.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 8 de Junho de 2011

DAS TOURADAS E DAS GRANDES CONVICÇÕES - Carta aberta ao meu avô poeta

… e depois, António,

eles benzer-se-ão e partirão gloriosos

para a mortandade

sem que os tenhamos podido desculpar

e agradecerão as palmas

com a consciência do ritual cumprido

e haverá crianças

- crianças como eu era quando,

ao vê-los,  fugia do ecrã da televisão… -,

haverá crianças, António,

que também baterão palmas

e que crescerão embaladas

pela apoteótica matança,

abençoadas pelo deus a que eles se confiaram

e em que eu nunca acreditarei

porque, perdoa-me, António,

eu não posso, nem quero, acreditar

nesse mesmíssimo deus cruel e estúpido,

se ele for tão estúpido e tão cruel

que abençoe a ritualização da tortura…

 

 

 

Ou fomos nós que

sempre estivemos enganados?

Ou fomos nós que

errámos quando condenámos a raiz comum

de todas as descriminações

e de todas as atrocidades?

Ou éramos só nós que víamos,

nos olhos do touro,

a mesma inocência dos dos cristãos novos, no Paço,

dos dos negros, nos porões das naus,

dos dos judeus, em Auschwitz,

dos dos nossos amigos, nas masmorras da Pide?

 

Todos diferentes, todos animais,

António…

 

E eu, António,

eu que, hoje, como há cinquenta anos,

os sinto, os entendo

e, do mais fundo de mim,

os tento perdoar,

não consigo deixar de condenar

essa crua faceta de tantos

 

tantos dos que,

caminhando sobre duas patas,

acreditam que a dor é monopólio seu

e que a racionalidade

lhes confere o direito de SERem os únicos.

 


 

TODOS DIFERENTES, TODOS ANIMAIS!


 

Ao meu avô, António de Sousa, Poeta, tradutor, advogado, crítico literário e um daqueles seres vivos que sempre acreditaram na sensibilidade de todos os outros.

 

Maria João Brito de Sousa - 07-06-2011-11:41h


[against all odds, com honras de blog principal]


 

Ps – Perdoa-me se te arrasto o nome para o campo de uma batalha que prevejo desproporcional, dura e infindável. Por esta altura, tu, lá na tua Ilha de Sam Nunca e eu, ainda por cá, fisicamente desgastada, pouco mais poderemos emprestar para além disto; nome e versos… mas não fomos nós quem sempre acreditou na força das convicções e das palavras que as levam mundo afora?

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 12:17
link do post | "poete" também! | favorito
|
26 comentários:
De M.Luísa Adães a 8 de Junho de 2011 às 14:22
Maravilhoso, Mª. João, belo demais minha
amiga - muito belo!
Fiquei sem palavras! Parabéns chegaste ao cimo, um pouco desgastada, como tu dizes e eu acredito, poeta amiga.
Me deixaste assombrada com o que escreveste!
Bravo poeta - não há palavras...

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 8 de Junho de 2011 às 14:30
Obrigada por entenderes, Maria Luísa!
Um abraço grande!
De M.Luísa Adães a 8 de Junho de 2011 às 15:34
Entendi
E de que maneira eu entendi. Um encanto!

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 8 de Junho de 2011 às 15:45
Receei que alguma leitura mais superficial pudesse chocar alguém, mas depois lembrei-me que uma das funções da Poesia é isso mesmo; abanar as pessoas, confrontá-las com realidades que vão passando desapercebidas porque, nesta vida apressada, outras se vão impondo de forma mais premente...
De M.Luísa Adães a 8 de Junho de 2011 às 16:12
É isso que dizes, a poesia significa liberdade!

E em "poucas palavras" dizer o que muitos não sabem dizer em "muitas palavras".

Eu também sofri de melancolia misturada de
tristeza pelo que li e te digo :

"está, exepcionalmente, bem escrito"

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 8 de Junho de 2011 às 17:04
Muito obrigada, amiga! Muito obrigada por entenderes!
Enorme abraço!
De linhaseletras a 9 de Junho de 2011 às 00:15
Muito bonito Maria joão, eu percebo muito bem o sentido das suas palavras, porque eu tambem não perco tempo a ver torturar os animais, tenho mais coisas para fazer do que ver "atrocidades"
Um braço
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 12:41
Muito obrigada, minha amiga Idalina!
Só cheguei neste momento e terei de sair já, já, porque o almoço tem horas certinhas, mas já vi que tenho mais comments e vou pedir reserva de equipamento para as 14 horas em ponto.
Um enorme abraço!
De Ivete a 9 de Junho de 2011 às 02:16
Poeta, por mais que eu tente, nunca consegui entender tradições que se traduzam em violência, sejam elas contra quem forem. Acredito que o ser humano precisa evoluir.Aquilo que antes era banal,com o entendimento , com o conhecimento adquirido deveria mudar.Ainda assim, o homem ainda não se tornou tão "humano"que consiga abolir de todo a violência.Ele ainda tem necessidade de a cultivar.Que pena!
As palavras estão duras,sim.Mas impregnadas do mais puro sentimento, o de preservar a vida! Parabéns pela coragem!

Beijos
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 14:37
:) Olá, Ivete! Eu também não! Mas sou assim desde pequenina, sabes? Em minha casa os animais sempre foram tratados com todo o respeito e carinho, respeitando, claro, as características da sua espécie... mas foram sempre muito respeitados. Nunca, nunca aceitarei este tipo de rituais e tens toda a razão quando dizes que deveríamos evoluir, pelo menos no que de nós depende!
Um enorme abraço e muito obrigada!
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 10:46
Lindo!
Adoro! Somos todos animais mesmo...racionais ou não, depende da nossa forma de agir :)
Acho que o teu avô ia concordar com tudo o que disseste :)
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 12:45
:) Obrigada! Obrigada pelas palavras e por teres vindo até cá!
Abraço grande!
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 14:40
Não, qualquer pessoa pode concorrer :)
Sim, hoje está um tempo mesmo esquisito :/ mas amanhã já prevêem aumento da temperatura :D Amanhã já podes andar com o cabelo molhado :P
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 15:06
:)) Adoro andar com o cabelo molhado, a escorrer pelas costas! Obrigada pela indicação... vou ver se consigo dar um pulinho até lá na 2ª feira. Hoje não vai dar tempo de certeza... continuo lenta e tenho montanhas de correio para abrir e enviar...
Bjo!
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 14:40
Ah, e obrigada pelo voto :')
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 15:04
:) ! Esperemos que ganhes!
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 15:10
Com a ajuda de todos espero conseguir :)
Bom trabalho então ^^ Eu tenho um relatório para acabar de fazer :P
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 15:37
Olha, nem acreditas! O Poeta Zarolho deixou-me sonetilhos e já me saíram dois, espontâneos, no Montanhas... mas vê quando e se quiseres... eu continuo atrapalhada com esta lentidão toda...
Bjo!
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 15:43
Ele também me deixou um ainda esta semana :D
Eu vou já lá ;)
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 15:45
É que me despertou mesmo a veia espontaneísta!!!
:))
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 15:52
Ainda bem que ele te mandou o sonetilho então :D
Já postas-te? Estou lá, mas não vejo nada de novo ainda :$
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 16:16
está nas respostas do Montanhas! :)) Ele faz sonetilhos nos comments e eu respondo-lhe da mesma forma! :))
Teve tanta graça! Vai aos comments!
De PaperLife a 9 de Junho de 2011 às 16:21
Ai, manda-me o link...
Valha-me um burro aos coices e outro aos pinotes que eu não vejo nadinha :P :$
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 16:34
:))) http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt/ estão sonetilhos em dois poemas, mas eu já nem te sei dizer... acho que é no último e no penúltimo... valha-me, também, o teu burrico! :))
De ligeirinha a 9 de Junho de 2011 às 16:47
q
Que bonito! Tão bem descrito....!!!! Sabes todos nós "temos um Antonio" na nossa vida e foi isso que me enterneceu e fez justificar a minha estada nesta vida....que bem-! Adorei! Beijinhos apertadinhos....
De poetaporkedeusker a 9 de Junho de 2011 às 17:02
Obrigada, minha Ligeirinha! Obrigada do fundo do

Abraço grande, grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. O INGREDIENTE PRINCIPAL

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. O CONVITE II

. GLOSANDO CHICO BUARQUE

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds