DO FUNDO DE MIM

. A ESTRANHA, EM VEZ DE MIM

. APOGEU POÉTICO AVL- 2 º L...

. CONVERSANDO COM FLORBELA ...

. MATÉRIA-PRIMA

. LÍQUIDOS CAMINHOS...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds