.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

QUE CULPA?

Que culpa tinha ele da sua dor

Sem medida, nem fundo ou amplitude?

Que culpa, a dessas asas de condor

Em constante mudança de atitude?

 

Que culpa tinha o mar da sua cor?

Que culpa tinha a Culpa se a Virtude

Se culpava a si própria e, nesse ardor,

Mostrava quanto dela nos ilude?

 

Mais tarde serenou, calou bem fundo

As paixões funcionais que convocara

E encomendou ao Tempo a sua cura.

 

Sobreviveu culpando meio mundo

Por cada cicatriz que lhe ficara

De um tempo em que essa dor fora mais dura…

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 15:31
link do post | "poete" também! | favorito
|
10 comentários:
De Ivete a 16 de Junho de 2011 às 15:51
Aceitar-se no maís íntimo de si
e ver que tudo à sua volta tem razão
esta foi, de todas, a mais difícil lição
será que posso já, dizer que aprendi?
De poetaporkedeusker a 16 de Junho de 2011 às 16:15
:) Olá, de novo! Nunca aprendemos tudo, nunca temos certezas acerca de tudo... este soneto não me tem a mim por sujeito poético, embora tenha sido escrito por mim. Nós tendemos a analisar os poemas como se eles estivessem obrigatoriamente situados no espaço e no tempo e isso é redutivo para a poesia. Todos nós o fazemos... eu, que tenho experiência disto, já dei comigo a fazer esse tipo de análise... penso que tenha a ver com o suporte em que, agora, escrevemos e com a interacção com outros bloggers... mas um bom poema não deve ser moralista. Deve poder ler-se - com excepções, claro... - para além do seu sujeito poético...
Se um dia tiveres aprendido tudo, avisa-me! Eu cada vez aprendo mais e, em contrapartida, vou descobrindo quão imensa é a minha ignorância... :)
Bjo gde!
De Ivete a 17 de Junho de 2011 às 22:14
Eu, parece que desaprendo, ao invés de aprender.
Mas, na verdade, não analisei como sendo tu o sujieto poético e sim, a partir do teu pensamento, disse a "ele" que aceitar o barro de que somos feito é sempre um aprendizado... difícil! Expliquei? Ou compliquei tudo?

Bjs
De poetaporkedeusker a 7 de Julho de 2011 às 12:48
Desculpa, Ivete! Tenho o correio todo misturado e atrasado! Mas tens razão... :) Obrigada e um abraço gde!
De M.Luísa Adães a 16 de Junho de 2011 às 16:10
Espetacular esse soneto. Um encanto!

Ainda não te encontrei. Que se passa?

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 16 de Junho de 2011 às 16:17
Ai, amiga! Nem sei se me encontras... estou lentíssima, não pude vir trabalhar de manhã e parece-me que ainda tenho febre... mas eu vou já ao Face! Beijo!
De poeta_extase a 16 de Junho de 2011 às 23:26
Sinto-me com profunda culpa em sentir o amor que não era sonho. Em viver o sonho que não era amor. Talvez o amor e o sonho estão com os deuses. Mas sinto-me feliz a voltar a ler e sentir seus belos sonetos.
Parabéns pelo seu estro!
Adílio Belmonte
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Sinto-me com profunda culpa em sentir o amor que não era sonho. Em viver o sonho que não era amor. Talvez o amor e o sonho estão com os deuses. Mas sinto-me feliz a voltar a ler e sentir seus belos sonetos. <BR>Parabéns pelo seu estro! <BR>Adílio Belmonte <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Belém-Pará-BRASIL</A> <BR>
De poetaporkedeusker a 17 de Junho de 2011 às 12:00
:) Olá, Poeta Adílio Belmonte! Talvez o amor e o sonho estejam mesmo com os deuses ou sejam um atributo de Deus, mas eu fico muito grata pelas suas palavras e pelo pedacinho de tudo isso que me calhou, a mim. Se eu pudesse aconselhá-lo, pedir-lhe-ia que não sentisse culpa... a culpa leva muito facilmente ao remorso e o remorso não é um sentimento produtivo... mas eu sei que não devo aconselhar ninguém. Quem sou eu para o fazer?
Um abraço grande!
De averse a 17 de Junho de 2011 às 11:06
Belissimo... como sempre :))
Um abraço!
De poetaporkedeusker a 17 de Junho de 2011 às 12:02
:) Olá, Averse! Estou numa pressa, mas vou tentar visitar-vos ainda hoje! Obrigada pelas palavras!
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O INGREDIENTE PRINCIPAL

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. O CONVITE II

. GLOSANDO CHICO BUARQUE

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds