.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2012

SONETO À MINHA LOUCA, LOUCA INSPIRAÇÃO...

(Em decassílabo heróico)

 

Venho tarde e más horas porque venho
de um momento lunar que desconheces
no despontar da teia em que te teces
há mais do que a noção que tens de “antanho"

 

Se firo, qual “maleita” ou corpo estranho
e me alheio do tanto que padeces,
é por puro desdém das gastas preces
que te confesso já, nego e desdenho!

 

Matéria, anti-matéria… o que me importa
se, ao ser razão de ti, me quedo absorta
pr` assombrar-te depois, sem mais razão,

 

E, sempre que me julgues quase morta,
te invadir, derrubando a frágil porta
que usaste pr`a fechar-me o coração?

 

 

Maria João Brito de Sousa – 18.12.2012 – 02.47h

 

NOTA – Soneto reformulado a 20.06.2015

 

IMAGEM - "Mulher em Molho de Luar", Maria João Brito de Sousa - 1999

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 12:26
link do post | "poete" também! | favorito
|
78 comentários:
De jabeiteslp a 18 de Dezembro de 2012 às 13:52

e viva a loucura da inspiração

tal um amor desamor
sempre em completa desunião...


brinco e viva a loucura da inspiração
De poetaporkedeusker a 18 de Dezembro de 2012 às 16:24
Já viste a que horas ela me chegou, Anjo??? Mas... viva a inspiração, mesmo quando chega tarde e más horas!!!

Feliz tarde para ti e muito obrigada
De jabeiteslp a 19 de Dezembro de 2012 às 08:05
um belo dia
e boa ligação também
De poetaporkedeusker a 19 de Dezembro de 2012 às 12:40
O sinal está fracote, mas... até agora está a aguentar-se bem... os "rodinhas baixas" estão melhores do que eu, eheheh... tadinhos...

Feliz dia Por aqui, voltou o friozinho...
De jabeiteslp a 20 de Dezembro de 2012 às 07:36
Feliz dia por aí também
De poetaporkedeusker a 20 de Dezembro de 2012 às 12:13
... muito feliz, por aí
De poetazarolho a 18 de Dezembro de 2012 às 21:08
“O papão”

Está aqui a tal papeleta
Que comprova a inacção
Ninguém me comprometa
A troika é que é o papão

Papa todo um estado
E ainda rói o seus ossos
O governo do outro lado
Fica assim sem remorsos

É governo pau mandado
O pau já não vai e vem
Está sempre a dar nas costas

Deste povo tão fustigado
Que já não sabe o que tem
E tem no governo umas bostas.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 18 de Dezembro de 2012 às 21:51
Porcaria de ligação!!! Já perdi um sonetilho por causa dela... só me lembro do terceto final...

Faça-se isto à moda antiga
Negando aquele que falou
Só pr`agradar ao poder!

Mas fiquei desinspirada de todo com esta maluqueira da net, Poeta... respondo-lhe amanhã, está bem?

Abraço grande!
De poetazarolho a 19 de Dezembro de 2012 às 20:11
Hoje de manhão não houve chá, fui mais cedo para dar sangue, esteve o IPS a fazer colheitas lá na fábrica.
De poetaporkedeusker a 19 de Dezembro de 2012 às 22:20
Fez muito bem, Poeta! Eu bem gostava de poder dar mas os anticorpos A.N.A. estão sempre muito alterados e não posso dar...

Abraço grande!
De poetazarolho a 18 de Dezembro de 2012 às 21:18
Regina está na ponte.
De poetaporkedeusker a 18 de Dezembro de 2012 às 21:21
Vou já, Poeta! A ligação está outra vez doidinha de todo...
De poeta_extase a 19 de Dezembro de 2012 às 00:49
Soneto louco mesmo. |Loucura de genialidade.
Parabéns caríssima
e que Deus de dê um bom natal e venturoso ano novo!
Adílio Belmonte
Belém-Pará-Brasil
De poetaporkedeusker a 19 de Dezembro de 2012 às 13:04
Feliz Natal também para si, poeta irmão do Brasil!
Muito, muito obrigada pelas suas palavras!

Um grande abraço!





De poeta_extase a 19 de Dezembro de 2012 às 00:54
No próximo ano no irei a Portugal. Talvez editar um livrinho aí . E conhecer essa genial poetisa que aqui nos emociona com seus sonetos.

Adílio Belmonte,
Belém-Pará - Brasil
De poetaporkedeusker a 19 de Dezembro de 2012 às 13:57
Terei muito gosto em conhecê-lo, Adílio!

Outro abraço e os meus votos de um Feliz Natal!
De poetazarolho a 19 de Dezembro de 2012 às 20:08
“Pulsações”

Horas não escolhem horas
Dias não escolhem dias
Não há tempo p’ra demoras
Mas há tempo para fobias

Corre à sua velocidade
Sem encolher nem esticar
O tempo sem plasticidade
Dura apenas o que durar

Vai comprimindo a vida
Vai esmagando o viver
Bomba mais o coração

Pois na actual corrida
Não há tempo a perder
Aumenta-se a rotação.
De poetaporkedeusker a 19 de Dezembro de 2012 às 23:09
Rode o tempo o que rodar,
Nem as noites nem os dias
Se esquecem de nos lembrar
De tantas "desarmonias"...

Dure o tempo o que quiser
Que há-de haver quem lhe resista
E deite o tempo a perder
Por mais que esse tempo insista...

É tudo questão de teima
E de não ceder jamais
Às imposições erradas...

Nem tudo o qu`arde nos queima
Embora, em tempos que tais,
Haja umas teimas... trocadas...


Abraço grande, Poeta!
Lembrei-me que não cheguei a escrever o sonetilho de ontem... mas também estou muito desinspirada, hoje... fica para amanhã.
De poetazarolho a 19 de Dezembro de 2012 às 20:10
Guitarras na ponte.
De poetaporkedeusker a 19 de Dezembro de 2012 às 22:20
Vou ouvi-las!
De poetazarolho a 20 de Dezembro de 2012 às 07:34
Chá do fim.
De poetaporkedeusker a 20 de Dezembro de 2012 às 12:14
Eh lá... está muito categórico, o senhor Chá! Vou vê-lo, Poeta!
De Peter a 20 de Dezembro de 2012 às 13:22
Tanta e bela poesia para um Natal Feliz!! Que assim seja, cheio de Amor ,Esperança, e Vida! Um beijo.
De poetaporkedeusker a 20 de Dezembro de 2012 às 14:03
Olá, Peter!

Obrigada e um Feliz Natal!

Um bacino
De poetazarolho a 21 de Dezembro de 2012 às 00:29
“Nova era”

Chega a Roma Alarico
Apenas para saquear
Aqui é que eu não fico
Idade média vai começar

Mas Constantinopla caiu
Idade moderna começa
Só que o povo Maia previu
Não ficaremos sempre nessa

Nosso tempo está a acabar
Pela crise será asfixiado
Nova era prestes a começar

É esse futuro anunciado
Sabia esse povo milenar
Qu´o mundo não fica parado.
De poetaporkedeusker a 21 de Dezembro de 2012 às 12:11
Pois eu acordei cedinho
Pr`a ver o mundo acabar
Mas perdi o "teatrinho",
Nada vi... nem a sonhar...

Mas, parada é que não fica
Esta bola giratória
O que, tão só, significa
Que há que ter em conta a História

Os humanos sempre foram
Louquinhos por previsões,
Por destinos e por Karmas

Mas quantas vezes demoram
Nas velhas contradições
De querer paz através de armas...

Saiu muito disparatado e sem inspiração nenhuma, Poeta...estou muitíssimo cansada porque tive de ir aos CTT. A Isa levou-me lá, mas ela aproveita sempre para ir ao supermercado e eu, hoje, estava especialmente sem força física...


Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds