.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 7 de Julho de 2011

UM SONETO PARA OS MAIS PEQUENINOS - O pardalito capturado

Há um murmúrio quase inexistente

Nas asas sussurrantes de um pardal

Quando passa por nós e mal se sente,

Quando, ao passar por nós, pressente o mal…

 

Um de nós dá-se conta e, de repente,

Levanta a mão no ar, de forma tal

Que, num gesto, captura o imprudente

Que ousara uma intrusão no seu quintal…

 

Pardal quer liberdade e não gaiola!

Não quererá viver quando, por esmola,

Lhe of`recerem migalhas e poleiro…

 

Nascido pr` a reinar sobre os telhados,

Por mais que lhe dispensem mil cuidados,

Depressa morre quando em  cativeiro…

 

 

Maria João Brito de Sousa – 06.07.2011 – 21.43h

 

 

IMAGEM RETIRADA DA NET

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:31
link do post | "poete" também! | favorito
|
16 comentários:
De PaperLife a 7 de Julho de 2011 às 18:58
Lindíssimo Maria :D
E não podia vir mais a calhar, visto que hoje comprei um canário :P
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2011 às 11:23
Olá, Paper! Boa sorte com o teu novo canário.
Abraço grande!
De poetazarolho a 7 de Julho de 2011 às 23:21
“Opções”

Estava eu aqui aprisionado
A pensar se me libertaria
Mas decidi ficar acorrentado
Pois outra coisa não queria

É tão fácil o conformismo
Que até preferes um prisão
É cansativo o dinamismo
Aumenta muito a pulsação

Há duas opções nesta vida
Ralas-te ou não te ralas não
Esta primeira é libertadora

A segunda é a mais querida
Pr’a que queres uma ralação?
A vida na prisão é tentadora.
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2011 às 11:35
Valha-nos Deus, Poeta! A vida na prisão... tentadora?
Não me parece minimamente tentadora...
Bem, vamos a ver se me nasce alguma coisa :)

Uma vida aprisionada
Nada tem de tentador,
Não me tenta mesmo nada
E parece bem pior

Que uma vida em liberdade
- mesmo com contradições! -
Garanto que isto é verdade
Para mim e pr`a milhões!

Há lá quem queira um castigo,
Quem queira estar dependente
De situação tão tremenda?!

Diga, quem estiver comigo,
Se não é isto que sente
Ou se a prisão recomenda...


Abraço grande, Poeta! :D
De artesaoocioso a 8 de Julho de 2011 às 20:54
Devemos sempre recusar esmolas e poleiros.
Gostei.
A sua saúde como vai?
Abraço
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2011 às 11:37
Olá, meu amigo Artesão! Obrigada pelo seu cuidado, não estou num dos meus piores dias e espero que a febrezinha e as cólicas se mantenham afastadas durante algum tempo.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 10 de Julho de 2011 às 19:09
Verdade depressa morre quando em cativeiro.

Os animais, neste caso um pássaro pequeno e
atrevido, são de uma perfeição de entendimento que ultrapassa tudo quanto a ciência pretende aprisionar.

Vou por eles e pela sua liberdade, tal como eu gosto de escrever e de sentir.

Saudades,

Maria luísa
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2011 às 11:40
Bom dia, Maria Luísa! Acredita que eu já consegui criar pardalitos que me apareciam em más condições, caídos do ninho, mas libertei-os mal eles recuperaram a saúde. Garanto que não é tarefa fácil e que exigem mil e um cuidados e uma dedicação sem limites.
Vou já ver como está o teu poema!
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 11 de Julho de 2011 às 18:34

Sabes que acredito em ti e na tua dedicação aos animais.

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 12 de Julho de 2011 às 12:33
Obrigada... caramba! Agora lembrei-me que o teu exame deve ser hoje! Cheguei atrasadíssima porque estou cada vez mais lenta e levei horas a tratar dos meus amiguinhos, mas eu vou ao teu blog assim que voltar.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 12 de Julho de 2011 às 19:58
O exame vai ser mais tarde, pois há coisas a fazer.
Te perdeste, pois eu já expliquei essas razões.

Mas fizeste uma análise espetacular ao meu poema "Procuro", nos "7degraus".

Obrigada

Mª. Luísa

p.s. saí, antes da tua chegada.
De poetaporkedeusker a 13 de Julho de 2011 às 11:33
Obrigada por teres gostado da minha análise ao teu "Procuro"!
Ontem tive de sair mais cedo porque a sala estava completamente cheia e chegaram mais utentes que tinham hora marcada... ficou tudo ainda mais atrasado mas eu não vou preocupar-me demasiado com isso. Peço desculpa quando estiver em falta e espero que os amigos aceitem essas desculpas. Só se não puder mesmo é que eu deixo de publicar ou de responder a alguém.
Abraço grande!
PS - É hoje que vou publicar o tal poema experimental de que te falei. À primeira vista pode parecer um soneto, mas não o é. Pelo menos não o é segundo a definição académica de soneto... depois, se tiveres tempo, espreita-o e vê se notas muito a diferença.
De M.Luísa Adães a 14 de Julho de 2011 às 11:47
Eu entendo as dificuldades e é evidente que
as aceito. Trata de tua saúde - sem ela, não podes cumprir teus sonhos!

Eu depois vejo esses versos, bem atenta.

Um abraço.

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 14 de Julho de 2011 às 12:46
Hoje não consegui despachar-me a tempo de ir ao labora´tório do centro de saúde. Seria apenas para fazer um ionograma e um controle de tempo de protrombina, obrigatório para quem está anticoagulado, como é o meu caso... afinal vim para cá e não havia equipamento disponível... vou visitar-te à tarde, está bem? Estou com umas "belas" cólicas, mas ainda não entrei naquela fase em que nem consigo escrever nada de jeito...
Até já!
De poetazarolho a 10 de Julho de 2011 às 23:12
“Boa constituição”

Economia, rating, lixo sim
Paz, pão, habitação, saúde não
Altere-se então a constituição
Adeque-se à sociedade por fim

Acabe a constituição de ficção
Tenha início a nova realidade
Adapte-se ao lixo de sociedade
O texto adquira nova dimensão

Que não reste nenhum capricho
Sejam cuidadosos na elaboração
Tudo a condizer como convém

Que numa sociedade de lixo
Seja de lixo a sua constituição
Seja de lixo o seu rating também.
De poetaporkedeusker a 11 de Julho de 2011 às 11:51
:)

Que vão os ratings embora!
Só servem o capital
Que só nos traz a demora
E só nos vai fazer mal!

Bom será acreditar
Que eles só trazem restrições,
Que em breve irão acabar
Afogados nos "milhões"!

Quanto aos tais privatizados...
Também neles não acredito
Nem me esforço por fazê-lo...

Vamos ficar condenados;
Cada qual estará aflito
Sem conseguir resolvê-lo...


:) Saíram muito "manquitos" mas saíram! Abraço gde!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SEGUINDO UM DESAFIO DO PO...

. SEM GARANTIAS

. CONVERSANDO COM ALDA PERE...

. DEUSES SOMOS NÓS!

. NATAIS DOS TEMPOS IDOS...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds