.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 2 de Novembro de 2016

GLOSANDO ANTÓNIO DE SOUSA (meu avô paterno)

digitalizar0053.jpg

BANCARROTA



Esperei por mim em vão, suando rezas,

pragas, versos subtis, ruivas saudades,

Arrastei minhas horas indefesas

entre chusmas e fundas soledades.



Tive palácios de imortais certezas

com seus jardins de passear vaidades;

virtudes compassadas e burguesas

e dor sem nome, como o preso às grades.



Fui o fiel-conviva-de-banquetes,

o pálido-com-alma-pra-vender

nos mercados dos filhos de seus pais...



Subi-me ao céu nas canas dos foguetes,

fiz-me ladrão de sonhos, pra vencer,

e sei apenas que não posso mais!



António de Sousa

in "Livro de Bordo" (segunda edição)

Editorial Inquérito



CRÉDITO (tardio...)



"Esperei por mim em vão, suando rezas,"

quando era o verbo quem por mim esperava

e descobri-me cega e de mãos presas

a todas essas rezas que rezava...



"Tive palácios de imortais certezas"

feitos de um barro que ninguém moldava,

povoados por monstros e princesas,

dos quais fui, noite e dia, sendo escrava.



"Fui (o)a fiel-conviva-de-banquetes"

Estrangulada por mãos, quais torniquetes,

e desprezando o vôo dos pardais,



"Subi-me ao céu nas canas dos foguetes";

Vi homens a tombar, feitos joguetes

De uns poucos que "voavam" muito mais...



Maria João Brito de Sousa - 01.11.2016 - 13.35h

(revisto)



NOTA - Em ambos os sonetos foi utilizado o verso em decassílabo heróico.

 

 

publicado por poetaporkedeusker às 10:36
link do post | "poete" também! | favorito
|
6 comentários:
De poetazarolho a 2 de Novembro de 2016 às 11:48
"De ananases"

A mente complica
Ao olhar as bases
Isso não se explica
Vê lá o que fases
Abre-a com genica
Limpa o que nela trazes
Explodir simplifica
Sentes-te de ananases.

Zé da Ponte
De poetaporkedeusker a 2 de Novembro de 2016 às 12:43
Em redondilha menor, sem ananases...


Estando assim tão bem
Da minha cabeça
Que sugestão tem
Para que a impeça
De andar sempre além,
Se nunca tropeça?

Maria João



De fashion a 2 de Novembro de 2016 às 22:06
Lindo, como sempre.
De poetaporkedeusker a 2 de Novembro de 2016 às 22:19
Obrigada, Fashion!
De fashion a 2 de Novembro de 2016 às 22:20
De poetaporkedeusker a 2 de Novembro de 2016 às 23:38

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds