.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Segunda-feira, 24 de Outubro de 2016

"AQUECIMENTO CENTRAL"

Aqueciento central.jpg

Ao(s) Poema(s)

 

(Soneto em decassílabo heróico)

 

Se, amargo, me enregela o corpo inteiro

O Frio que se aproxima, passo a passo,

Recorro à Poesia, a que me abraço,

Esquecendo o que é viver sem ter dinheiro...

 

Adianta-se-me o frio, vem sorrateiro

Instalar-se por dentro do meu espaço,

Tentando vir deitar-se em meu regaço,

Julgando ser - quem sabe? - "o meu primeiro",

 

Mas eu, que lhe conheço as veleidades,

Não lhe encontrando chama em que me aqueça,

Rejeito-lhe estas vis intimidades;

 

Não mais há-de haver frio que aqui me impeça

De ir-te aquecendo, ó gelo que me invades,

Assim que o meu Poema recomeça!

 

 

Maria João Brito de Sousa - 24.10.2016 - 15.35h

publicado por poetaporkedeusker às 17:33
link do post | "poete" também! | favorito
|
12 comentários:
De fashion a 24 de Outubro de 2016 às 18:42
Lindo!!!
De poetaporkedeusker a 25 de Outubro de 2016 às 09:27
Obrigada, Fashion! Bjo!
De poetazarolho a 24 de Outubro de 2016 às 23:45
“No Yazidi village”

Toda a realidade existe
Desde o amor flamejante
Até ao extremo mais triste
Onde a munição tracejante

Faz traços com intenção
Num povo que não reside
Por lhe negarem nação
É escorraçado, é Yazidi

Nómadas por imposição
São unos e com valores
Mas fogem da munição

Que lhes impõe horrores
Lhes traceja o coração
E somos só espectadores ?
De poetaporkedeusker a 25 de Outubro de 2016 às 09:04
Uns sucumbem, no Iraque,
Outros, da Síria , apressados
Vão fugindo a cada ataque;
Todos são refugiados;

Uns, nas casas - bricabraque
Em ruinas, sem telhados -
Outros em barcas de araque
Sendo pelo mar tragados...

São os "grandes" deste império
Que os conduzem como rezes
Ao imenso cemitério

Criado por seus int`resses...
Pensem, pois não tem mistério;
Dá jeito aos grandes burgueses!


Maria João


Poeta, esta noite tive um, felizmente pequenino, enfarte cardíado... mas, apesar de tudo, tenho muita sorte em não ser um desses que o mar traga e a bomba despedaça... cá vai com o abraço de sempre!

Maria João
De batista_oliveira a 25 de Outubro de 2016 às 23:24
Glosando Maria João Brito (com o devido respeito)

Frialdade polar

“Se, amargo, me enregela o corpo inteiro”
O vento que arrepia o meu cansaço,
Recorro ao pensamento e, passo a passo,
recordo os malefícios do dinheiro.

“Adianta-se-me o frio, vem sorrateiro”
Invadir o calor do meu regaço,
Julgando-me carente dum abraço
Que me torne este dia soalheiro.

“Mas eu, que lhe conheço as veleidades,”
Não me deixo enlevar com tanta pressa
Nem permito favor ou caridades…

“Não mais há-de haver frio que aqui me impeça”
De permitir tão vis atrocidades…
E aqui, sem frio, o meu poema cessa.

(batista_oliveira – 25-10-16)
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2016 às 06:27
Excelente soneto que muito lhe agradeço, amigo Batista Oliveira!

A musicalidade do seu soneto glosado - decorrente da perfeição métrica e do compasso/ritmo marcado pelas tónicas no ponto exacto da pauta musical que todo o sneto é - está brilhantemente conseguida!

Envio-lhe um fraterno e grato abraço poético!!!


Maria João
De batista_oliveira a 26 de Outubro de 2016 às 08:35
Cara Maria João (permita-me o tratamento), estando eu pouco antes da meia noite, em serviço obrigatório pausado, no meu gabinete hospitalar, lembrei-me de a glosar (com devida vénia) atendendo às suas várias glosas de outros sonetos. Assim, numa hora de espera elaborei (com respectiva cadência métrica), esta glosa, mas sem quaisquer pretensiosismos.
Grato pela sua avaliação.
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2016 às 09:01
Amigo Batista Oliveira, posso garantir-lhe que a cadência métrica foi conseguida - e bem conseguida! - neste seu soneto... mas tudo isto já eu lhe disse...

Só queria que soubesse quão alegre eu fico quando encontro um poeta que consegue atingir a perfeita musicalidade que toda a poesia metrificada exige. Mais uma vez, muito obrigada!

Pelo que me conta, suponho que seja médico, ou enfermeiro... deve estar agora a terminar o seu turno. Que tenha um bom descanso.

O meu abraço poético!

Maria João
De poetazarolho a 26 de Outubro de 2016 às 00:27
“My road”

I love my road
While the road means nothing
But mine does
I can share a bit
Of this dusty trail
I can share a lot
But never say a word
That my road doesn’t understand.

Zé da Ponte
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2016 às 06:11
So do I!
I love this road
walking towards Poetry,
but I think - oh my, oh my...-
that my steps will never show,
even a small part of me...


Maria João

Abraço grande, Poeta!

De poetazarolho a 26 de Outubro de 2016 às 15:44
"Lugar nenhum"

Adorável o meu caminho
Embora leve a lugar nenhum
Mas o meu levará
Posso partilhar um grão de areia
Deste trilho empoeirado
Ou até um pouco mais
Mas nunca digas uma palavra
Que comprometa a caminhada.

Zé da Ponte
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2016 às 15:53
Caminheiros da Vida

Tudo leva a algum lugar,
Não há becos sem saída
Que não sirvam pr`abrigar
Os caminheiros da vida ...

Maria João

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. NATAIS DOS TEMPOS IDOS...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. CONVERSANDO COM O POETA A...

. CHUVA

. CONVERSANDO COM JOSÉ SARA...

. A ARCA DE FERRO

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds