.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2017

GLOSANDO MARIA DA ENCARNAÇÃO ALEXANDRE XL

água.jpg

 

ÁGUAS

 

Águas da chuva são belos brilhantes

Delicados e frágeis a brilhar

Em gotas transparentes, cintilantes

Numa cama de flores, a sonhar

 

As águas do mar são ondas gigantes

Na imensidão perdida do olhar

Feitas de vento e sal, que estonteantes

No areal se permitem descansar

 

Águas do rio são leito de jovem

Que em seu curso a embalam e se movem

Como se fora berço confortante

 

As águas do granizo, sei que são

Em pérolas os sonhos de paixão

Dum cavaleiro audaz belo e galante

 

 

MEA

9/02/2017



ÁGUAS, TAMBÉM...



"Águas da chuva são belos brilhantes"

São transparentes lágrimas sem choro,

Ou névoas que, não qu`rendo estar distantes,

Se juntam pr`a formar límpido soro.



"Águas do mar são ondas gigantes"

Que vejo junto à costa, se demoro

Os olhos qu`inda as vêem como dantes

Desde o tempo distante em que hoje moro.



"Águas do rio são leito de jovem",

Pois também se evaporam, depois chovem

Pr`a, novamente, ao rio se irem juntando.



"As águas de granizo sei que são",

Não mais que a simples cristalização

Dessa mesma água, assim que for gelando...







Maria João Brito de Sousa -15.02.2017 -20.08h

tags: , ,
publicado por poetaporkedeusker às 07:45
link do post | "poete" também! | favorito
|
8 comentários:
De fashion a 16 de Fevereiro de 2017 às 10:37
Lindos,lindos e lindos. beijinhos e festinhas
De poetaporkedeusker a 16 de Fevereiro de 2017 às 10:41
Obrigada,Fashion.

Vou já até aí!
De poetazarolho a 20 de Fevereiro de 2017 às 20:20
“Submundos”

O mundo são submundos
E submundos deles também
Apenas saberes profundos
Permitirão ir mais além

São inúmeros os avisos
Estamos todos avisados
Somos óptimos nos juízos
Não nos apraz ser julgados

E na arte de desagradar
Damos cartas no universo
Fica um odor sulfuroso

Somos mestres a insinuar
No assunto mais diverso
É universalmente odioso.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 20 de Fevereiro de 2017 às 20:53
Talvez não haja outra forma
De explicá-lo e de entendê-lo,
Por isso se tornou norma
Dividi-lo, pr`a sabê-lo...

Eu, nada bem me encontrando,
Nem sequer me atrevo já
A ir respostas achando
Sem sequer saber se as há,

Que até eu tenho fronteiras
No que à escrita diz respeito
E, pr`a não dizer asneiras,

- porque asneiras nunca aceito-
Cubro os olhos com viseiras,
Recolho mais cedo ao leito.

Maria João

Aqui vai, abominavelmente "martelado", o sonetilho possível, Poeta. Não sei quando voltarei a estar em condições de escrever, porque, a par do problema de redução da acuidade visual, estou mesmo na maior "fase de pousio" que tive ao longo destes últimos dez anos de produção contínua.

Abraço grande.





De batista_oliveira a 21 de Fevereiro de 2017 às 22:47
Caríssima poetisa, havia tempo que aqui não participava, mas nunca me esqueço de ler seus belos poemas, neste caso, sonetos. Esta é mais uma bela glosa doutro belo soneto. Procurarei interagir mais vezes, se possível, mas a minha atividade de médico a tempo inteiro ocupa-me os dias.
Hoje, particularmente, venho dizer-lhe que glosei no meu blogue, um seu soneto publicado em 2008. Espero não a desiludir, já que tal não foi minha pretensão.
Se desejar, também o poderei apagar do blogue, já que não lhe pedi autorização prévia para tal glosa.
Mais uma vez, os meus sinceros parabéns pelo seu trabalho poético que continuarei a seguir enquanto puder. Imitá-la posso tentar, mas jamais lhe chegarei aos calcanhares.
Felicidades e muita saúde.
De poetaporkedeusker a 22 de Fevereiro de 2017 às 07:58
Caro Batista Oliveira,

fico-lhe muito grata, tanto por saber que os meus sonetos lhe agradam, quanto pelo facto de um deles lhe ter merecido uma glosa. Visitá-lo-ei imediatamente a seguir a deixar-lhe, aqui, estas palavras.
Infelizmente não tenho actualizado diariamente os meus sonetos, por me encontrar numa daquelas fases "de pousio" que habitualmente acompanham a produção de quase todos os poetas. Apenas posso falar pelo exemplo dos muitos poetas com quem convivi ao longo da minha infância e adolescência, mas penso que tenham sido os suficientes para poder generalizar e tomar por comuns estes períodos de vazio criativo. Pena é que, no presente caso, o dito "pousio" esteja a ser-me induzido por uma extrema redução da acuidade visual. Em tempos, uma acentuada redução da destreza, da força muscular e da amplitude gestual foram suficientemente fortes para me afastar do desenho e da pintura. Espero que esta situação, que acredito vir a ser reversível, se não tenha de prolongar por muito mais tempo e continuo a aguardar a consulta de oftalmologia que está pedida há mais de um ano e que, por sua vez, me conduzirá às listas de espera da cirurgia das cataratas. Entretanto, o desgaste psicológico provocado por mais esta limitação, tem-se mostrado duríssimo e implacável.

Grato e fraterno abraço.
De batista_oliveira a 22 de Fevereiro de 2017 às 12:00
Caríssima Maria João,
desde já grato pela atenção. Compreendo a sua situação oftalmológica e lamento não ser oftalmologista (sou Internista/oncologista no HSO-Guimarães), pois com todo o gosto lhe tentaria resolver a situação de forma segura. As cataratas, que felizmente não tenho, apesar dos meus 64 anos, costumam ser resolvidas com cirurgia simples e praticamente eficaz. Lamento tanta espera, mas nos hospitais públicos há especialidades que são autênticas gaiolas douradas, onde difícil e atempadamente se consegue entrar. às vezes vale mais recorrer ao privado, se os preços não forem muito desajustados.
Espero que resolva a sua situação o melhor e mais rapidamente possível. Até lá vá fazendo o que e como puder, sem stress ou exigências...não será uma obrigação, mas um prazer.
Muita saúde e felicidades, bem merece.
De poetaporkedeusker a 22 de Fevereiro de 2017 às 13:35
De novo fico muito grata pelo seu cuidado, caro Batista Oliveira.

No meu caso e sendo beneficiária do RSI, o recurso ao privado está completamente fora de questão. Terei de aguardar pois não tenho alternativa.

Outro fraterno abraço.

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. CONVERSANDO COM FLORBELA ...

. MATÉRIA-PRIMA

. LÍQUIDOS CAMINHOS...

. OUTRAS TEXTURAS...

. NUM SONETO...

. SENTIR COMIGO...

. PARTILHANDO RECEITAS COM ...

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds