.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 26 de Outubro de 2012

SONETO PARA UM AMIGO QUE PARTIU NO NATAL PASSADO


É claro… a vida muda, o tempo passa…

Amores? Estes que tenho e que bendigo,

Aos quais voto amizade e dei abrigo

Sem sequer distinguir qual fosse a raça…

 

Sorrio ao relembrar quanta era a graça

Deste meu negro e carinhoso amigo…

(ama-se um gato sem correr-se o p`rigo

de que esse amor se canse e se desfaça…)

 

Os únicos "senãos" – eu sei-o bem! –

São os limites que esta vida tem

E que, um dia, nos lançam num desnorte

 

Quando, chegado o tempo da partida,

Entendemos que o tal final de vida

Depõe tão grato amor nas mãos da morte…

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 26.10.2012 – 02.04h

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 02:17
link do post | "poete" também! | favorito
|
121 comentários:
De jabeiteslp a 26 de Outubro de 2012 às 07:36
grandes verdades
nesse toque pessoal só teu...bonito

feliz dia
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 13:13
Obrigada, Anjo

Agora não chove e o sol vai sorrindo timidamente... mas não está lá muito seguro, este sorriso solar...

Feliz dia, com ou sem chuvinha
De jabeiteslp a 26 de Outubro de 2012 às 14:24
uma grande feliz tarde
que aqui
é chuvinha de engrossar o ruido das ribeiras...
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 14:38
Por aqui o céu está a ficar ameaçador... uns cinzentos escuros que prometem muita chuvinha...
De jabeiteslp a 26 de Outubro de 2012 às 20:48

e eu nos destilantes ....aqui do Académico...

De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 00:42
Ai, os destilantes! achei uma graça ao nome que tu lhes dás... nem imaginas! Vê lá, não abuses, eheheh...

Alegre noite, Anjo!
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 07:49
um bom dia e
uns destilantes com regra
sabem bem...
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 13:14
Boa tarde, Anjo!
Solzinho do bom, neste momento, por aqui. Mas já chuviscou...
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 13:32

frio o sol...nada mal por cá...
feliz tarde
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 13:47
O solzinho também continua a sorrir por aqui...
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 17:31
eu já bebi uns copinhos
filmei
e agora aguardo a hora de ir embora...TM da Covilhã...
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 17:35
Já???? Pensei que fosse demorar muito tempo...
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 17:38

hé hé hé

eu não sou grande fá de Lares...
mais logo irei...

feliz noite
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 20:05
Ahahahah... tudo bem. Penso que percebi. Desculpa mas imaginava-te nalguma festa da UBI...

Feliz noite, Anjo!
De jabeiteslp a 28 de Outubro de 2012 às 11:28
um grande e feliz domingo
que eu tô meio destilado...
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 13:18
Heheheh... já sei! Descansa bem!
De jabeiteslp a 26 de Outubro de 2012 às 07:54
esqueci dizer que publiquei
algo de mim também...
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 13:01
Vou ver, Anjo!

Feliz dia!
De jabeiteslp a 26 de Outubro de 2012 às 14:16
recordações minhas
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 16:48
E que entusiásticas elas são!
De jabeiteslp a 26 de Outubro de 2012 às 20:53

só pequenos momentos...
que a minha mais que nunca, matraqueia...hé hé he

feliz noite
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 00:35
eheheheh... pequenos bons momentos, Anjo... tudo isso é importante e faz bem a tudo
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 07:46
passá-los o melhor possivel...

um bom dia
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 13:19
Claro! Para mim o mais importante é um bom poema... e esses já só vêm de vez em quando... mas fico muito contente quando consigo fazer um...
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 13:35

a leitura já não será como era
mas bem, há que resistir...

feliz tarde
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 13:56
Olá, se há! Vivemos um momento em que é mesmo obrigatório resistir!
De jabeiteslp a 27 de Outubro de 2012 às 17:35

De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 20:07
... e vivam os resistentes, Anjo! Brindo com chá porque é a única coisa que tenho...
De jabeiteslp a 28 de Outubro de 2012 às 11:30

resistamos sempre...

feliz domingo

que eu até me doi o corpo todo...
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 13:17
Sempre, Anjo!

Olha que a mim também me dói o corpo todo e não bebi nem meio destilante... isto está tão mau que quase nem consigo andar e tenho o lado esquerdo do corpo todo dormente...

Está muito frio, por aqui, mas brilha um solzinho radioso!
De jabeiteslp a 28 de Outubro de 2012 às 14:56
mesmo assim
uma feliz tarde
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 15:10
E estou com ânimo, apesar de tudo... conseguisse eu mexer-me bem, Anjo e garanto-te que seria muito mais participativa em reuniões, reivindicações, manifestações... em tudo!
De jabeiteslp a 28 de Outubro de 2012 às 22:00

fica a gente nova para tal...

feliz noite que tá um frio....brrrrrr
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 22:09
A quem vens tu dizer que está frio, Anjo...

brrrr... mas que tenhas uma feliz e agasalhada noite
De jabeiteslp a 29 de Outubro de 2012 às 09:37

um feliz dia ...
De poetaporkedeusker a 29 de Outubro de 2012 às 16:50
está a ser esgotante... e esgotei-me nas coisas do dia a dia... mas não estou infeliz, Anjo!

Feliz tarde para ti!
De jabeiteslp a 29 de Outubro de 2012 às 19:22

uma noite repousada

De poetaporkedeusker a 29 de Outubro de 2012 às 19:31
Noite muito feliz para ti, Anjo!
De poetazarolho a 26 de Outubro de 2012 às 09:50
Chá sem culpa.
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 12:44
Vou ver, Poeta!
De poetazarolho a 26 de Outubro de 2012 às 19:56
“Repetição”

Repetição do passado
Nos futuros que virão
Tão certos com’os fados
Da nossa melhor tradição

Assim como a saudade
Não ficará do presente
Dum tempo d’insanidade
Povoado de gente demente

Há esperança que não morre
Mas é certo ficará insana
Com tantas desilusões

Vendo esta gente que corre
Contra a sua raça humana
Num futuro com repetições.
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 21:22
Foi-se dando um passo atrás
E outro, sem se perceber
Que há quem seja bem capaz
De tudo, pelo poder!

Mas, andar pr`a trás, não quero
Que o tempo era um tempo injusto
E, às vezes, mal me tolero
Se lhe evoco, enorme, o custo...

Esperança, enquanto esperança for,
Deita a mão a qualquer tempo,
Dá-lhe a volta e, logo mais,

Germinando, irá impor
A sua força, ao lamento,
E o seu brado, aos velhos "ais"...


Abraço grande, Poeta!


De poetazarolho a 26 de Outubro de 2012 às 20:01
Lanza na ponte.
De poetaporkedeusker a 26 de Outubro de 2012 às 20:55
Quero ouvi-lo, Poeta!
De poetazarolho a 27 de Outubro de 2012 às 07:09
Chá natural.
De poetaporkedeusker a 27 de Outubro de 2012 às 13:28
Chá natural... adivinhou que eu fiquei sem açúcar, Poeta? Eheheheh...
De poetazarolho a 28 de Outubro de 2012 às 08:46
Chá natural.
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 14:07
Vou já, Poeta!
De poetazarolho a 28 de Outubro de 2012 às 08:47
A MARATONA DO GASPAR

Andava o Ministro assaz agastado
Para lá e p´ra cá, sempre numa fona
E, assim, terminar a tal maratona
Sem ela, ao menos, haver começado.

Com um tal percurso, tão apoquentado
E mais com a crise torpe e comilona,
Julgando seus males já ter mitigado
Pôs-se a repousar, enfim, de poltrona.

Mas ele distraído, ou por seu intento
Esqueceu a regras duma tal corrida…
Não se correm milhas, sem ter alimento

E com os contendores mortos de canseira
E outros tombando, na pista, sem vida
Finou-se o prélio da pior maneira.

Eduardo
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 14:05
Venha o Gaspar dizer que o povo é grande,
Que somos pacifistas muito honrados...
Podemos ser assim mas, de zangados,
Já não há elogio que a fúria abrande!

Assim, não há nem mão que nos comande,
Corrente que nos prenda agrilhoados
Ao estatuto de escravos e calados
Pois gritamos: - A troika que desande!

Provámos, de injustiças, mais de mil,
Vimos do mal que fazem, das loucuras
Contra as conquistas desse nosso Abril!

Sabemos das mil coisas que nos doem
E, a bem de umas elites ditas "puras",
Do roubo dum futuro... que destroem!


Maria João

Muito obrigada por mais este soneto, amigo Eduardo!
Abraço grande para si e Maria dos Anjos!



De poetazarolho a 28 de Outubro de 2012 às 14:25
O chá cuida de nós.
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 14:34
ainda agora de lá vim... agorinha mesmo! Mas volto ao Chá!
De poetazarolho a 28 de Outubro de 2012 às 17:55
“Gritaria não”

Vinte meses apenas
P’rá linha de chegada
Mortos são às dezenas
Ao longo da caminhada

Representam o sacrifício
Desta longa maratona
São os ossos do ofício
Relvas não nos abandona

Procura dar-nos alento
Só não quer é gritaria
Que incomode majestade

Paguemos o seu sustento
Pois essa é a única via
P’ra não sentir austeridade.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 28 de Outubro de 2012 às 20:22
Não sei que corrida é essa
Que inclui o Relvas e tudo
Nem que incumprida promessa
Surge desse apelo mudo...

É a corrida ao poder?
Mas no poder já eles estão
E assim fico sem saber
Até da "refundação"...

Se é pr`á chegada de alguém
Estou pronta pr`ás "boas-vindas"
Mesmo que não possa andar

Pois não hei-de ficar sem
Dizer-lhe as palavras lindas
Que agora estou a lembrar...


Abraço grande, Poeta!




Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

. RUAS

. A PAUTA INVISÍVEL

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. DIÁLOGOS ENTRE MÃE E FILH...

. SETEMBRO(S)

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds