.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 24 de Maio de 2012

SONETO SÓ PARA NÃO FICAR "A GANHAR PÓ"

Dizia dar – promessas são de mel…-
A lua, o sol… inteira, a claridade
Arrancada ao silêncio dum pincel
Em dias de inspirada ubiquidade…

Todo se dava, em juras de cordel,
Julgando conquistar corpo e vontade,
Mas nada o impediu de, na verdade,
Ir resguardando a sua própria pele…

Assim morreu esquecido, esse perjuro
Duma promessa insólita, intangível,
Sem assumir um erro, um erro só,

Onde nunca o encontro, nem procuro,
Elevando uma mão imprevisível
Na qual nada apanhara… a não ser pó.

 




Maria João Brito de Sousa – 24.05.2012 – 20.48h

 

 

Imagem "roubada" da net, via Google - Fonte de Neptuno, palácio de Schonbrunn (com trema :), Viena, Áustria


sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 23:59
link do post | "poete" também! | favorito
|
51 comentários:
De jabeiteslp a 25 de Maio de 2012 às 07:55

o bom sabor da nostalgia...penso eu

um bom e feliz dia
De poetaporkedeusker a 25 de Maio de 2012 às 11:21
Nem eu sei bem o que é, Anjo... meteu-se-me na cabeça que tinha mesmo que fazer um soneto, que o último já estava lá há imenso tempo... acho que me imbuí de algum espírito "guerreiro" que acaba por transparecer no soneto... e também acho que é contra o próprio poema que me insurjo, porque este não fluiu como os outros e teve de ser construído com muita força de vontade, a partir do nada... pode parecer complicado mas está algures entre uma zanga comigo mesma e com a poesia - pobre poesia... - por se ter ausentado de mim durante tanto tempo.
A net continua doidinha de todo! Ah, também estava zangada com a net! Talvez por isso acabe por "matar" alguma coisa no final do soneto... mas hoje já estou um bocadinho menos frustrada, embora tenha tido uma noite muito mazinha, cheia de cãibras que dão imensas dores e não me deixam dormir nem uma hora seguida...
Um bom e feliz dia para ti, Anjo!

PS - Esta net malvada fez-me repetir este comentário! Que coisa!
De jabeiteslp a 25 de Maio de 2012 às 17:53

eu sei como é
mas felizmente melhor...

boas melhoras
um xoxo dos calhaus da serra
e um fim de tarde feliz
De poetaporkedeusker a 25 de Maio de 2012 às 22:33
Uma noite serena e bem dormida, Anjo!
Estou a cair de sono... tenho a impressão de que vou mesmo ter de me deitar mais cedo do que o costume...
Abraço grande!
De poetazarolho a 25 de Maio de 2012 às 08:34
O chá está instalado.
De poetaporkedeusker a 25 de Maio de 2012 às 11:23
Vou já beber o nosso chá, Poeta! Espero que a tontinha da net não me falhe mais uma vez... desde ontem que está insuportável!
Beijinho!
De poetazarolho a 25 de Maio de 2012 às 21:53
A ponte está triste e eu estou cheio de dor de cabeça e vou-me deitar, até amanhã.
De poetaporkedeusker a 25 de Maio de 2012 às 22:20
Que pena a ponte estar triste e o Poeta com dores de cabeça... até amanhã. Também eu não estou a sentir-me nada bem e a net continua muito instável. Mas eu vou ver a ponte...
Abraço grande e as melhoras!
De poetazarolho a 26 de Maio de 2012 às 08:44
O chá não tem pressa.
De poetaporkedeusker a 26 de Maio de 2012 às 12:24
Bom dia, Poeta! Melhor dessa dor de cabeça?
Vou já ver o chá paciente...
De jabeiteslp a 26 de Maio de 2012 às 12:28
um grande e feliz fim de semana...arrefeceu o tempo...

joca
De poetaporkedeusker a 26 de Maio de 2012 às 12:41
Arrefeceu tanto, Anjo!
Acho que passo a Primavera inteira de Kispo e camisolas interiores... e eu gosto tanto dos dias quentinhos... Até leggings ainda estou a usar, por baixo dos jeans...
Bem... ao menos que tenhamos uma tarde ensolarada e menos ventosa do que a de ontem... em cima das limitações motoras, já ando com o nariz todo entupido...
Abraço grande!
De poetazarolho a 26 de Maio de 2012 às 21:26
MINISTÉRIOS QUIMÉRICOS

Se o Ministro não ministra
E é alvo de inquéritos
É certo que administra
Em ministérios quiméricos

Certamente o que registra
Serão factos hipotéticos
Pura imagem sinistra
De espantalhos patéticos

Cortar relvas ao jardim
Acho que é melhor acção
Isso, parece-me a mim…

Porque é chão que já deu uvas
Isso de ser espião
Protegendo as mãos com luvas.

Eduardo
De poetaporkedeusker a 28 de Maio de 2012 às 10:29
Que delícia estes seus Ministérios Quiméricos, meu amigo Eduardo! E já data de anteontem, sem que eu tenha conseguido encontrá-lo mais cedo... a minha net está, há vários dias, com um sinal fraquíssimo e deixa-me constantemente a responder "em seco"... como a saúde não melhorou e eu só consigo vir até cá por breves períodos de tempo, as minhas caixas de correio tornaram-se perfeitamente caóticas e os comentários perdem-se com frequência... alguns até penso que foram publicados mas, depois, constato que não... gostaria de lhe tentar responder em sonetilho, mas estou com imensa pressa pois tenho de ir aos CTT esta manhã. Tentarei mais tarde se a ligação mo permitir.
Enorme abraço e muito obrigada!
De poetazarolho a 26 de Maio de 2012 às 21:56
“Esvaíram a nação”

Este nosso Portugal
Precisa duma limpeza
Anda tudo a correr mal
Desde o tempo da realeza

Desinfecta-se o parlamento
E a comunicação social
O governo leva-o o vento
A troika enfia-se no Tarrafal

Interrompe-se a democracia
E sem querer ser ditatorial
Digo-vos que a solução

É acabar com a partidocracia
Que nos tem sido prejudicial
Esvaindo a seiva da nação.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 27 de Maio de 2012 às 18:06
Verdade, caro Prof Eta,
Mas nem todos os partidos
Pensam apenas na treta
Do bem estar dos seus umbigos...

Quando isto doer a sério
E chegar o tal momento
De enfrentar o "grande império"
No seu descontentamento,

Talvez eu não esteja cá
Mas terei estado do lado
Onde o povo mais ordena...





De poetaporkedeusker a 27 de Maio de 2012 às 20:20
Peço desculpa por ter publicado este sonetilho sem a última estrofe. Tive de sair inesperadamente e preferi deixá-lo assim mesmo... vou tentar acabá-lo agora.
De poetaporkedeusker a 27 de Maio de 2012 às 20:42
Verdade, caro Prof Eta,
Mas nem todos os partidos
Pensam apenas na treta
Do bem estar dos seus umbigos...

Quando isto doer a sério
E chegar o tal momento
De enfrentar o "grande império"
No seu descontentamento,

Talvez eu não esteja cá
Mas terei estado do lado
Em que o povo mais ordena

Sem deixar ao Deus-dará
O que me dá mais cuidado
Quando o meu país me acena...

Abraço grande, Poeta! Espero que a net sossegue um bocadinho ... acho que já estou offline outra vez... vou mas é copiar o sonetilho...
De poetazarolho a 26 de Maio de 2012 às 22:06
Da ponte vê-se o luar.
De poetaporkedeusker a 27 de Maio de 2012 às 20:43
... e eu juraria que tinha respondido a este alerta sobre o luar
De poetazarolho a 27 de Maio de 2012 às 08:05
O chá está a meditar.
De poetaporkedeusker a 27 de Maio de 2012 às 11:56
... e eu acabei por ficar, ontem à noite, a falar ao telemóvel com uma amiga que não vejo há muito tempo e já nem consegui vir à net... ela anda uma verdadeira desgraça mas, ontem, foi mesmo por causa da "converseta"...
Vou já ver o chá, embora a net continue meia louquinha...
De poetazarolho a 27 de Maio de 2012 às 21:14
Há na ponte um poema... sujo.
De poetaporkedeusker a 28 de Maio de 2012 às 10:31
Caramba! Não vi este poema sujo! Vou tentar agora!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. CONVERSANDO COM ALDA PERE...

. DEUSES SOMOS NÓS!

. NATAIS DOS TEMPOS IDOS...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. CONVERSANDO COM O POETA A...

. CHUVA

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds