.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 28 de Outubro de 2016

BALADA PARA UM VELHO CEDRO

cedros.jpg

 

BALADA PARA UM VELHO CEDRO

 

Eu sonho um cedro que me embale o sono;

Subitamente o sonho -imenso, austero... -

Ver, da janela de onde sempre o espero,

Rasgando o solo e, como eu sou, sem dono...



Um cedro que adoçasse este abandono,

Que não vergasse, sólido, sincero,

Que me escutasse sempre que me esmero

Em descrevê-lo, enquanto assim ficciono...



Somo silêncios sobre o velho cedro,

Mas se me sobra sonho, o cedro vem,

Subindo sempre, se o sonhei sem medo,



E, deste sonho, surgem-me outros cem,

Como se eu própria ousasse ser segredo

Da sementeira que lhes fez de mãe...





Maria João Brito de Sousa - 27.10.2016 - 16.19h







 

publicado por poetaporkedeusker às 07:52
link do post | "poete" também! | favorito
|
2 comentários:
De António a 28 de Outubro de 2016 às 08:25
O primeiro verso deste seu sonet é belíssimo: "Eu sonho um cedro que me embale o sono". Apetece-me dizê-lo vezes sem conta.

Abraço
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2016 às 09:50
Ah, poeta António fico-lhe muito grata por saber que o meu soneto o "tocou"!

Quando, ao passar na marquise, olhei o tronco morto da última palmeira do passeio, ocorreu-me, de repente, imaginar um cedro a erguer-se no seu lugar... eu sei que não faz muito sentido; os cedros são árvores enormes, pouco apropriadas a jardinzinhos suburbanos, mas... foi o que me ocorreu naquele momento e foi sobre isso que eu quis escrever, mesmo sabendo que não era um sonho lá muito exequível...

Obrigada e um forte abraço!

PS - as serras acabam, neste preciso instante, de cortar o tronco morto da palmeira que, de alguma forma, ainda foi co-autora deste soneto-balada...

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

. RUAS

. A PAUTA INVISÍVEL

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. DIÁLOGOS ENTRE MÃE E FILH...

. SETEMBRO(S)

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds