.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 3 de Maio de 2012

ALGUM DE VOCÊS ME PEDIU UM SONETO? :)

Ouves o Sol a rir, junto à tapada?
Nem sei por que me apresso a despedir
Se acabo de inventar um sol a rir
E assim, quase a partir, nem me dói nada…

Destas conversas - sempre à hora errada! -
Dizendo o que não posso definir
Ou evocando um tempo de partir
Que um dia quis levar-me antecipada,

Deixo este não-sei-quê que não me assusta,
Que me leva e me traz – pouco me custa… –
E acaba por gravar-me um verso ou dois

Que a chibata vibrou, tornada adusta,
Como se fosse só pr`a tornar justa
A dor, maior, que irei sentir depois…




Maria João Brito de Sousa – 03.05.2012 – 23.27h


sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 23:34
link do post | "poete" também! | favorito
|
36 comentários:
De poetazarolho a 4 de Maio de 2012 às 06:59
A água encontrou o chá.
De poetaporkedeusker a 4 de Maio de 2012 às 11:09
E eu encontrei-os a ambos, Poeta! :)
Abraço grande e até já!
De jabeiteslp a 4 de Maio de 2012 às 17:13

um grande e feliz fim de semana

nas belas ondas
e encantos de um mar
sem parar...

beijinhos
De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 00:01
Está um côro na ponte.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 00:26
Vou já, já ouvi-lo! :)
De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 00:32
“Alienados”

No princípio era o verbo
Depois a palavra um dia
Tornou o mundo soberbo
Fez surgir muita poesia

Poesia explicava o amor
Também falava do ódio
Novela em seu esplendor
Ia no milésimo episódio

Mas a telenovela alienou
Quem tinha boa intenção
Todas as rimas comprou

Ficou com a poesia na mão
Soberbo poema declamou
O que fugiu da alienação.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 01:18
Estou a querer responder-lhe, Poeta, e sinto os olhos a fecharem-se-me de sono... é melhor deixar para amanhã... estou quase, quase a dormir enquanto tento teclar...
Um enorme abraço!
PS - Também vou adiar a vista de agradecimento ao Anjo da Esquina... acho que já nem consigo dar muito sentido àquilo que escrevo... bjo gde!
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 14:03
Não há dinheiro que compre
A Poesia da Vida
Nem há fantasma que a assombre
Pois não pode ser detida...

É combinação daquilo
Que existe e, então, se traduz
- nunca ao metro, nunca ao quilo! -
Numa outra forma de luz...

Não há martelo nem serra
Que lhe possam fazer mossa
Ou sequer minimizá-la;

Celebra a paz quando há guerra
E encontra, sempre que o possa,
A forma de ultrapassá-la...


Abraço grande, Poeta! Para todos!!!
De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 01:11
“Ilusões”

A Playboy é aldrabice
E o governo é aldrabão
Isto tudo é uma chatice
São tempos de ilusão

As conquistas perdidas
São motivos de insatisfação
E as coelhinhas vestidas
Não nos dão satisfação

Vamos as coelhinhas despir
Agora como antigamente
O governo já pode mentir

Qu’a gente fica indiferente
Pois uma coelha nua a sorrir
É um anestésico p’rá mente.

Prof Eta
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 13:40
Dessas coisas pouco entendo,
Pouco sei, pouco conheço,
Pouco me interessa ir sabendo
De quem lhe pague esse preço...

Gosto mais das coelhinhas
Que vestem pele natural,
Brancas, pretas, douradinhas,
Na roupagem natural

E já tive alguns amigos
Dessa família apressada,
Brincalhona e roedora

Que eram muito divertidos
E não perturbavam nada
O ram-ram de cada hora...


:) <----- Isto é um sorriso, Poeta! :))) <----- e isto é um riso franco
Acho que nunca li a Play Boy... lembro-me de que o meu pai, de vez em quando, comprava um exemplar... se não era esse, era parecido...
Abraço grande!







De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 07:40
O chá é tudo.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 12:55
Vou ao chá a velocidade de caracol, Poeta... :)
Acabo de encontrar um blog, o da pomba Cassiana, onde me perdi por um bom tempo... uma maravilha de blog!
Mas vou agora!
De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 20:35
“Além da loucura”

Sou apenas um louco
E mais não consigo ser
Sei que é muito pouco
Por isso estou a padecer

Quero ir além da loucura
E muito além do possível
Não que anteveja a cura
Nem me chega o impossível

Não posso fazer mais nada
Do que agora me proponho
Não serei mais do que sou

Far-me-ei apenas à estrada
Não em busca de um sonho
Em busca dum milagre vou.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 22:32
E sempre assim deve ser
Percorrida a caminhada
A fazer acontecer
Cada passinho da estrada...

:D Abraço grande!

De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 20:38
“Movimento de amor”

Cada lobito um irmão
Explorador um amigo
O pioneiro no coração
Caminheiro vou contigo

Seja eu chefe ou não
Importante é o amor
Que sinto p’la missão
Será por ser sonhador

Que sonho outro mundo
Este que nos consome
Onde a paz não se alcança

Tornemo-lo mais fecundo
Juntos numa fé enorme
Em paz, amor e confiança.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 22:25
:D Força, Lobito!

... e estou a ficar sem palavras... que tontice a minha...
:D
De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 20:40
Este último é do Prof Eta.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 22:26
Acabo de o oferecer a um lobito... :))
... e estou mesmo sem palavras...
De poetazarolho a 5 de Maio de 2012 às 20:54
Nós é que agradecemos a oportunidade de rever a Maria João (e num acontecimento tão importante) e de conhecer um espaço tão acolhedor e tão agradavelmente arranjado.
Felicidades para as "Pequenas Utopias", para a autora e para os que tornaram possível a edição da obra que foi lançada tão auspiciosamente no Espaço Garrett em Grândola.
Obrigada a todos!

eva a 5 de Maio de 2012 às 20:46 na Ponte Virtual
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2012 às 22:21
Eva! Estava há um segundo a pensar em si!!! :D

Enorme abraço!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O INGREDIENTE PRINCIPAL

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. O CONVITE II

. GLOSANDO CHICO BUARQUE

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds