.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Segunda-feira, 23 de Julho de 2012

PINTURALTERNATIVA

A pena já me dói… que pena tenho

Que a pena, por doer, me perca assim…

E desperta o poema aceso em mim

Assim que pouso a pena e me detenho…

 

Por cada verso escrito, outro desenho,

E, assim que o terminar, todo um jardim

Como se esse poema fosse, enfim,

A tela que, magoada, então desdenho…

 

Cada palavra, um plástico murmúrio

A desenhar-se em flor num belo antúrio

Da cor que eu decidir nesse momento,

 

Porque a gestualidade, embora presa,

Não desdenha outras formas de beleza

Nem me acusa afirmando que nem tento…

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 23.07.2012 – 18.49h

 

 

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 21:03
link do post | "poete" também! | favorito
|
90 comentários:
De jabeiteslp a 23 de Julho de 2012 às 21:41

e ao bom de ser
já nem um link consigo fazer...


http://www.youtube.com/watch?v=CJaCEU8mrQs

uma bela noite
De poetaporkedeusker a 23 de Julho de 2012 às 22:35
Como não, Anjo? Está todo bonito, o link! Vou já até lá.

Noite feliz para ti!
De poetazarolho a 23 de Julho de 2012 às 23:05
“Tigres de papel”

A austeridade hipotecou
Siesta a nuestros hermanos
O tradicional sono acabou
Despertam por muitos anos

Acordam para o pesadelo
Por isso não querem dormir
Acordados não irão tê-lo
Se adormecem pode surgir

Bem vindos ao carrossel
Vertiginoso dos mercados
Não mais penseis sair daqui

Sois os novos tigres de papel
Para todo o sempre acordados
É a tortura do sono do FMI.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 24 de Julho de 2012 às 00:20
Nuestros hermanos têm um sono menos pesado do que o nosso, Poeta...

Mercados pouco "elitistas"...
No que toca a dizimar
Seguem a ordem das listas
Dos remédios pr`acalmar...

Fazem contas e maquinam
Pr`a salvar o seu sistema,
Mas são más águas que inquinam
As razões do próprio esquema...

Se isto não for surreal
- muito embora mascarado... -
Nem difícil de entender,

Devo ser eu quem está mal
C`um discurso atravessado
E sem forma de o esquecer...

Abraço grande, Poeta!





De poetazarolho a 23 de Julho de 2012 às 23:11
Ode que triunfa, na ponte.
De poetaporkedeusker a 23 de Julho de 2012 às 23:42
Vou ver essa Ode Triunfal, Poeta!
De poetazarolho a 24 de Julho de 2012 às 10:49
O chá comunica.
De poetaporkedeusker a 24 de Julho de 2012 às 14:11
Já somos dois... o Chá e eu!
De jabeiteslp a 24 de Julho de 2012 às 14:36

ao belo sorriso teu

e uma feliz tarde também.
De poetazarolho a 24 de Julho de 2012 às 21:44
“Eternidade II”

Não deve ser obsessão
Porque a eternidade vem
E com ela a consagração
Acaba por chegar também

Conferindo a imortalização
Que esta vida nunca tem
Apenas com a reencarnação
Nessa outra vida se obtém

E assim tornado imortal
Com a obra reconhecida
Uma estátua te erguerão

Majestosa, na terra natal
Não nesta, mas noutra vida
Para sempre te reconhecerão.
De poetaporkedeusker a 24 de Julho de 2012 às 22:10


Que maior estátua, o escritor,
Pode ter quando, se lido
E tendo dado o melhor,
For, depois, compreendido?

Houve tempo em que sonhei
Uma estátua, é bem verdade,
Mas cresci e agora sei
Que era mera ingenuidade...

Sonho ainda, isso é bem certo,
Ser lida ao longo dos tempos,
Ficar cá, depois da morte

Qual poema a descoberto
Da alegria ou desalentos
Que nos calharam em sorte...

Já cá volto, Poeta! Hoje é o 1º aniversário do Rádio Horizontes!








De poetazarolho a 24 de Julho de 2012 às 21:52
La ponte da gracias.
De poetazarolho a 25 de Julho de 2012 às 10:09
O chá dos deuses.
De poetaporkedeusker a 25 de Julho de 2012 às 11:32
A velha Ambrosia? Vou ver
De poetazarolho a 25 de Julho de 2012 às 18:17
Quem é a velha Ambrósia?
De poetaporkedeusker a 25 de Julho de 2012 às 18:29
Não... velha Ambrosia, Poeta, a bebida sagrada dos deuses do Olimpo. Era a esse néctar mitológico que eu me referia...

Espere lá que eu já lhe digo se a Wikipédia tem algum artigo sobre isso... deve ter...
encontrei este mas só em inglês http://en.wikipedia.org/wiki/Ambrosia li em diagonal, a correr, mas parece-me razoável. Depois, com tempo, hei-de procurar melhor. Parece-me impossível que não tenham nada em português...
De poetazarolho a 26 de Julho de 2012 às 00:47
OK, obrigado, um ser complementa sempre outro ser.

Significado de Ambrosia:
S.f. Substância mágica comida pelos deuses da mitologia grega e romana. ? Às vezes, era misturada com néctar e bebida. Os deuses mantinham sua imortalidade banhando-se nela ou esfregando-a na pele. Sem ambrosia, eles ficavam fracos. Um ser humano que a bebesse tornava-se forte e imortal. A palavra ambrosíaco significa delicioso, saboroso. / Fig. Coisa que deleita, que causa grande prazer; comida ou bebida deliciosa. / Bras. Doce de leite com ovos. (A pronúncia culta é também ambrósia, salvo o doce brasileiro.)

http://www.dicionarioinformal.com.br/significado/ambrosia/5908/
De poetaporkedeusker a 26 de Julho de 2012 às 12:04
Eu é que agradeço, Poeta! E olhe que isso das complementaridades é mesmo uma realidade... eu é que já complemento muito poucochinho porque estou cada vez mais "empenada"
Ainda quanto à Ambrosia, parece que surge agora como alimento, mas aquela gente no meio da qual eu cresci - era gente com profundos conhecimentos da mitologia greco-romana - sempre a encarou como bebida. É essa a versão mais clássica e a que deve permanecer, julgo eu, pois os deuses dessa mitologia não comiam. O seu alimento era apenas a "bebida mágica", o" néctar dos néctares", o "líquido sagrado". Tenho pena de já não me lembrar de nada disso, nem poder fazer citações... mas lembro-me de que na versão clássica e mais purista a Ambrosia era um líquido.
Segundo a lenda, Ulisses foi amamentado com Ambrosia e foi esse líquido que lhe conferiu a força sobre humana e a nobreza de carácter dos deuses (????) Claro que os deuses da mitologia greco romana deixam muito a desejar em termos de outras qualidades, rsrsrs... sempre os achei muito prepotentes, intriguistas e invejosos uns dos outros... mas... como folclore religioso eu, em tempos que já lá vão, achava-lhes muita graça e li bastante sobre o assunto. Pena é já não me recordar de quase nada... também recordo que alguns deles eram bastante justos e dignos, mas acabavam quase sempre por ser "castigados" por isso... enfim, foi um tema que me fascinou na infância e do qual retive uma ou outra memória mais ou menos vaga...
Vou-lhe deixar um link para o Sebo Literário que a Poetisa Carmo Vasconcelos e o Professor Carlos Leite Ribeiro fizeram o favor de criar para mim no Portal CEN. Ontem fiquei tão sem palavras que tive de me ir deitar mais cedo, já nem consegui fazer nada senão passear o meu Kico... e com dificuldade porque tenho estado mesmo bastante pior da coluna - penso eu que tem a ver com as hérnias discais, embora a médica tenha pendido para um agravamento do Lúpus - e o andar ou estar sentada a trabalhar, exigem-me um esforço enorme... e penoso. Aqui fica
http://www.caestamosnos.org/sebo/M_JOAO_BRITO_DE_SOUSA/M_JOAO_B_SOUSA-SEBO-1.htm

Abraço grande!
De poetazarolho a 26 de Julho de 2012 às 12:45
Está um espectáculo e é uma justa homenagem, a sua aparição tão bem produzida no CEN. Eu sei e sinto que é bem verdade o que escreveram, eu simplesmente não saberia dizê-lo daquela forma.
Já agora quem é o Vasconcelos?
De poetaporkedeusker a 26 de Julho de 2012 às 12:59
Eu também não saberia... e acho que é uma homenagem excessiva... mas fiquei sem palavras, tal foi a surpresa!
Não é o Vasconcelos... é a Carmo Vasconcelos - Carminho - uma grande poetisa e sonetista portuguesa, Secretária do Portal CEN. Espere que eu já lhe deixo o link dela
http://www.caestamosnos.org/sebo/CARMINHO/carminho.html
e há o Professor Carlos Leite Ribeiro
http://portalcaestamosnos.blogspot.com.br
e ainda o formatador de Arte Visual, Mestre Henrique Lacerda Ramalho. Ainda nem agradeci "decentemente"... fico sempre sem palavras...
De poetazarolho a 25 de Julho de 2012 às 18:12
“Frango depenado”

Que se lixem as eleições
O que interessa é Portugal
Passarinhos ou passarões
Chegam fritos ao Natal

Que a receita de milhões
Já nos está a correr mal
Errámos contabilizações
Mas outro assalto imoral

Já estamos a preparar
Novo orçamento d’estado
Com subsídios de ficção

A todos iremos depenar
Que um frango depenado
É a nossa maior satisfação.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 25 de Julho de 2012 às 18:53
Pobre frango depenado
Sem fazer mal a ninguém
Mas pr`a poder ser assado
Com penas não fica bem...

A receita estava errada
Logo desde o seu começo!
Fica a refeição estragada
Mas ficou-nos alto, o preço!

Quando chegue o orçamento
Pouco encontra pr`a roubar
Pois estamos já bem vazios

E assados em fogo lento,
Na travessa a marinar...
Vão ficar a ver navios!


Abraço grande, Poeta!



De poetazarolho a 25 de Julho de 2012 às 18:16
70 primaveras na ponte.
De poetaporkedeusker a 25 de Julho de 2012 às 18:31
Ena Vou ver!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

. DEPOIS DA MARÉ-CHEIA...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. RUGA A RUGA

. GLOSANDO ALBERTINO GALVÃO...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds