.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 12 de Agosto de 2011

A CADA DIA A SUA ETERNIDADE

 Já mal recordo as águas, muito claras,
Das nascentes das serras percorridas
Sobre penhascos, sobre duras fragas,
Em cada passo gasto nas subidas

Já quase nem relembro as madrugadas
De todo o começar de tantas vidas
Se ato, por cada verso, estas amarras
Às colunas do cais de outras partidas,

Mas, à noitinha, é como se tambores
Semeassem no ar todas as cores
Num reboar de notas sincopadas!

Dormindo, eu que sou “tu”, sou tanta gente
Que não tendo passado, nem presente,
Adivinha o porvir destas passadas …

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 16:52
link do post | "poete" também! | favorito
|
33 comentários:
De PaperLife a 12 de Agosto de 2011 às 20:30
Parabéns pelo menção Maria :D
Uma menção bem merecida pelo fantástico soneto :)
Desculpa não passar por aqui agora com tanta frequência como antes, mas anda cá e lá para a praia e mal paro em casa :P
De poetaporkedeusker a 12 de Agosto de 2011 às 21:41
:) Olá, Paper!

Força com essa praia :)
Já sabes o resultado daquela frequência que te andava a preocupar?
Abraço grande!
De PaperLife a 12 de Agosto de 2011 às 21:53
Já, chumbei à cadeira :$
Mas pronto, não posso desanimar e para o próximo ano tenho de dar o dobro :)
Como estás tu Maria? :)
De poetaporkedeusker a 13 de Agosto de 2011 às 00:42
Paciência, Paper!" Curte" este restinho de Verão para recomeçares com garra! :)
Estou a responder-te com uns malabarismos que nem imaginas! O CJ está fechado, a minha ligação é muito instável, o pc está MESMO a ferver, só tenho o ie e as páginas não abrem nem fecham senão quando muito bem entendem... :)) Nem quero ver como não estará a minha caixa de correio do gmail que já estava quase entupida... mas eu vou tendo muita paciência... se não conseguir visitar-te, não te admires!
Abraço grande! :)
De Peter a 12 de Agosto de 2011 às 21:58
Parabens poetisa. Bacio.
De poetaporkedeusker a 12 de Agosto de 2011 às 22:42
Grazie, Peter! :)
Ando desaparecida até para mim mesma... as circunstâncias impuseram-me uma velocidade ainda menor e muitas, muitas dificuldades na mudança da página de qualquer acesso online...
Bacini! :)
De poetazarolho a 13 de Agosto de 2011 às 00:10
Parabéns, eternidade será a encruzilhada entre passado, presente e futuro?

=)

“Instante”

Que procuras tu aí
Nesse canto escondido?
Não vês que está aqui
O teu futuro perdido!

Se perdeste o teu futuro
O que esperas alcançar?
Um presente muito duro
Construído a trabalhar!

O futuro ainda é presente
Não tenhas outra ilusão
O presente já foi passado

Se o tempo estiver ausente
Todos os três coexistirão.
Já encontraste o teu fado?
De poetaporkedeusker a 13 de Agosto de 2011 às 00:22
:) Para mim e tentando escapar às metáforas é exactamente não ligar muito à constância do Senhor Tempo, aceitá-lo na perspectiva daquilo que ele tem de inseparável da vida e fazer por deixar cá qualquer coisinha que justifique a nossa estadia no planeta... Poeta estou sem saber se consigo, ou não, responder-lhe e lembro-me que ainda não fui fazer o ritual :)) da entrega das respostas... se estivesse aqui, entenderia porquê! estou numa ligação instável, num computador que poderia servir para escalfar ovos :)) e que só muda a página quando e se muito bem o entende... o mesmo acontece com o fecho das ditas! Mas prometo tentar! :)
Um abraço grande para todos vós!
De artesaoocioso a 13 de Agosto de 2011 às 13:28
Cara amiga,
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Cara amiga, <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Belissimo</A> soneto e parabéns pelo prémio. <BR>Mais um roubo. Era inevitável. <BR>A saúde como vai? <BR>Desejo-lhe um bom fim-de-semana. <BR>Um abraço
De poetaporkedeusker a 13 de Agosto de 2011 às 18:11
Olá, meu amigo Artesão! :) Obrigada pelo "roubo" e perdoe-me esta ausência... hoje estava meia decidida a nem ligar-me à net por causa das condições péssimas que esta ligação tem e, também, porque preciso mesmo muito de fazer outras coisas. Acabei por vir com a intenção de me não demorar muito... mas sei bem que as nossas intenções acabam por se diluir completamente quando estamos online...
Abraço e um bom fim de semana! :)
De Menina Marota a 13 de Agosto de 2011 às 21:03
Parabéns... outra vez!
De poetaporkedeusker a 13 de Agosto de 2011 às 23:20
:) Olá, Menina Marota!
Eu já tento dar um pulinho até aí!
Muito obrigada e um abraço!
De poetazarolho a 13 de Agosto de 2011 às 23:29
“Sem alma”

Podes perder a tua calma
No meio de uma confusão
Mas nunca percas a alma
Nem da alma abras mão

É que uma alma vendida
Nem que fora por um milhão
É como uma alma perdida
No meio de uma multidão

Pior que uma alma errante
Vagueando, ó triste destino
É uma alma de alma despida

Usando um traje cintilante
Debruado com ouro fino
Por haver sido corrompida.
De poetaporkedeusker a 14 de Agosto de 2011 às 02:37
Sem alma não sei viver...
Eu não sei viver sem ela
E não a posso vender
Como a qualquer bagatela... :))

Mas digo, em boa verdade,
Que já estou quase a dormir
E que até tenho saudade
De pr`á caminha sorrir...

Deveria trabalhar
Pr`a limpar o meu correio
E actualizar o restante

Mas já estou é a sonhar!!!
Fica tudo sujo e feio;
Dormir é mais importante! :)))

Poeta, este sonetilho ensonado deu-me vontade de rir, com sono e tudo! Estou naquela fase em que mal consigo ter os olhos abertos... acho que a necessidade de dormir foi mais forte do que a de rimar!!! Beijinho!
De linhaseletras a 14 de Agosto de 2011 às 00:55
Muitos parabéns por mais este prémio, o soneto é muito bonito e mais uma vez o seu talento foi reconhecido. Um grande abraço .
De poetaporkedeusker a 14 de Agosto de 2011 às 02:17
Ai, minha querida amiga... eu até estou a ter um bocadinho de uma coisa que costumo dizer que nunca tenho; vergonha...
Prometo que amanhã lhe escrevo a tentar explicar porque é que ainda não fiz aquilo que disse que faria.
Nuito obrigada pelas suas palavras e um enorme abraço!
De linhaseletras a 14 de Agosto de 2011 às 12:58
Bom Dia, não se preocupe com isso, eu ainda não tenho o titulo, eu acho que é o que eu escolhi, porque quando falei com as senhoras do IGC disseram. me que estava atrasado porque há menos pessoas a trabalhar mas se o titulo não fosse aceite diziam qualquer coisa , como ainda não disseram nada deduzo que é o que eu quero. Um bom domingo e até amanhã.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Bom Dia, não se preocupe com isso, eu ainda não tenho o titulo, eu acho que é o que eu escolhi, porque quando falei com as senhoras do IGC disseram. me que estava atrasado porque há menos pessoas a trabalhar mas se o titulo não fosse aceite diziam qualquer coisa , como ainda não disseram nada deduzo que é o que eu quero. Um bom domingo e até amanhã. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>UMm</A> grande abraço
De poetaporkedeusker a 14 de Agosto de 2011 às 13:58
Claro que tenho de me preocupar, minha amiga! Estou a trabalhar em péssimas condições - aqui, online -, eu mesma já estou em condições muito mazinhas :)), arranjei -por engano meu - duas páginas do Facebook e cheguei à conclusão de que, com tudo isto, não consigo fazer rigorosamente mais nada senão tratar deste meu hospital de animais e responder a quem me comenta, aqui e nos murais. A produção passou a ser uma coisa secundária e, numa poeta que produzia tanto como eu, isso faz uma falta tremenda. Como já percebi que nem os animais vão rejuvenescer e passar a dar menos trabalho, nem eu vou conseguir trabalhar a uma velocidade mais rápida, vou ter de começar a não ir ao Facebook, pelo menos durante uns tempos. Neste momento está a decorrer uma homenagem a Sá de Miranda, o introdutor do soneto em Portugal, que é interessantíssima e que eu não quero perder de forma nenhuma porque estou a aprender imensas coisas... mas vou estando "aberta" à ideia da capa. Desde que me conheço que as coisas me nascem assim... desligo-me do restante e fico à espera que me surja determinada coisa. Sempre funcionou e muito bem... excepto agora. Tentar forçar e fazer de outra maneira, sempre deu péssimos resultados. Sei-o porque, ao longo da minha vida, já o experimentei uma vez ou duas. Olhe, com o poema-prefácio foi exactamente assim!!! Nãp podia haver melhor exemplo! Estava toda suja de andar a limpar as caixinhas de areia dos gatos - fico sempre exausta e suadíssima depois de o fazer, todos os dias - e ainda tinha as pombas para tratar mas decidi que iria tomar um duche primeiro. Sentia-me mesmo porquinha :)) Quando já me ia meter na banheira... zás! Cai-me aquele soneto em cima e era como se morresse se não o fosse escrever logo de corrida! E aquele já vinha com destinatária e tudo :)) Fiquei a imaginar que, pouco depois, me aconteceria o mesmo com o resto... mas ando demasiado concentrada nas mil e uma manobras que tenho de fazer para conseguir manter-me online aqui. Eu tenho mesmo que estar mais disponível mentalmente e arranjar maneira de não ter nada de muito importante para fazer! Nem sequer posso ter compromissos de encontros no café. Se calhar ir, vou... se não calhar, não vou. Já me tinha habituado às rotinas de horários no CJ. Lá não oiço nada nem vejo a maioria das imagens e vídeos e consigo que o tempo me renda um bocadinho mais...
E agora estou para aqui a deixar-lhe um autêntico testamento! Coitada de si! Prometo que me despeço já, já!
Um grande abraço e um bom Domingo para si! O Beethoven e o Kico deixaram-me muito que limpar e era o que eu devia estar a acabar de fazer agora... mas tive de intervalar porque já nem me podia mexer e aproveitei para vir até ao Poeta, ver se havia mais algum comentário...
De linhaseletras a 14 de Agosto de 2011 às 12:59
Parece que o nosso amigo "sapo" está louco
De linhaseletras a 14 de Agosto de 2011 às 15:51
Sabe minha amiga eu também me queixo do Facebook , eu não queria ir para lá e agora ocupa-me muito tempo, e ainda por cima uma amiga minha meteu-me na quinta e aí é que estraguei tudo, o tempo não me chega para tudo, mas já vi que não sou só eu que me queixo da falta de tempo e depois quero fazer tudo .hoje estou a começar a bordar uma toalha para uma pessoa que me pediu e o tempo é muito pouco para tudo o que quero fazer. Um abraço e bom trabalho.
De poetaporkedeusker a 14 de Agosto de 2011 às 22:31
Eu, no início, ainda experimentei um bocadinho da Yoville. Digo-lhe que aquilo é tentador! :) Vem-nos ao de cima a nossa faceta de criança pequenina e não fazemos outra coisa... mas rapidamente percebi que seria demasiado absorvente para poder conjugar-se com a minha actividade de sonetista... é que ela também é muitíssimo absorvente. Eu vim para os blogs para trabalhar. Desde o primeiro dia em que para aqui vim, sabia que me movia a intenção de publicar tantos poemas quantos me fosse possível. As aplicações estão completamente fora dos meus objectivos e, por isso, foi relativamente fácil cortá-las. Já o Face tem uma componente sócio-cultural que não é tão fácil por de parte... além do mais pode publicar-se também por lá... mas, por agora, estou demasiado esgotada para poder dar atenção a tantas solicitações e, mais do que eu mesma, é o meu trabalho que está a ser posto em causa. Eu sou perfeccionista mas não me arrependo nada disso! O soneto exige mesmo perfeccionismo.
Vou ver se consigo visitá-la hoje! Abraço grande e bom trabalho também para si!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. AINDA GLOSANDO FLORBELA E...

. EXPLICAR-VOS TUDO, NÃO SA...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds