.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sábado, 30 de Dezembro de 2017

BOM ANO, BOM ANO!

coração.jpg

 

BOM ANO, BOM ANO!
*

Bom ano, bom ano!, por tudo e por nada,
sorrindo encantada desejo um bom ano,
melhor, mais humano porque desvendada
a rota enganada do meu desengano...
*

Bom ano, bom ano! Que o seja à chegada
da noite marcada por todo este plano
que sempre é sob`rano e, nos mapas traçada,
vem bem orquestrada por mão de tirano...
*

Bom ano pr`a vós e também para mim!
Que belo festim, o dos dias por vir,
noites pr`a dormir e manhãs sem ter fim...
*

Será mesmo assim, ou terei de admitir,
que o quero é sentir e só digo que sim
pra “noutro latim” não ter de o desmentir?


*

 

Maria João Brito de Sousa- 30.12.2017 – 12.23h

 

 

(Soneto em verso hendecassilábico e rima encadeada)

 

 

NOTA - O bom ano que vos desejo é do fundo do coração!!! Este soneto é que é para ser lido e pensado em termos mais latos. Peço desculpa por vos tentar fazer pensar um pouco mais profundamente, numa data tão festiva...

tags:
publicado por poetaporkedeusker às 12:48
link do post | "poete" também! | favorito
|
21 comentários:
De Sérgio Ambrósio a 30 de Dezembro de 2017 às 14:50
Feliz 2018!
De poetaporkedeusker a 30 de Dezembro de 2017 às 15:21
Agradeço e retribuo os votos de um feliz 2018, amigo Sérgio Ambrósio.

Que tenha excelentes entradas.
De jabeiteslp a 30 de Dezembro de 2017 às 17:26
Bom Ano Novo
que 2018 seja melhor que este
que eu também espero
na esperança já tão cansada
enfim...

Beijinhos
feliz noite e fim de ano com boa saúde
De poetaporkedeusker a 30 de Dezembro de 2017 às 17:30
Que 2018 te traga muita saúde e paz, Anjo.

Obrigada, um beijinho e... boas entradas!
De jabeiteslp a 30 de Dezembro de 2017 às 17:35
De poetaporkedeusker a 30 de Dezembro de 2017 às 17:36
De jabeiteslp a 30 de Dezembro de 2017 às 21:21
Boa e feliz noite aconchegada
De poetaporkedeusker a 30 de Dezembro de 2017 às 21:22
Boa e serena noite para ti também, Anjo.
De poetazarolho a 31 de Dezembro de 2017 às 01:01
“Magia da poesia”

Noutras eras deste mundo
Quando ainda havia magia
Dele também era oriundo
Todo um mundo de poesia

Depois a magia esfumou
E a poesia sem pretensão
Dentro dela resguardou
Magia do mundo de então

E mais tarde presenteou
Menino que pensava ser mago
Ao abrir-lhe caminho um dia

Pois foi quando lhe mostrou
Com o carinho dum afago
Tudo o que o mundo escondia.
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2017 às 08:11
Corre ainda essa magia
Pelas veias deste mundo,
Ora cheia, ora vazia
Da alegria que lhe infundo

E enquanto houver poesia,
Não há-de ir-me a Barca ao fundo,
Que eu depressa a abrigadria
Num porto menos profundo

Aguardando uma acalmia
Nas águas do meu Dafundo...
Quem por lá me encontraria

Se nas águas me confundo
Com qualquer vaga tardia
Do meu Tejo vagabundo?


Maria João


Bom ano, Poeta, bom ano, que eu estou de saída, embora tão cheia de sono que muito duvido que chegue acordada ao momento da passagem do ano velho para o ano novo...

Aqui fica o meu derradeiro abraço de 2017! Muitas felicidades para 2018!
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2018 às 15:41
Bom e feliz 2018 em alegria e saúde
desejo eu
também uma tarde aconchegada...


Beijinhos e uma Semana ao jeito
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2018 às 09:46
Um muito bom 2018 para ti, Anjo!

Não estive em casa nestes últimos dias e, efectivamente, adormeci bem antes da meia noite, mas... fui acordada um pouco antes da hora e pude assistir ao espectáculo dos fogos de artifício ao vivo, dada a privilegiada localização da casa do casal amigo que me veio buscar para cear.
Vi tudo, de Lisboa a Cascais!
De Francisco Carita Mata a 1 de Janeiro de 2018 às 23:29
Formulo igualmente Votos de um Bom 2018. Com Saúde e Paz!
Não "poeto" sobre o tema, mas anexo sobre "cenas" recentes.
http://aquem-tejo.blogs.sapo.pt/cenas-raras-rarissimas-155298
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2018 às 11:18
Obrigada, amigo Francisco!

Prometo visitá-lo ainda hoje.

Forte abraço,

Maria João
De poetazarolho a 2 de Janeiro de 2018 às 04:47
“Solidões”

Eu te aviso meu irmão
Que o amor é importante
Não me roubes a solidão
Se pensas ficar distante

Sinto bem a tua aflição
Nessa indefinição oscilante
Tua ausência é contradição
Tua presença insignificante

Não respeita a intenção
De cultivar a verdade
Duma solidão preservada

Pois não existe coração
Que ofereça solidariedade
Se na alma não traz nada.
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2018 às 11:15
Isto é que produção poética!

Minha amada solidão,
Eu, sem ti, nada produzo
A não ser algum "chavão"
Já gasto por excesso de uso...

Tenho, ainda, a pretensão
(e perdoai-me se abuso...)
De escapar-me à confusão
Pr`a não sentir-me um recluso

Desta imensa convulsão;
Poeta de roca e fuso,
Teço o fio com devoção;

Sempre que posso, recuso
A moda da reclusão
Deste paradigma abstruso...

Mª João

Outro abraço grande, Poeta!
De poetazarolho a 2 de Janeiro de 2018 às 04:49
“Desumanidade”

Filósofos em extinção
Deixaram-nos a filosofia
Os poetas onde estão
Apesar de tanta poesia

Já não existe revolução
Onde outrora existia
Não é importante o pão
E menos quem o comia

Para onde vai a intenção?
Parte em busca da verdade
Sabendo que nunca existiu

E porquê a interrogação
Em torno da humanidade
Se esta já se extinguiu.
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2018 às 10:32
SONETILHO DE CODA

Temos o mundo na mão
E o mundo tem-nos a nós
Nesta nossa condição
De humanos bichos com voz,

Mas "smartphone" não tenho, não,
Porque esse artefacto atroz
Causa imensa confusão
E pode tornar-se algoz

Desta minha "inspiração"...
Eu, escrever, só escrevo a sós
Em profunda solidão...

Qual rio que corra pr`a foz
Tomo a mesma decisão
Que tomaram meus avós

Sem qualquer "aplicação"...

Mª João


Bom dia e bom ano de 2018, Poeta!

Aqui vai o meu primeiro e meio enviezado sonetilho de 2018, bem como o meu primeiro abraço poético do novo ano.








De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2018 às 10:53
Peço desculpa, Poeta, mas o meu segundo sonetilho deste novo ano foi literalmente "engolido" pelo que suponho ter sido uma falha na ligação... não sei como foi substituído pelo primeiro, mas não tinha nada a ver com ele, garanto. Vou tentar reproduzi-lo, mas sei que não vou conseguir... enfim...


SEGUNDO SONETILHO/RESPOSTA DE 2018

Lamento contrariá-lo
Mas... não está extinta de vez
E começo a demonstrá-lo
Ou a tentá-lo, talvez;

Muda-se o mundo? Deixá-lo!
Muda o ano, o dia, o mês...
Tudo muda, há que aceitá-lo;
Só lamento a rapidez

Que mal dá pr`a registá-lo;
Salta Pedro e corre Inês
Mais do que qualquer cavalo...

Já vão longe e já não vês
Rasto do seu suave embalo,
Nem razões pr`ós seus porquês...

Mª João

Cá vai, com outro abraço, esperando que não "fuja"...






De poetazarolho a 2 de Janeiro de 2018 às 04:51
“App do amor”

Tenho uma app do amor
E tenho outra da união
Procura-se investidor
P’ra ter o mundo na mão

Não antevejo dissabor
Só negócio em ascensão
Como bom empreendedor
De smartphone na mão

E ninguém pode dizer não
À conspurcada realidade
Pois é a realidade actual

App do amor sem emoção
Reveladora da modernidade
Esta modernidade fatal.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2018 às 10:10
SONETILHO DE CODA

Temos o mundo na mão
E o mundo tem-nos a nós
Nesta nossa condição
De humanos bichos com voz,

Mas "smartphone" não tenho, não,
Porque esse artefacto atroz
Causa imensa confusão
E pode tornar-se algoz

Desta minha "inspiração"...
Eu, escrever, só escrevo a sós
Em profunda solidão...

Qual rio que corra pr`a foz
Tomo a mesma decisão
Que tomaram meus avós

Sem qualquer "aplicação"...

Mª João


Bom dia e bom ano de 2018, Poeta!

Aqui vai o meu primeiro e meio enviezado sonetilho de 2018, bem como o meu primeiro abraço poético do novo ano.


Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. O PICARESCO

. PALAVRAS

. DEZ ANOS DE SONETOS ONLIN...

. A TODAS AS MUSAS - E MUSO...

. TOO FAR AND TOO SOON

. NÃO MAIS QUE UM DEDAL...

. OS POETAS NÃO MORREM...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds