.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Terça-feira, 14 de Agosto de 2012

JOGO DE XADREZ NUMA TARDE CHUVOSA

 

O jogo recomeça… a tarde escura

Ameaçando chuva, o vento uivando…

Enquanto observo a rua, o céu, chorando,

Renova-me as fraquezas já sem cura…

 

A chuva, gota a gota, já perfura

O abrigo que me estive improvisando

Até que inteiramente o vai molhando

E dissolvendo a frágil cobertura…

 

Recolho o tabuleiro. A noite chega…

Mais gota, menos gota, eu acredito

Que a chuva possa ter o estranho fito

 

De dissolver tão só quem se lhe nega…

(se desisto de um jogo, assim, perdido,

jogá-lo nunca fez qualquer sentido…)

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 14.08.2012 – 20.44h

 

 

IMAGEM RETIRADA DA NET, VIA GOOGLE

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 21:00
link do post | "poete" também! | favorito
|
79 comentários:
De poetazarolho a 14 de Agosto de 2012 às 22:48
“Promessas mil”

Não haverá mais regabofe
Na república das bananas
Não encaixa nesta estrofe
Nem nas ideias que emanas

Importante é não falhar
No controlo da despesa
Nem que tenham d’emigrar
E a malta fique toda tesa

Neste ano de transição
Qu’o seguinte já não será
De tamanha aflição

A esperança espreitará
Em vésperas de eleição
Promessas mil haverá.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 15 de Agosto de 2012 às 00:39
Ah, pois claro que haverá!
Promessas não faltarão
E até quem nada dá
Vai jurar que todos dão!

"Acima, acima, gageiro!
Acima, ao tope real..."
Hão-de "atirar-nos" dinheiro
Redimindo o capital...

Diga que é de transição!!!
Eu prefiro dar-lhe o nome
De crime de alta traição

Perpetuado por quem
Rouba mesmo a quem tem fome
Fingindo que não viu bem!


Este ainda me veio a correr, rsrsrs... aproveitei, claro!
De poetazarolho a 15 de Agosto de 2012 às 12:26
As portas do inferno esperam.
De poetaporkedeusker a 15 de Agosto de 2012 às 13:37
Bem... também existe a Boca do Inferno... e é um lugar lindíssimo! Vou ver!
De poetazarolho a 15 de Agosto de 2012 às 12:26
O chá decidiu.
De poetaporkedeusker a 15 de Agosto de 2012 às 12:35
Vou ver que decisão ele tomou... espero! O sinalzinho da ligação está mesmo, mesmo a desaparecer...
De poetazarolho a 15 de Agosto de 2012 às 22:11
“Sonho de menino”

O ministro desconhece
Documento desaparecido
Um ministro não esquece
Assim deverá ter sido

Foi ao fundo o documento
Tal e qual o submarino
Perdeu-se por um momento
Era um sonho de menino

Jogar à batalha naval
Com grandes embarcações
E poder de fogo real

Que nos custa uns milhões
Chefiou as negociações
P’ra orgulho do país natal.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 15 de Agosto de 2012 às 23:45
E eu pr`aqui preocupada
Por causa de uns manuscritos,
De uns papelitos de nada
Ao pé dos que são descritos!

Nem copiazinhas, ao menos?
Ele há sempre uns tais mistérios,
Uns grandes, outros pequenos,
A pairar nos ministérios...

Neste velho apartamento
Em que eu, agora, resido
Tudo aparece a seu tempo...

Se hoje não acho... lamento
Que ande tudo tão perdido...
Acharei quando o não tento...

O meu sinalzinho de rede está quase invisível..., Poeta... este é um triste sonetilho mas, pelo sim, pelo não, vou copiá-lo. Estou muito desinspirada e estive quase três horas ao telefone com uma tia velhinha que não vejo há um bom tempo... acabei por ficar tão ou mais cansada do que ela...
Abraço grande!
De poetazarolho a 15 de Agosto de 2012 às 22:15
A ponte serenou.
De poetaporkedeusker a 15 de Agosto de 2012 às 23:12
Vou até lá, Poeta!
De jabeiteslp a 16 de Agosto de 2012 às 08:25

e como vai a partida ?

olá, um bom dia
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 12:37
eheheheh... sou muito apressada, nestes jogos de xadrez... perco a maior parte deles mas, volta e meia, ganho dois ou três de seguida, em cinco minutos ou pouco mais... por estranho que pareça, relaxa-me... ou melhor, quebra, de alguma forma, o ritmo da escrita, da leitura e a "dança da esfregona"... mas nunca jogo "a sério"... há sempre alguma coisa mais importante para fazer, por isso me habituei a usá-lo como... sei lá... "terapia do cansaço intelectual"? Naaa... não fica nada bem... deixa cá ver... olha, nem sei como lhe chame! Nunca joguei "a sério", nunca me senti com disposição para passar quatro ou cinco horas concentrada nisto, a ver se conseguia ganhar ao computador... raramente faço com que um joguito me dure mais do que 20 ou 30 minutos e, na maioria das vezes, são mesmo os tais cinco minutinhos...
Um feliz dia, Anjo!
De jabeiteslp a 16 de Agosto de 2012 às 14:09

e muito bem
penava que andavas envolvida
nalgum campeonato..."de pensadores"

que até parecem dormir ..hé hé hé


feliz tarde
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 15:15
A propósito de dormir... vou contar-te uma que me fez rir que eu sei lá! Conheces aqueles chás para "ajudar a dormir"? Sei lá como aquilo se chamava ou o que tinha... era "sonhos felizes" ou qualquer coisa parecida... pois bem, tinha-se-me acabado o cházito do costume e eu lá andei a rebuscar na despensa e encontrei o dito-cujo. Mal reparei no que era... sabia que era chá e eu tenho o hábito de escrever sempre com um copo de "água chalada" na mão ou, pelo menos, ao alcance dela... o que é certo é que todo o santo dia fui bebendo aquilo... que nem era mau de sabor. À hora do jantar já estava com uma soneira que mal me aguentava de pé e muito longe de me lembrar que pudesse ser do chá... olha, nem me lembro de me ter ido deitar! Só sei que me deitei porque, no dia seguinte, acordei na cama...
Nesse dia fui às compras e lá adquiri a beberagem do costume. A outra ficou esquecida... e eu sempre sem saber que "mistério do sono" tinha sido aquele, até que um dia, ao arrumar o armário, me deparei com a caixinha e, pela primeira vez, reparei no tal nome que já nem recordo muito bem... "sonhos felizes", "noite descansada", sei lá... só então ficou resolvido "o estranho caso da noite em que nem sequer me lembro de me ter ido deitar", eheheheh... aquela coisa funciona mesmo!
Pelo sim, pelo não... foi para o lixo! Também já tinha ultrapassado o prazo de validade há uns bons anos e, se calhar, deu-se alguma modificação química na coisa...

Um abraço para ti, Anjo!
De jabeiteslp a 16 de Agosto de 2012 às 20:34

Marula...que só quem
na África se desdobrou também...ou não ...hé hé hé


feliz noite pra ti
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 22:58
Correndo o risco de parecer mais do que ignorante, confesso-te que não sei o que é Marula... também nunca saí deste jardinzito "à beira mar plantado"... posso imaginar que seja uma planta qualquer que tem propriedades soníferas... mas aquele era um chá de supermercado, não sei se teria essa plantinha...
Mas olha que não és a primeira pessoa que pensa que eu já estive em África... penso que por causa das figuras das minhas telas... mas não, nunca lá estive...

Feliz noite, Anjo!
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 23:39
Ahahahahah!!! Obrigada, Anjo!
Que delícia! Olha que as figuras que eles fazem não ficam a dever nada às que nós fazemos com um copito a mais... e todos, todos, ficam num estado... bem... e o baboo com a mão na cabeça, por causa da ressaca!? Ahahahahah...
De jabeiteslp a 17 de Agosto de 2012 às 07:28
De poetazarolho a 16 de Agosto de 2012 às 19:36
“Assassinar o mundo”

O mundo está insolvente
Mas liquidez não lhe falta
Só no pensamento vigente
Não há valores na ribalta

Até é moda nem pensar
Muito além do momento
Até é moda não estudar
Qu’esgota o pensamento

Vai de valores desprovido
E pensamento moribundo
Rodando em torno do eixo

Quase morto e assim despido
Querem assassinar o mundo
Podem fazê-lo qu’eu deixo.
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 23:57
Poeta, a net está maluquinha e parece apostada em contagiar-me... não sei se vou conseguir responder-lhe ainda hoje... um documentário - na RTP2 - acerca de coiotes e, a seguir, o HOJE, deixaram-me um tanto ou quanto KO...
Agora ri-me bastante com um vídeo que o Anjo da Esquina trouxe até aqui... é tão engraçado! Se puder vá lá espreitar porque o link está por aí, nos comentários... e vale mesmo a pena ver a figura que eles fazem com aquela frutinha!
Mas, apesar de me rir, estou um bocadinho mais desanimada do que o costume... a realidade não está nada "mansa"...
Se não conseguir, respondo-lhe amanhã.
Abraço grande!
De poetaporkedeusker a 17 de Agosto de 2012 às 15:45
A liquidez não lhe falta,
Está é mal distribuída!
Quando a estupidez se exalta,
Temos a causa perdida...

Mas, do mundo, não desisto,
Nem destes seus habitantes
E, enquanto nele existo,
Estarei entre os militantes

Das Causas Não Desistentes,
Da Justiça e de uma Paz
Que, acredito, chegará!

Não das palavras dementes
Do "deixa-estar/tanto-faz"
Do pior que por cá há...


Se a ligação se mantiver "sereninha", vou agora levar-lhe a minha resposta, Poeta!
De poetazarolho a 16 de Agosto de 2012 às 19:41
Também serenou em inglês a ponte.
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 23:17
Olá, Poeta!!!
Vou lá ver!
De jabeiteslp a 16 de Agosto de 2012 às 22:30

feliz e bela noite
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 22:40
Feliz e bela noite também para ti!
De jabeiteslp a 16 de Agosto de 2012 às 22:55

deixo uma flor

uma noite feliz pra ti...
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 23:01
Obrigada, Anjo! Outra para ti

PS - A minha ligação está um desastre! Tem estado péssima nestes últimos dias... vem e vai, vai e vem...
De jabeiteslp a 16 de Agosto de 2012 às 23:30

chatices de fornecedores... que nos lixam...

uma feliz noite...
De poetaporkedeusker a 16 de Agosto de 2012 às 23:46
Feliz noite, Anjo
De jabeiteslp a 17 de Agosto de 2012 às 14:59

hoje a coisa também não funciona muito bem
enfim...

uma bela tarde
De poetaporkedeusker a 17 de Agosto de 2012 às 15:17
Agora melhorou... pode ser que seja só por um bocadinho, mas melhorou! E eu que tenho tantas coisas para ler, responder, actualizar... preciso mesmo que ela se aguente...

Belíssima tarde!
De jabeiteslp a 17 de Agosto de 2012 às 17:47

e eu fiz um filme dedicado à minha Mãe
88 anos...hoje.

feliz e bela tarde pra ti

De poetaporkedeusker a 17 de Agosto de 2012 às 23:35
Já o vi, Anjo! É uma bonita senhora, a tua mãe!
Obrigada por ma apresentares e parabéns aos dois!
De jabeiteslp a 18 de Agosto de 2012 às 00:43

por cima é surda
imagina o berreiro para comunicar...


bela e feliz noite
De poetaporkedeusker a 18 de Agosto de 2012 às 00:53
Faz parte da idade avançada... eu nunca lá chegarei, nem surda... mas está mesmo muito fresca e com um rijo aspecto, Anjo!
De jabeiteslp a 18 de Agosto de 2012 às 07:49

mais ou menos...

um belo e feliz dia
De poetaporkedeusker a 18 de Agosto de 2012 às 11:57
Um belo e feliz dia para vós, Anjo!
De poetazarolho a 17 de Agosto de 2012 às 07:16
O chá é infinito.
De poetaporkedeusker a 17 de Agosto de 2012 às 14:54
Só agora cá chego, Poeta A ligação só agora parece ter serenado um pouco...

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds