.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Segunda-feira, 9 de Julho de 2012

A GESTAÇÃO DO POEMA

Quando a mente fervilha, o verso é brando

E esgueira-se rumando em rota incerta

Tal qual fora deixada a porta aberta

De um vazio que ao tolhê-lo o vai calando...

 

Que lhe não dê ninguém voz de comando,

Pois bem sabe caber-lhe estar alerta

Se irrompe, ideia fora, à descoberta

Daquilo que nem eu sei como ou quando,

 

Mas não sabe que parte e vai ficando

Onde eu sei que o criei porque é criando

Que sinto que arriscar me vale a pena

 

Do tanto que há de dor se, murmurando,

De rompante me nasce e vai vingando

O que, da mente à mão, se faz Poema…

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 09.07.2012 – 18.48h

 

NOTA - Soneto completamente reformulado a 21.05.2015

 

 

 

IMAGEM - MATERNIDADE - Tela de Wifredo Lam - 1902/82

sinto-me :
tags: ,
publicado por poetaporkedeusker às 19:09
link do post | "poete" também! | favorito
|
97 comentários:
De jabeiteslp a 9 de Julho de 2012 às 20:32


versar assim
é como ser o 1º melhor 1º ministro

atento e dedicado momento de tempo a um versejar
a um povo contente...



De poetaporkedeusker a 9 de Julho de 2012 às 22:01
Credo, Anjo!... Estou a brincar mas, assim de repente, pareceu-me que me estavas a comparar ao PPC... este saiu-me sem eu esperar... estou para aqui aflita com o meu Kico que está com uma tremenda dor de barriga que não passa com nada... julgava que não conseguiria escrever nada de nada que jeito tivesse e, de repente, num intervalozinho em que ele descansou um pouco... tive de escrever este soneto...
Mas eu vou aí!
De jabeiteslp a 10 de Julho de 2012 às 10:10

viva a inspiração...

boas melhoras pró Kico
e uma grande e feliz manhã
De poetaporkedeusker a 10 de Julho de 2012 às 12:20
Viva a inspiração!
De jabeiteslp a 10 de Julho de 2012 às 18:20

feliz noite
De poetaporkedeusker a 10 de Julho de 2012 às 21:23
Feliz noite também para ti, Anjo!
De poetazarolho a 10 de Julho de 2012 às 20:19
“Ai o estado”

Ai o estado da nação
Em debate na assembleia
Cruzes canhoto que aflição
Diz esta malta plebeia

Por os subsídios perder
Já não vêem mais além
Temos por isso o dever
De debater como convém

E explicar que o prejuízo
Tem a ver com os mercados
Que andam a passar mal

E não com a falta de juízo
Do círculo de deputados
Ou dos governos de Portugal.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 10 de Julho de 2012 às 21:17
Se são escravos dos mercados
Logo serão responsáveis,
Fundadamente os culpados
Das situações condenáveis...

Mais coerentes seriam,
Menos culpáveis portanto,
Se, sabendo que mentiam,
Mudassem seu belo canto...

Não cuidemos, portugueses,
De ver isto aligeirado
Por mil sorrisos confiantes!

Passam semanas e meses
Sem que o "pobre do mercado"
Volte a ser o que foi dantes!


Abraço, Poeta!
De poetazarolho a 10 de Julho de 2012 às 20:24
A ponte e os tempos.
De poetaporkedeusker a 10 de Julho de 2012 às 21:00
Vou ver, Poeta!
De poetazarolho a 11 de Julho de 2012 às 07:15
O chá não se acovardou.
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2012 às 16:59
Valente e coerente Chá!!!
De poetazarolho a 11 de Julho de 2012 às 19:49
“Escuridão”

P’ra balanço vai fechar
Também p’ra desinfecção
Façam favor de emigrar
Com as calças na mão

Quem resolver cá ficar
Assume a sua decisão
Mas estamos a aconselhar
Abandonem esta nação

Ficar será empobrecer
É o futuro inevitável
Quer se goste ou não

Só isto há p’ra oferecer
Vai que aqui és descartável
É isto ou a escuridão.
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2012 às 22:00
Venha, pois, a escuridão
Que a tornaremos em luz
Pela nossa própria mão
E, ao país, faremos jus!

Eu jamais embarcaria
Deixando ficar por cá
Quanta indizível magia
Esta terra, a mim, me dá!

Tão portuguesa vou sendo
Que assim, Territorial,
Não me compro nem me vendo...

Se sou menos que o que rendo,
Desculpa-me Portugal,
É sempre a ti que eu me prendo...


Abraço grande, Poeta!




De poetazarolho a 11 de Julho de 2012 às 20:00
Placido na ponte.
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2012 às 21:31
Obrigada, Poeta! Vou já, já!
De poetazarolho a 12 de Julho de 2012 às 07:06
O chá é amigo.
De poetaporkedeusker a 12 de Julho de 2012 às 17:03
Ainda bem que o Chá é amigo. Eu, hoje, estou capaz de engolir alguém...
De poetazarolho a 12 de Julho de 2012 às 19:52
“O canudo”

Eu pretendo ser doutor
Alguém arranje o canudo
Tenho equivalência maior
Fui rei momo no entrudo

Sou de rara inteligência
Não por que a quisesse ter
E da mais fina aparência
Só doutor poderia ser

Com uma rara capacidade
Posso ajudar este país
A transpôr a recessão

Ser doutor é necessidade
E não foi porque eu quis
Foi um apelo da nação.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 12 de Julho de 2012 às 21:35
Estava eu a ficar farta
De ouvir falar no canudo,
Quando recebo uma carta
Que me faz desabar tudo!

Canudo não se descarta
Se houver uns anos de estudo
Porque não estamos em Esparta
E já vai longe, o Entrudo...

Bem bastava a D. Isa
Sempre a chamar-me doutora
- apesar de eu nem ter Visa! -

E, vivendo pr`a escrever,
O que me faltava agora
Era ensinarem-me... a ler!!!


Bem me parecia que me iriam fugir os versos para o meu "tema do dia"...
Um abraço grande, Poeta! Não ligue àquela careta... sai um sorriso... só para os amigos!


De poetazarolho a 12 de Julho de 2012 às 22:36
A ponte lançou um ultimato.
De poetaporkedeusker a 12 de Julho de 2012 às 23:53
... e eu estou capaz de lançar outro...
De poetazarolho a 13 de Julho de 2012 às 00:10
Volver a la ponte.
De poetaporkedeusker a 13 de Julho de 2012 às 00:21
Ahí voy, comandante!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. AINDA GLOSANDO FLORBELA E...

. EXPLICAR-VOS TUDO, NÃO SA...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds