.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 4 de Abril de 2013

ESPADA DE POETA

 

(Soneto em verso eneassilábico)

Cá estou eu, decidida a vender
Muito cara a provável derrota,
Com poemas e rimas por frota,
Na batalha ao Rigor do Poder!

Não sei bem se esta luta me quer,
Se enfeitada com elmo e com cota
Chego a ver a mudança da rota,
Ou consigo, sequer, combater

Mas, se luto, é por grandes anseios
E se avanço, enfrentando os receios,
Uma gota – não mais! – lhe acrescento

Porque o faço negando os recreios
De que os palcos de guerra estão cheios
E, por espada, uso o simples talento…

 



Maria João Brito de Sousa – 02.04.2013 – 18.52h

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 00:43
link do post | "poete" também! | favorito
|
42 comentários:
De poetazarolho a 4 de Abril de 2013 às 07:30
Chá animal.
De poetaporkedeusker a 4 de Abril de 2013 às 14:22
Ahhhhh! Agrada-me a perspectiva desse Chá... não resisto a uma confidênciazinha; o meu Sigmund adora chá! Anda sempre a ver se eu deixo a canequinha de chá esquecida para se deliciar com o conteúdo...
De jabeiteslp a 4 de Abril de 2013 às 14:46
Bonito

Porque o faço negando os recreios
De que os palcos de guerra estão cheios
E, por espada, uso o simples talento…

De poetaporkedeusker a 4 de Abril de 2013 às 14:49
Obrigada, Anjo!

Feliz tarde para ti... espero que venham umas horinhas de sol, embora o céu esteja a prometer mais chuvinha...
De jabeiteslp a 4 de Abril de 2013 às 21:07

o excepcional ano
que por mim terias um sol só pra ti

De poetaporkedeusker a 4 de Abril de 2013 às 22:23
Eheheheh... obrigada, Anjo, mas basta-me que o tempo se comece a estabilizar um pouco... não tarda temos aí os dias bonitos em que já não é preciso eu andar "enchouriçada" em toneladas de roupa...

Feliz noite para ti
De poetazarolho a 5 de Abril de 2013 às 00:26
“Nova forma de vida”

A economia é um fogo
E de almas se alimenta
São estas almas em jogo
Da economia a ementa

Sejam elas mal passadas
No ponto ou em sangue
Vão sendo bem trituradas
Até um estado exangue

Será a alma convertida
Pelo poder desta fogueira
E com aspecto moderno

Surgirá nova forma de vida
Adaptada desta maneira
À vida em pleno inferno.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 5 de Abril de 2013 às 12:32
Sendo assim, melhor aceito
O que a alma possa ser...
É a vida e, por defeito,
Quanto lhe esteja a fazer

Esta "douta" austeridade
Do neoliberalismo
Que lhe tira a liberdade
E a trata com barbarismo...

De direitos já privada,
Pobre da vida, coitada,
Mal se pode endireitar

Mas há sempre os que não vergam
E aqueles que na luta enxergam
Novas formas de a mudar!


M. João

Cá vai, com o meu abraço, Poeta!
De poetazarolho a 5 de Abril de 2013 às 00:32
Caruso na ponte.
De poetaporkedeusker a 5 de Abril de 2013 às 12:34
Vou ouvi-lo, Poeta!
De poetazarolho a 5 de Abril de 2013 às 07:39
Chá ignorante.
De poetaporkedeusker a 5 de Abril de 2013 às 12:44
Eheheheheh... pobre Chá!
De poetazarolho a 5 de Abril de 2013 às 20:47
“Prisioneiros no passado”

Tudo isso sei que existe
E o contrário também
Envolto no nada persiste
Aquilo que já não vem

De futuro inexistente
Aqui no presente morreu
O passado deprimente
E esses frutos não deu

O jardim das memórias
Pelo fogo consumido
Apagou tod’as glórias

Desse futuro prometido
Consumiu até as histórias
Dum presente garantido.
De poetaporkedeusker a 6 de Abril de 2013 às 13:27
"Sempre em marcha!"

O presente é um passinho
Entre passado e futuro
E o agora é o caminho
Por mais que pareça duro...

Todo o passado dá fruto,
Por estranho que nos pareça,
Do tamanho qu`eu imputo
Ao que o presente nos peça

E, do "jardim das memórias",
Numa qualquer Primavera
Que havemos de construir

Hão-de brotar as vitórias
Do sol da mesma quimera
Que usou cravos pr`a florir!


Maria João Brito de Sousa

Cá vai, com o meu abraço grande, Poeta!








De poetazarolho a 5 de Abril de 2013 às 20:50
Etelvina atravessou a ponte.
De poetaporkedeusker a 6 de Abril de 2013 às 13:29
Vou vê-la, Poeta!
De poetazarolho a 6 de Abril de 2013 às 07:30
O chá ruiu.
De poetaporkedeusker a 6 de Abril de 2013 às 13:36
Pobre Chá!!! Vou lá ver...
De poetazarolho a 6 de Abril de 2013 às 20:11
“Deitados no chão”

Para o roubo terminar
Nesta qu’é nossa nação
É preciso tudo roubar
Não há outra solução

Sem virem resgatar
Todo e qualquer ladrão
P’ra depois recomeçar
Levantados do chão

Como nos tempos d’azar
À mesa treze alminhas
Após rezar a oração

Para a fome saciar
Meia dúzia de sardinhas
E umas côdeas de pão.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 6 de Abril de 2013 às 21:07
DE PÉ!

(Soneto em verso eneassilábico)

Levantados do chão venceremos!
Nunca um homem que é homem se vende,
Nem um povo que é povo se rende
Sobre um chão em que, vivos, morremos

Se das fomes, que agora já temos,
Levantarmos a chama que acende,
Cá por dentro, esse tanto que ascende
E conquista o que sempre quisemos!

Levantados do chão que lavrámos,
Desse mesmo, que nós cultivámos,
Cujos frutos serão sempre nossos,

Chegaremos além do que ousámos
Nesse tempo em que, aos "grandes", deixámos
Que roubassem, de nós, carne e ossos!


Maria João


Saiu-me em verso eneassilábico, Poeta... segue com o meu abraço!



De poetazarolho a 6 de Abril de 2013 às 20:14
Vai partir da ponte.
De poetaporkedeusker a 6 de Abril de 2013 às 21:11
Vou ver essa partida, Poeta!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. O INGREDIENTE PRINCIPAL

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. O CONVITE II

. GLOSANDO CHICO BUARQUE

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds