.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

SONETO DE APELO À CONSCIENCIALIZAÇÃO POLÍTICA DO CUPIDO... :)

(Em decassílabo heróico)


Não te deixes levar – nunca te iludas! –
Pela promessa vã de um sonho vago,
Por pérfida carícia em breve afago
Na amorfa mansidão das queixas mudas…


Que as setas que lançares sejam agudas,
Que zunam, que penetrem, causem estrago
E possam, tal e qual como as que trago,
Furar sem desdenhar de entreajudas…


Resguarda-te dos males… quando os enfrentas,
Não quando foges deles, nem dos que inventas,
Que aqui há males de sobra… e sobram mil!


Que das setas que lanças, quando o tentas,
Brotem, mais uma vez, justas, sedentas,
Mil vibrantes razões pr`amores... de Abril!




Maria João Brito de Sousa – 10.01.2012 – 17.05h


Imagem retirada da net, via Google
sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 17:22
link do post | "poete" também! | favorito
|
41 comentários:
De jabeiteslp a 10 de Janeiro de 2013 às 18:54

E viva Abril
nas palavras de ser
sempre e mais Poeta...gente

De poetaporkedeusker a 10 de Janeiro de 2013 às 21:22
Viva Abril! Vivam os seus valores!

Obrigada, Anjo
De jabeiteslp a 11 de Janeiro de 2013 às 12:14

um belo dia
que os Abrílicos estragaram-se em tanto fausto...e regalias

mas viva Abril
que um sonho bonito
De poetaporkedeusker a 11 de Janeiro de 2013 às 20:38
Abril foi atraiçoado e assassinado no 25 de Novembro de 1975, Anjo... por muitos que hoje se dizem de esquerda, é certo, mas foi atraiçoado....

Feliz noite para ti, Anjo!
De jabeiteslp a 11 de Janeiro de 2013 às 20:52


atraiçoado de tacho feito...


De jabeiteslp a 13 de Janeiro de 2013 às 14:17
tá tudo bem por aí..?

um feliz domingo
De poetaporkedeusker a 13 de Janeiro de 2013 às 15:05
És bruxinho, Anjo, eheheheh... a ligação está má, como vai sendo habitual, mas eu ia agora mesmo ao teu blog ver se já tinhas publicado alguma novidade

A dor de dentes continua
De jabeiteslp a 13 de Janeiro de 2013 às 19:00

isso é que é pior...dores[

uma feliz noite pra ti
De poetaporkedeusker a 13 de Janeiro de 2013 às 21:51
... ainda não pararam... há tantos dias... já estou cansada, Anjo
De jabeiteslp a 14 de Janeiro de 2013 às 07:32
Com o solinho que começa a aparecer
um bom e feliz dia
De poetaporkedeusker a 14 de Janeiro de 2013 às 12:25
Que seja um belo e ensolarado dia para ti, Anjo!
De jabeiteslp a 14 de Janeiro de 2013 às 14:11


Ensolarado sim, frio também

mas um cachecolito
faz maravilhas às minhas amígdalas..

bela tarde
De poetaporkedeusker a 14 de Janeiro de 2013 às 14:34
Não tenho essas, coitada de mim... tinha menos de três anos e ainda me lembro... era tudo a sangue frio, nesse tempo... enchouriçaram-me num lençol que ia do pescoço aos pés, preso por uma fileira de pinças metálicas... e lá vai disto! Fiquei sem amígdalas e com uma péssima recordação para o resto da vida
era um bocado traumatizante, a coisa...
De jabeiteslp a 14 de Janeiro de 2013 às 20:47

mas um cachecol é só um paninho
pá´aconchegar o pescoço do frio...[:)

feliz noite pra ti






De poetaporkedeusker a 14 de Janeiro de 2013 às 22:41
... eu sei... mas vou-me esquecendo dele em casa...
mas olha que eu fiquei traumatizada foi com o facto de me terem arrancado as amígdalas a sangue frio! Nada tenho contra os pobres dos cachecóis... se bem que aquele lençol cheio de pinças pudesse ficar associado a um cachecol... mas não foi o caso
E eu não sou muito dada a traumas... só me lembrei disso quando me falaste nas amígdalas...

Noite feliz, Anjo!
De poetazarolho a 10 de Janeiro de 2013 às 21:38
“O circo humano”

O bem está espalhado
Mas o mal está atento
Mantem o bem vigiado
Só à espera do momento

Mal tem um grande aliado
Que é o humano sedento
Por ver o irmão crucificado
São actos do temperamento

Pelos média banalizados
Com massiva audiência
Ao estilo coliseu romano

Os melhores são premiados
Por não ter benevolência
Para com o ser humano.
De poetaporkedeusker a 10 de Janeiro de 2013 às 23:20
Em verdade, a crueldade
Só procura a frestazinha
De tudo aquilo que invade
Pr`a ser dona e ser rainha...

Ela suborna e seduz!
Insinua, a descarada,
Que pode bem fazer jus
À perversão mais malvada!

Alguns serão premiados
Por se mostrarem cruéis...
Outros vão "tomar-lhe o gosto"

Mas outros, mesmo "vendados",
Dando os dedos, dando anéis,
Olham-na e cospem-lhe o rosto!


Cá vai, um bocadito melodramático... mas olhe que as coisas estão mesmo a ficar dramaticamente trágicas, Poeta...
Abraço grande!
De poetazarolho a 10 de Janeiro de 2013 às 21:42
Ponte não emigrou.
De poetaporkedeusker a 10 de Janeiro de 2013 às 23:28
ah, mas a minha dor de dentes, embora não tenha "emigrado", está ligeiramente mais suportável! Vou lá, Poeta!
De poetazarolho a 11 de Janeiro de 2013 às 07:26
Chá excepcional.
De poetaporkedeusker a 11 de Janeiro de 2013 às 11:20
Quero ver isso, Poeta!
De poetazarolho a 11 de Janeiro de 2013 às 07:27
Acho que o cupido não chega lá.
De poetaporkedeusker a 11 de Janeiro de 2013 às 11:36
Reconheço que é uma tarefa monumental, esta de apaixonar todos os cidadãos portugueses pelas causas de Abril... a maioria parece empenhada em "desenrascar-se" na rota do "cada um por si" ou "salve-se quem puder"... mas há muitos que sempre trouxeram essa paixão consigo, muito acima, muito além dos seus interesses pessoais... eu tento conquistar qualquer um! Até um pequeno Cupido... todos precisamos de coordenar esforços nesse sentido. Todos!

Abraço grande, Poeta!
De poetazarolho a 12 de Janeiro de 2013 às 08:05
Chá calmo.
De poetaporkedeusker a 12 de Janeiro de 2013 às 14:53
É para compensar a histeria da pateta da ligação, eheheheh...
De poetazarolho a 12 de Janeiro de 2013 às 21:15
“Sessões contínuas”

Holofotes da ribalta
São a grande tentação
Estão a ofuscar a malta
Que logo perde a noção

Por mais que se retrate
Sobre tudo vale opinar
No reino do disparate
Para a fama alcançar

E para à fama fazer juz
Sem dever à inteligência
Qualquer disparate produz

Uma onda de indignação
Sem qualquer consequência
E logo começa outra sessão.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 12 de Janeiro de 2013 às 22:25
Pois... terei de concordar
Que muitos, só pela fama,
Muito irão conjecturar
Sobre quem nos "faz a cama"!

Nunca o "poder invisível"
Foi tão bem representado
Pela gentalha sofrível
Que nos conduz, como a gado...

Ele são tantos incidentes,
Tantos direitos negados
E outros tantos já perdidos

Que até uma dor de dentes
Faz ressoar, nos "tablados",
As queixas dos já excluídos...


Poeta, até o meu sonetilho vai meio disparatado... mas sim, é verdade e é naturalíssimo que assim seja. Não é o mais desejável, mas é humano... as pessoas sentem - literalmente! - o chão a fugir-lhes debaixo dos pés... encarando isto individualmente, muitos estarão habituados a este tipo de "desgraças" ... mas há uma enorme diferença entre a "desgraça", que pode acontecer a uma pessoa qualquer, e a que está a acontecer a todo um povo. É um tremendo fenómeno social e muitos sentem-no... outros, apenas o vão pressentindo. Pedir à generalidade da população portuguesa que pense e aja com alguma racionalidade é o mesmo que pedir ao meu Kico que venha para aqui escrever um soneto em decassílabo heróico enquanto eu vou lá dentro descansar um pouco...

Abraço grande!




De poetazarolho a 12 de Janeiro de 2013 às 21:19
Luciano na ponte.
De poetaporkedeusker a 12 de Janeiro de 2013 às 22:32
Vou vê-lo e ouvi-lo... com o consentimento da ligação, claro.
De poetazarolho a 13 de Janeiro de 2013 às 17:31
NO PAÍS DAS APARÊNCIAS

Da ONU, coordenador,
Era um qualquer burlão
E, assim, o impostor
Fazia encenação.

Era Professor e Doutor,
Vinha escrito no cartão
Que exibia o figurão
Para mostrar seu valor

Aceite em muitos salões,
P´ra gente muito famosa
Proferia seus sermões…

No país das aparências
Quaquer merda é bem cheirosa
E exportam-se as essências.

Eduardo
De poetaporkedeusker a 13 de Janeiro de 2013 às 22:28
Amigo Eduardo, já não lhe respondo hoje. Estou há muitos dias com dores de dentes e sinto-me incapaz, pela dor e pelo cansaço, de escrever seja o que for que jeito tenha.
Agradeço-lhe muito o seu sonetilho a que espero conseguir dar uma resposta... amanhã. Hoje, nem inspiração, nem concentração para nada... já tentei responder ao Pedro e o sonetilho saiu tão mau que quase tive vergonha de o enviar...

Um grande abraço para si e Maria dos Anjos!
De poetazarolho a 13 de Janeiro de 2013 às 17:36
“The end”

Os dois últimos seres
Que no planeta sobraram
Muito dados aos prazeres
Por fim assim pensaram

Foram tempos irracionais
Que acabámos de passar
Por isso não queremos mais
E decidiram não procriar

Num dia ao entardecer
Quedaram-se a contemplar
Toda essa irracionalidade

Acabaram por morrer
Nada mais há pr’a contar
Foi o fim da humanidade.
De poetaporkedeusker a 13 de Janeiro de 2013 às 22:18
Ai, Poeta... eu fui buscar um texto muito, muito velhinho para postar no Facebook porque não me sinto em condições de escrever quase nada... mas deixe ver se consigo...

Impõe-se a sobrevivência
Quando se fala de vida
E até mesmo a pura ciência
Nos fala disso, à partida...

Mais que esperança irracional,
Sei, com todo o meu "saber",
Que todo e cada animal
Não deixa a espécie morrer

Creio na força da vida
Muito além duma existência,
Muito além de tudo o mais;

Da coisa que foi esquecida
Mas viveu sua experiência
Como os outros animais...


Sei que está "coxinho" e horrível, Poeta... mas a dor de dentes está a desconcentrar-me... desculpe

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. O MOMENTO DA RECEPÇÃO DA ...

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds