.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2012

NOS TEUS OLHOS, MIL SÓIS...

(Em decassílabo heróico)

 

Quando o sol nos teus olhos se reflecte

E  pasmos, inocentes, me procuram,

Nas pupilas, quais setas que perfuram,

Rendido, aquece o gelo e se derrete…

 

Cada olhar, feito sol, me compromete

Vazios e escuridões, quando perduram,

E quantos medos restem se me curam

Nesse olhar que os desmente, se os repete…

 

Há sóis nas finas setas que me lanças,

Há notas de harmonia, há ternas danças,

Há silêncios solar´s, serenos, castos...

 

Há meu felino irmão, mil setas d`oiro

Que, em cúmplice feitiço, em suave agoiro,

Me devolvem, brilhando, os dias gastos…

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 30.12.2012 – 15.11h

 

Reformulado - Maio 2016

 

 

Ao Sigmund Freud, o mais amado dos meus amigos gatos

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 13:19
link do post | "poete" também! | favorito
|
59 comentários:
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 14:11

sortudo esse teu Sigmund...
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 14:32
Está tão velhotinho que até tenho algum receio de que seja o último ano que passo com ele... o Beethoven foi-se na noite de Natal de 2012 e custou-me tanto... mas o Sigmund ainda se vai aguentar mais uns tempinhos!!!

Boas entradas, Anjo!

Hoje continuo com febre e nem sei se me aguento sem ir à cama até à meia noite... vou fazer por isso... o ideal seria mesmo nascer-me mais algum poema... é cá uma satisfação quando me nascem aqueles que eu tenho mesmo consciência de serem bons... mas hoje estou mesmo muito fracota e cheia de arrepios... a ver se me aguento por aqui... mas a doidinha da ligação também não está a ajudar nada... o sinal está praticamente "desaparecido"...
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 21:31

destilado como estou

desejo uma noite feliz
e um belo momento também de tempo...

xoxo fofo daqui dos calhaus da Covilhã

De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:14
Olha que ainda não é meia noite!!! Feliz 2013, Anjo!
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:16
já tou a destilar fermento
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:18
Ahahahah!!! Deixa um destilante para a meia noite! Aqui vai um
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:24

De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:28
Ahahahah! Agora é que fico "virtualmente destilada"!
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:30

De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:54
Beijinho também para ti, Anjo!
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 23:09

todo fofo também pra ti
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 23:22
Estou com sono mas quero ver se aguento mais este pedacinho... BOAS ENTRADAS!!!
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 15:10

um bom dia par ti
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 15:14
... estou ligeiramente menos dorida do que ontem, pelo menos... e está um belo dum solzinho!
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 15:21

pelo menos veio o Rei sol iluminar-nos

feliz tarde MJ
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 17:32
... que seja esse, que eu não quero ficar sem cabeça, eheheh... mas já se está a esconder e o friozinho a aumentar
Tirei o Kispo e vou ter de o vestir outra vez...

Feliz fim de tarde, Anjo... que doidinha de ligação esta! Nunca sei se estou online... está sempre a deixar-me "pendurada"...
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 21:07
uma feliz noite
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 21:43
Feliz noite, Anjo!
Que ligação tão insuportável... o sinal está meio cheio, mas... cai, cai, cai...
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:27
só pró ano que vem
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 14:16

Uma bela e aprazível noite de fim de ano
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 14:41
Tenho as mãos tão geladas que parece que as meti no frigorífico
Vou tentar não me deitar antes da meia noite, mas não sei, não... que fri-i-i-i-o!!!

FELIZ NOITE, Anjo
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 21:33
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:11
eheheh, ia colocar a minha chávena de chá, mas aqui vai, para te fazer companhia, Anjo!
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:20

já tou com a quadrófonia avariada
a verticalidade...xoxo pra ti e bela noite também


à momentos pensava pra mim em como estou cansado
mas continúo...

De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:25
Pois também sou assim, eheheh... só paro quando já não faço mesmo nada de jeito...
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:28
a gente pró ano................
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 22:30
Pr`ó ano é ano de muita luta, Anjo
De jabeiteslp a 31 de Dezembro de 2012 às 22:31
daqui a uma hora e meia...
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 23:19
... já falta pouquinho, Anjo!
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 02:58

tou destilado
mas uma bela noite pra todos
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 13:19
... um belo primeiro dia do ano para ti, Anjo!
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 15:13

já tou melhor
mas ainda meio arrombado...

feliz dia
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 15:16
Pois! Imagino! Deve ter sido da... "carroça", eheheh
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 15:23

ver se consigo sair à rua um bocadinho
o sol encadeia-me ainda

foi a carroça hé hé hé táva pesada
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 18:02
Pois devia estar bem pesada, eheheh... chegou a noitinha, ainda meia indecisa que não escureceu completamente... mas não tarda...

Feliz noite, Anjo!
De jabeiteslp a 1 de Janeiro de 2013 às 21:12
Feliz noite
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 21:59
Feliz noite, Anjo!
De jabeiteslp a 2 de Janeiro de 2013 às 14:04
uma bela tarde ..de solinho
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 14:24
Uma bela tarde para ti, Anjo! A malfadada ligação está a dar-me conta da paciência e nem me deixa trabalhar... estou a ficar danadinha com ela!

... mas não te assustes que isto é só mesmo com a ligação
De jabeiteslp a 2 de Janeiro de 2013 às 17:11

que seja uma bonita tarde também pra ti
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 18:02
... uma tarde doidinha de todo, é o que está a ser... nem dá para escrever nada com a atenção sempre posta na traidora da ligação...

Que seja muito boa o restinho da tua... já se vai pondo escuro
De jabeiteslp a 2 de Janeiro de 2013 às 21:28

mas uma bonita noite
Sigmund e companhia

olhares em dia...
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 21:37
Boa e sossegada noite para ti, Anjo!
De jabeiteslp a 2 de Janeiro de 2013 às 22:01
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 22:12
De poetazarolho a 31 de Dezembro de 2012 às 20:39
“2013”

Este ano que ora finda
Não vai deixar saudades
O que não terminou ainda
Já prepara suas maldades

Ainda assim meus votos são
De paz, saúde e amizade
Para todos sem excepção
E que haja solidariedade

Há quem deseje paciência
Por não nos conhecer bem
Ou saberia por experiência

Essa temo-la nós de sobra
E não é o ano que aí vem
Que a nossa vontade dobra.
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 21:11
Ele, de bom, não teve nada
E o próximo... promete
Uma desgraça pegada...
É quase um "diabo a sete"!

Acrescento muita força
Pr`a tentar mudar a sorte!
Que o governo nos não "torça",
A todos, até á morte!

Hoje estou com tantas dores
Que mal consigo escrever,
Mal consigo estar sentada

Quem sabe, dias melhores
Possam vir a prometer
Uma melhor desgarrada...


Ai, Poeta... estou a acabar este 2012 num estado muito mauzito... mas pode ser que amanhã já esteja menos dorida e um pouco mais inspirada!

Um muito, muito Feliz 2013 para todos vós


Aqui ficam as respectivas para os que gostam de bebidas alcoólicas e para os abstémios
De poetazarolho a 31 de Dezembro de 2012 às 20:45
Errata
Onde se lê “O que não terminou ainda”
Deve ler-se “O que não começou ainda”
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 21:29
Eu percebi, Poeta!
De poetazarolho a 31 de Dezembro de 2012 às 20:58
A ponte foi adiada.
De poetaporkedeusker a 31 de Dezembro de 2012 às 21:29
E eu vou até lá!
De poetazarolho a 1 de Janeiro de 2013 às 12:34
O chá foi assaltado.
De poetaporkedeusker a 1 de Janeiro de 2013 às 12:39
Eheheh... desculpe, Poeta, mas foi a primeira coisa que eu li, online, neste primeiro dia do novo ano... nem sei porquê, deu-me vontade de rir... mas vou lá ver...
De poetazarolho a 1 de Janeiro de 2013 às 22:04
“Pai do Adamastor”

Anunciará o ano novo
Cá o nosso presidente
Mas que dizer ao povo
É tudo tão deprimente

Evocar passado de glória
Que nos deu meio mundo
Tentar inverter a história
Deste presente imundo

Alimentar monstro estado
Que se tornou arrasador
E nos deixa sem tostão

Regressemos ao passado
Procuraremos o Adamastor
Revivamos a superstição.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 12:49
Em luta contra a loucura
Desta absurda ligação
Que parece não ter cura
E na qual não tenho "mão",

Só lhe digo que não sei
O que disse esse senhor
Pois bem lesta desliguei
Meu aparelho emissor...

Foi "protesto protestado"
De forma a tornar visível
Minha indignada postura

E assim, com ele desligado,
Mostrei-lhe o mais previsível,
Nestas "ruas da amargura"...


Abraço grande, Poeta. Não lhe respondi ontem porque a ligação estava - e continua... - tão instável que as minhas, mais do que muitas, dores de cabeça e coluna acabaram por me vencer a teimosia...
De poetazarolho a 1 de Janeiro de 2013 às 22:08
Esgotado na ponte.
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 12:56
Esta ligação também me está a esgotar a paciência... são 10 minutos de manobras e mais manobras para conseguir 10 segundos online... mas eu vou tentar lá ir!
De poetazarolho a 2 de Janeiro de 2013 às 07:10
Chá sem veneno.
De poetaporkedeusker a 2 de Janeiro de 2013 às 14:03
Um Chá inocente, portanto

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds