.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sábado, 24 de Dezembro de 2016

GLOSANDO ANTÓNIO DE SOUSA IV

digitalizar0042.jpg

FOLHETIM

 

Jogou-se à vida o meigo desvairado

- em sete vezes sete cabriolas -

Com os nervos timbrados como violas

E uma pureza feita de pecado.

 

Tão cedo que chegou... e já deitado

O mundo todo - farto de violas!

Foi seu triste comer o pão de esmolas

De uns velhos astros, de um luar cansado.

 

Trazia um sonho e nenhum sonho o mede!

Só - como o vento em naves de pinhais -

O seu destino é uma paisagem morta;

 

Ninguém acode ao cheiro de quem pede

Sem moeda de compra, menos-mais...

Nem a Deus, nem ao Demo se abre a porta.

 

 

António de Sousa

 

In "Livro de Bordo", 2ª edição

Editorial Inquérito

 

INCÓGNITA

 

"Jogou-se à vida o/a meigo/a desvairado/a"

Nos seus tempos dourados de abastança

- que eram de sol, seus dias de criança -,

Que a vida recebeu por convidada.

 

"Tão cedo que chegou... e já deitado/a"

Às sortes de um pretérito em mudança,

Que havia de mudar-lhe a negra trança

Em cabelos de cinza desgrenhada...

 

"Trazia um sonho e nenhum sonho o/a mede!"

Não há metro que alcance o infinito,

Nem cálculo, ou perfeita dedução;

 

"Ninguém acode ao cheiro de quem pede",

Ou decifra a linguagem do seu grito,

Pois de imprevistos tece a solução.

 

 

Maria João Brito de Sousa - 24.12.2016 - 1.53h

 

digitalizar0045.jpg

 

tags: , ,
publicado por poetaporkedeusker às 13:01
link do post | "poete" também! | favorito
|
4 comentários:
De poetazarolho a 24 de Dezembro de 2016 às 21:04
“Bailando”

Escrevo o que m’apetece
E o que não apetece também
Se a poesia se desvanece
Trato-a por filha da mãe

Meretriz ou coisa pior
Resgato-a da beira da estrada
Não se querendo recompor
Desata o verbo à estalada

Cai o Carmo e a Trindade
Dos impropérios é a dança
E o caldo vai entornando

Após tanta atrocidade
Eis que regressa a bonança
E o verbo de novo bailando.
De poetaporkedeusker a 24 de Dezembro de 2016 às 21:36
"Corridinho"

Verbo, palavra, fonema...
Um mesmo significado
E, pr`a mim, não é dilema
Ficar um caldo entornado

Pois pior é ver problema
Onde é já solucionado
O mais velho teorema
Que jamais foi formulado...,

Mas `screver, escrevo o que quero
Pois só assim faz sentido
Escrever com arte e com esmero...

Que a ceia lhe tenha sido
Muito agradável, eu espero,
E o convívio... apetecido.

Maria João

Cá vai Poeta, com o meu abraço e os votos de um bom resto de noite de Natal.
De poetazarolho a 25 de Dezembro de 2016 às 17:59
“Visão”

O meu menino nasceu
Numa cova em Belém
Passado um pouco morreu
Cruxificado mais além

Por culpa do rei Herodes
O senhor daqueles dias
Só te calas porque não podes
Dizer o quanto sabias

Esta lei universal
Já governa desde então
Sendo pacto milenar

Se pensas no que está mal
Tens que mudar de visão
P’ra que não te façam calar.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 25 de Dezembro de 2016 às 19:09
A minha visão...

Conta a História, ou reza a lenda,
Que há dois mil anos nasceu
Um pequeno galileu
Que nos foi dado por prenda

P`ra livrar-nos da contenda
Que entre os homens se acendeu
E, amigos, quem serei eu
Senão quem à História atenda?

Filho de homem com mulher,
Como outro bebé qualquer,
Mas tão justo e visionário

Que ao saber que ia morrer
Não hesitou em escolher
O caminho do calvário.

Maria João

Cá vai, Poeta, com o meu abraço especial de Natal, certa de que um dia será Natal "quando um homem quiser."

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O INGREDIENTE PRINCIPAL

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. O CONVITE II

. GLOSANDO CHICO BUARQUE

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds