.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2016

GLOSANDO FLORBELA ESPANCA (3)

images (41).jpg

 

CASTELÃ DA TRISTEZA

 

Altiva e couraçada de desdém,

Vivo sozinha em meu castelo: a Dor!

Passa por ele a luz de todo o amor...

E nunca em meu castelo entrou alguém!

 

Castelã de tristeza, vês?... A quem?!...

– E o meu olhar é interrogador –

Perscruto, ao longe, as sombras do sol-pôr...

Chora o silêncio... nada ... ninguém vem...

 

Castelã da Tristeza, por que choras

Lendo, toda de branco, um livro de horas,

À sombra rendilhada dos vitrais?...

 

À noite, debruçada p’las ameias,

Por que rezas baixinho?... Por que anseias?...

Que sonho afagam tuas mãos reais?...

 

Florbela espanca, in "Livro de Mágoas"

 

NÃO VÊS?

 

"Altiva e couraçada de desdém",

Mas nunca desprovida de valor

E, quase sempre, pronta a pressupor

Que, mesmo nada sendo, eras alguém...

 

"Castelã da Tristeza, vês? ... A quem?!..."

Quando tu, cultivando a própria dor,

A cada qual tornaste um desertor

Da mágoa que, por vezes, te entretém?...

 

"Castelã da Tristeza, por que choras"

E a quem é que, chorando, tanto imploras

A esmola de quem te ame um pouco mais?

 

"À noite, debruçada p`las ameias",

Não vês que a fome alastra nas aldeias

Enquanto, nessa angústia, em vão te esvais?

 

 

Maria João Brito de Sousa - 26.01.2016 - 12.44h

 

publicado por poetaporkedeusker às 14:40
link do post | "poete" também! | favorito
|
8 comentários:
De poetazarolho a 12 de Fevereiro de 2016 às 23:01
“Penas”

Muita pena que não seja
Nenhuma pena de não ser
Pois muita pena sobeja
A quem à pena se submeter

Sem pena vou avançando
Sem penas é o caminho
Um dia sem penas chegando
Com pena se chego sozinho

Desta forma vou tentando
Todas as penas não ter
Concluirei um dia apenas

Com penas que fui suportando
Muito à custa de resolver
Ir-me esquecendo das penas.
De poetaporkedeusker a 13 de Fevereiro de 2016 às 11:06
Poeta, penas... não tenho,
Passo é tais dificuldades
Que, às vezes,não me contenho
E digo algumas verdades...

Outras vezes, me detenho
Sobre outras realidades
De sofrimento tamanho
Sem espr`ança, nem qualidades...

Mas sem penas sobrevivo
Enquanto puder escrever
Porque disso me não privo;

Mais valia nem viver
Se privada do meu crivo,
Se impedida de aprender...


Maria João


Segue com o abraço de sempre, Poeta!..

De poetazarolho a 13 de Fevereiro de 2016 às 08:09
Chá equilibrou.
De poetaporkedeusker a 13 de Fevereiro de 2016 às 11:08
Vou ver esse equilíbrio, Poeta!
De poetazarolho a 14 de Fevereiro de 2016 às 10:27
“Rita Lina”

Deprimido por um dia
Lá fugi a sete pés
Ao invés dum comprimido
Emborquei logo uns dez

O estômago foi lavado
Mas que estranha sensação
Cérebro ficou agoniado
Mas deprimido é que não

Rita Lee e Rita Lina
Não é a vossa canção
Mas eu deixo-vos cantar

Já só tomo vitamina
Pastilhas p’rá depressão
Nunca mais penso tomar.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 14 de Fevereiro de 2016 às 11:17
Li qualquer coisa sobre ela;
Não será pr`á depressão,
Mas para alguma sequela
Das lacunas da atenção...

Dá-se aos mais hiper-activos
Pr`a que possam concentrar-se,
Mas tem efeitos nocivos...
É melhor não descuidar-se!

Sei que, se tomada em excesso,
Não produz nenhum progresso,
Fica-se muito pior,

Entra a vida em retrocesso
E, em vez de haver sucesso,
Vai-se "desta pr`a melhor"...


Maria João


Segue com o abraço de sempre, Poeta!
De poetazarolho a 14 de Fevereiro de 2016 às 13:31
Chá sucedido.
De poetaporkedeusker a 14 de Fevereiro de 2016 às 14:08
Vou vê-lo, Poeta!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

. DEPOIS DA MARÉ-CHEIA...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. RUGA A RUGA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds