.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Terça-feira, 26 de Abril de 2011

EU, CRIATURA SELVAGEM

 

Morderei todo aquele que me morder!

Sou bicho que ninguém domesticou,

Que invadiu, doa lá a quem doer,

História(s) da Vida que ninguém contou.

 

Meu ideal? Tão só sobreviver

Neste astro azul que o homem dominou

Porque tudo o que faz – ou quer fazer… -

É sobrepor-se a excessos que engendrou

 

E, no entanto, também eu sou vida,

Exactamente como ele sempre o foi

Desde o momento exacto em que sentiu

 

Que aquilo a que aspirava, na subida,

Era ao protagonismo de um herói

Que a própria natureza desmentiu…

 

 

Maria João Brito de Sousa

 

 

IMAGEM RETIRADA DA INTERNET

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 17:08
link do post | "poete" também! | favorito
|
10 comentários:
De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2011 às 19:21
Bravo poeta amiga!.........

Um abraço,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2011 às 10:25
:) Obrigada, Maria Luísa!
Acreditas que, provavelmente por causa do esforço da caminhada de ontem, estou com uma flebite na perna esquerda? É na safena parva - chama-se "parva" do latim, pequena, mas a minha está mesmo parva de todo! Tenho o pé inchado e dói-me "pr`a carambas"!
Acho que sou um bocado azarada e esta genética só ajuda no que toca à poesia... mas já não é nada mau! Podia não ajudar nem sequer a poesia... :))
Hoje tenho, sem falta, de enviar a minha votação para o Poesia em Rede! Ontem não estive tempo nenhum online e a minha correspondência está uma desgraça!
Abraço GDE!
De M.Luísa Adães a 27 de Abril de 2011 às 11:35
Afinal eu tinha razão em estar preocupada.

Flebite - inflamação das veias -.

A ter muito cuidado e repouso. Almoçar e ir para casa e espero que a trates, parece dar muitas dores e é um perigo.

As pessoas frágeis de saúde acontece-lhes
coisas más e quando passa, aparece outra...

Não sei onde está a força para tudo, mas
em qualquer lado, essa força está atenta...
Para mim, até um dia...só falo de mim!

As melhoras,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2011 às 11:47
Obrigada, Maria Luísa! Eu já estou habituada a elas há muitos, muitos anos. Dão dores, sim, e pedem repouso mas eu nunca lhes faço a vontade :)) A primeira foi uma tromboflebite logo aos 20 anos e eu tinha uma filha recém nascida na altura... não repousei nada de nada e ainda por cá ando... volta e meia vem uma... agora menos, desde que tomo a Varfarina, mas ainda vêm mesmo com isso! Ainda não consegui ir ao gmail... acreditas? E tenho mesmo de ir! Bjo!
De Simbologia do aMoR a 27 de Abril de 2011 às 00:43
Oi Maria
Muito bonito!
Ainda nós humanos somos todos selvagens.

Ps. O que anda acontecendo com o sapo que todo mundo sumiu?


Abraço
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2011 às 10:29
Obrigada, Vera! Todo o mundo sumiu do sapo? Ainda não dei por nada porque estive cinco dias sem acesso e ontem foi quase como se o não tivesse tido... foi uma trapalhada de papéis perdidos e contas por pagar que nem imaginas! Mas é capaz de andar tudo pelo Facebook... é uma rede social muito apelativa, embora eu goste muito mais dos blogs.
Abraço grande!
De linhaseletras a 27 de Abril de 2011 às 17:24
Olá minha amiga, então está outra vez doente, mas parece que para si isso já é normal. As suas melhoras. Como sempre gostei de ler o seu soneto, e tambem eu sou um pouco selvagem, não sou facil de "domesticar" emborta seja bastante "acessivel". Mas todos nós temos um lado "selvagem" no bom sentido ,claro.
Um grande abraço.
PS.É verdade o que a nossa amiga diz acerca de todo o mundo ter deaparecido do sapo, mas tambem é verdade que está a ser dificil escrever e publicar imagens nos blogs, não sei o que se passa mas a mim acontece-me várias vezes eu querer publicar e não conseguir.
Um grande abraço
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2011 às 17:39
Desculpe eu começar assim, Idalina, mas... nos blogs? Tem dificuldades em publicar nos blogs? Mas eu tenho - e muitíssima! - é em escrever no Facebook! Das mil e uma tentativas que fiz, só consegui deixar duas mensagenzinhas...
Quanto ao resto... parece que o meu estado normal é com uma dor em qualquer sítio :)) Habituei-me a desabafar aqui e agora não vai ser fácil calar-me... mas reconheço que é demais. Hei-de tentar calar-me mas, se me sentir pior, volto a "fazer queixinhas"! :))
Um enorme abraço e muito obrigada pela visita!
De artesaoocioso a 28 de Abril de 2011 às 23:59
Cara amiga,
Mais um problema de saúde. A única coisa que posso fazer é desejar-lhe as melhoras.
O seu poema exprime com beleza uma ideia que também tenho: o Sapiens Asno.
Tanta asneira, tanto disparate e tanta arrogância!
Um grande abraço.
De poetaporkedeusker a 29 de Abril de 2011 às 12:07
Olá, meu amigo! Estou ainda mais atrasada do que o habitual, desculpe-me. Também por ainda não ter retribuído a sua última visita... hoje vim para cá a criar mentalmente um pequeno poema que publiquei directamente no Montanhas... normalmente não o consigo fazer... os versos perdem-se-me e acabo por ficar frustradíssima, mas hoje consegui! Era muito pequeno e em redondilha menor... não vou dizer que foi fácil, mas consegui lembrar-me das três estrofes! :)
O Homem é, efectivamente, muito arrogante e muito especista... mas eu acredito que muitos de nós começamos a acordar para uma realidade bem mais abrangente... posso estar um bocadinho enganada, mas não será muito...
A minha perna - sobretudo o pé - continua inchada e dorida mas já não tenho as náuseas que tive no dia em que detectei a flebite. É bom sinal! :) Espero que também esteja melhor!
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds