.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2012

NAVALHA OBLÍQUA NUM BECO SEM SAÍDA - Em nove sílabas métricas

É tão crua esta oblíqua navalha

Que apunhala os sentidos da gente,

É tão suja, é tão vil que não falha;

Assassina e… disfarça, inocente!

 

Se debalde lhe foge a canalha

Que afinal lhe foi sempre indiferente,

Ela fixa, encurrala e estraçalha

Cada um dos que em fuga pressente…

 

Mas que importa a navalha cruenta

De um poder que nos quer degolar

Se outra força imperiosa argumenta

 

Numa voz que até mortos sustenta

Pr`a dizer que é morrer ou lutar

E, à navalha, nem sangue a contenta?

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 22.11.2012 – 01.48h

 

 

 

IMAGEM - The Charnel House - Pablo Picasso 1944/45

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:15
link do post | "poete" também! | favorito
|
14 comentários:
De jabeiteslp a 22 de Novembro de 2012 às 13:11

caramba
isto é que é versar


feliz tarde MJ
De poetaporkedeusker a 22 de Novembro de 2012 às 13:31
Eheheheh... já deste com ele! Este saiu-me a desoras, mas veio cá com uma força... e eu a querer publicá-lo e o raio da net muda e queda que nem um sinalzinho dava... foi uma luta para lhe conseguir "dar voz"...


Feliz tarde, Anjo!
De jabeiteslp a 22 de Novembro de 2012 às 20:56

saber...
De poetaporkedeusker a 22 de Novembro de 2012 às 22:21
De jabeiteslp a 22 de Novembro de 2012 às 22:26
feliz noite MJ...

De poetaporkedeusker a 22 de Novembro de 2012 às 23:05
Feliz noite, Anjo!
De poetazarolho a 22 de Novembro de 2012 às 21:40
“Português não”

Reformamos o estado
Agora é que é de vez
Já está quase prostrado
Reforma-se por invalidez

Está a matar-nos devagar
Sem ter dó nem piedade
O bom caminho é matar
Também esta sociedade

Que nos coloca à deriva
Em estado de calamidade
E nos causa desfaçatez

Ou como alternativa
Nossa única prioridade
É deixar de ser português.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 22 de Novembro de 2012 às 22:57
Portuguesa, sim senhor!
Talvez não "patrioteira",
Mas nutrindo um franco amor
Por esta terra trigueira!

Sei que devagar nos mata
E que vai acelerando
Porque o governo retrata
O poder que o vai mandando

Mas, à d`riva, não estaremos,
Temos sempre alternativas
E eu sei que resistiremos!

Tenho outras prioridades
Muito acesas, muito vivas,
Muito adeptas das vontades...


Abraço grande, Poeta!
De poetazarolho a 22 de Novembro de 2012 às 21:55
Pássaros dançam na ponte.
De poetaporkedeusker a 22 de Novembro de 2012 às 22:26
Vou ver os pássaros na Ponte, Poeta!
De poetazarolho a 23 de Novembro de 2012 às 07:16
Chá sem festa.
De poetaporkedeusker a 23 de Novembro de 2012 às 13:04
Nem sempre se está em festa... vou vê-lo!
De Peter a 2 de Dezembro de 2012 às 21:35
Oi poetisa,tudo bem?????
De poetaporkedeusker a 3 de Dezembro de 2012 às 15:58
Peter!!!!
Que vergonha... nem sequer tenho conseguido ir visitar os seus sonetos... nada! Não visito ninguém e mal vou conseguindo ter tempo para responder a mails e comentários e manter as publicações nos blogs, no Face e nas páginas e plataformas para que fui convidada... é que nem esta última parte está minimamente em dia... mas vou agora!

Bacini!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

. DEPOIS DA MARÉ-CHEIA...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. RUGA A RUGA

. GLOSANDO ALBERTINO GALVÃO...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds