.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Domingo, 15 de Janeiro de 2012

DA QUALIDADE DOS SONHOS

“Eu hei-de erguer um sonho e ser feliz!”

Porém, se inconsistente, o sonho morre

Sem chegar ao tal ponto em que descobre

Forma de erguer um caule, ousar raiz…

 

Sigo, portanto, um sonho que não quis

Usar fruto mordido, haste que dobre,

Ou frase que se agita e logo corre

Ao encontro de tudo o que se diz…

 

Levo, nele, o princípio desta sede

Que não se vê, não se ouve , nem se mede,

Num espaço que não seja aberto e justo,

 

Que vai até aonde o próprio o pede

- e não por caridade alguém concede –,

E sempre é conquistado a muito custo…

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 15.01.2012 – 20.34h

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 20:47
link do post | "poete" também! | favorito
|
10 comentários:
De PaperLife a 16 de Janeiro de 2012 às 12:00
Nunca desistas dos teus sonhos Maria, são eles que nos mantêm de pé :)

Adorei este soneto, tal como aquele que me envias-te :P E quanto a esse, eu não poderia estar mais de acordo... Acho que eles deviam também dar valor ao cozido à portuguesa :P
De poetaporkedeusker a 16 de Janeiro de 2012 às 13:56
:)) E às ervilhas com ovos escalfados, que são uma maravilha!
Ai, Paper, eu tenho mesmo sonhos e ideais mas mal me vão aguentando... sentada :)) Amanhã vou ao hospital - outra vez! - e vamos lá ver o que se vai passar... as coisas não estão ainda muito bem definidas no que toca às isenções das taxas moderadoras e, da última vez que lá estive, disseram-me que teria de ser submetida a uma junta médica. Também tinha isenção total no que toca a medicamentos comparticipados... eram praticamente todos porque quando me receitavam não comparticipados, eu só comprava se fossem mesmo muito, muito baratinhos... o que eu sei, porque assisti e gostei, é que as pessoas começam a protestar de uma forma mais útil do que as habituais "zangas" com as funcionárias dos guichets. Ouvi discursos muito bem feitos, sobre pontos muito pertinentes, nas salas de espera... e reparei que a maioria dos utentes escutava de forma interessada e apoiava, acrescentando um ou outro caso mais flagrante. Penso que os cidadãos portugueses começam a perceber o que é a democracia e que têm uma palavra a dizer no meio de toda esta confusão.
Mas chega de discursos. Estas minhas janelinhas de comments já devem estar "gastas" de tantas palavras :))
Vou até ao teu cantinho!
De poetazarolho a 16 de Janeiro de 2012 às 22:15
“Lixar”

Quem lixo não era
Acabou de ser lixado
Isto está mesmo bera
O rating foi alterado

A Europa vai acabar
Mesmo não acabando
Vão a todos comprar
Vamo-nos achinesando

Férias acabam a seguir
E os feriados também
Salário é contrapartida

Se produzes sempr’abrir
Hoje trinta amanhã cem
Não fales em direito à vida.

Prof Eta
De poetazarolho a 16 de Janeiro de 2012 às 22:20
“Culturas perdidas”

Sigmund desaparecido
E Freud moribundo
Sartre mal parecido
E Aristóteles imundo

Conspurcada a filosofia
Cultura sem consciência
Ofuscadas pela iliteracia
Vou à loja de conveniência

Numa prateleira bem alta
Encontro antigas edições
Da filosofia espezinhada

Manual da cultura em falta
Em razoáveis condições
Mas já não serviu de nada.
De poetaporkedeusker a 16 de Janeiro de 2012 às 22:25
:)) ! Poeta, adoraria poder responder-lhe ainda hoje, mas amanhã é dia de hospital e terei de me levantar antes das cinco da manhã. Conto estar despachada lá para o meio da tarde.
Abraço grande e até lá!
De poetazarolho a 16 de Janeiro de 2012 às 22:46
Sim claro, importante agora é descansar.
De poetaporkedeusker a 16 de Janeiro de 2012 às 23:26
Ainda aqui estou mas vou já, já levar o Kico à rua e depois vou-me deitar... entretanto deixo um soneto que espero conseguir publivcar amanhã.
Bjo!

MAIS UM AMANHÃ QUE TAMBÉM CANTA!

Não há ninguém que aponte um punho erguido
No sentido contrário ao da vitória
Porque esse punho aponta sempre à glória
De tudo quanto temos conseguido!

Nunca este sonho nosso foi vencido
- da derrota final não reza a História! –
E, trazendo a certeza da memória,
Nunca o nosso ideal será traído!

Já um novo cravo rubro se agiganta
E um novo grito irrompe da garganta
De cada um dos nossos companheiros

Pois quando o nosso punho se levanta
Nasce um outro amanhã que também canta
Porque fez dos algozes prisioneiros!

Maria João Brito de Sousa 16.01.2012

(há bocadinho)

De poetazarolho a 16 de Janeiro de 2012 às 23:56
É o novo 25 de Abril?
De poetaporkedeusker a 17 de Janeiro de 2012 às 07:56
Será o que for, Poeta... é impossível reproduzir o 25 de Abril, com as mesmas características, tal como ele aconteceu... mas nós trazemo-lo na memória e no coração. É inevitável evocá-lo.
Beijinho que eu já estou super atrasada e ando a 0,1 Km à hora :)
De poetazarolho a 16 de Janeiro de 2012 às 22:35
A minha aldeia

Por baixo corre apressado
O Noémi para o Côa
Deixando tudo regado
Nas veigas de terra boa

Por cima num vai e vem
Desde manhã à noitinha,
Nesta ponte tão velhinha
Cruzam-se as gentes de bem

Brilha o Sol no horizonte
E em Agosto, nos levantes,
Traz as preces de emigrantes
Para a Senhora do Monte

És assim minha Cerdeira
Onde o Povo e a Estação
Cada qual na sua margem
Se entreolham com paixão
De soslaio, entre a ramagem,
De amieiros da Ribeira

Eduardo

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. AINDA GLOSANDO FLORBELA E...

. EXPLICAR-VOS TUDO, NÃO SA...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds