.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

NASCEU-ME ABRIL, AGORA MESMO...

 

Nasceu-me agora Abril, quando sonhava…

Mas não é por Abril me ter nascido

Que eu deixarei morrer o que me é querido

Ou que me esquecerei do que cantava

 

Nasceu-me de uma corda que vibrava

Num trinado qualquer, mal pressentido,

De um verbo a vacilar no desmentido

De outro que era menor mas que o calava…

 

E o que é feito de Abril no novo Abril

Em que se redefine outro perfil

Para este meu país tão castigado?

 

E vibra-me outra corda… e já são mil

As cordas que, vibrando em tom subtil,

Me falam de um Abril sempre negado…

 


 

Maria João Brito de Sousa

 


 

Imagem retirada da internet

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 17:12
link do post | "poete" também! | favorito
|
8 comentários:
De Peter a 15 de Abril de 2011 às 21:35
Oi poetisa, tudo bem????bacio.
De poetaporkedeusker a 18 de Abril de 2011 às 11:02
Oi, Peter! Tudo péssimo, em termos de saúde e finanças... mas resta este bocadinho de força de vontade que me traz até cá e um ou outro soneto que me vai nascendo. Não foi nada fácil sobreviver a este fim de semana... mas cá estou!
Bacini!
De Isabel Maia Jácome a 15 de Abril de 2011 às 23:16
Querida amiga... andamos todos contagiados com uma espécie desilusão de um sonho tão sonhado, com um Abril que acabou por não ser devidamente edificado.
Valem-nos os poetas e aqueles que na sua modesta persistencia procuram não se deixar ir abaixo com desilusões... e persistem no sonho, como arma que nos possa manter no caminho. O caminho do que possa ainda ser edificado!
Obrigada poeta!
Saudades
Isabel
De poetaporkedeusker a 18 de Abril de 2011 às 11:11
Saudades, Isabel! Lembrei-me de si e do seu "Escrever por Dentro", durante este fim de semana que me foi particularmente difícil. Tem razão, andamos todos desiludidos com um Abril que, a pouco e pouco, nos foi sendo negado... tenho pena de não estar um pouco mais "móvel" e produtiva. Acreditei que estava a dar o meu melhor, dentro das limitações físicas, claro... e agora sinto que até a criatividade está a diminuir. Sei que assim é. Esta crise está a demorar tanto a passar e tenho tantas dificuldades de locomoção que me parece que este se tornou o meu estado normal... depois, foi um fim de semana inteirinho para um único soneto... e refilão :) Um soneto que só não se rende porque ainda usa a ironia como arma. Depois verá. Vou publicá-lo assim que terminar de responder aos vossos comments.
Abraço muito grande!
De artesaoocioso a 16 de Abril de 2011 às 00:20
Cara amiga,
Gosto mais deste do que do anterior.
Parabéns.
Um abraço
De poetaporkedeusker a 18 de Abril de 2011 às 11:15
Olá, amigo Artesão! Sabe porquê? Porque este foi um daqueles que me nasceram muito naturalmente, ao correr das teclas. Eu acho que isso se nota. Infelizmente já me não nascem "aos montes", como dantes... penso que tem a ver com a minha saúde que anda mesmo muito por baixo.
Abraço grande!
De Simbologia do aMoR a 16 de Abril de 2011 às 12:36
É sempre assim, só falam, mas negam o que foi vivido e conquistado.
abraço
De poetaporkedeusker a 18 de Abril de 2011 às 11:20
É impossível negar tudo o que foi conquistado em termos sociais, Vera. Só quem não viveu aqueles tempos pode negá-lo... ou, então, quem não quer mesmo ver, nem analisar os "podres" do antigo regime. Mas a situação está difícilima,amiga. Eu já não tenho força nos braços para "arregaçar as mangas", mas acredito que outros ainda a terão! Não gostaria nada de me sentir um "peso social" e é por isso que vou dando tudo o que ainda posso dar ao meu país. Nem todos o entenderão, mas eu sei que sim.
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds