.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 11 de Março de 2011

TEUS OLHOS

Lágrimas dos teus olhos imploravam

Outros olhos que olhassem para ti,

Que vissem esses teus tal qual os vi,

Afogados na água em que boiavam…

 

Vi nos teus cegos olhos que choravam

As águas desse rio que não esqueci

Mas a salvá-los não me permiti

Pois não era por mim que se afogavam

 

E foi essa a razão que me impediu

De resgatar teus olhos desse rio

Que deles corria em estranho sobressalto,

 

De banhar-me na dor que deles fluiu

Só pr`a que nunca mais tivesses frio,

Para que alguém te olhasse enquanto eu falto…

 


 

Maria João Brito de Sousa  – 29.01.2011 – 02.59h

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:18
link do post | "poete" também! | favorito
|
11 comentários:
De Raquel a 11 de Março de 2011 às 11:47
Talvez mesmo que a razão não fosse impedimento, a tentativa de salvamento não fosse bem sucedida.
Há lágrimas nos olhos que só podem ser salvas pela pessoa pela qual se afogaram.
De poetaporkedeusker a 11 de Março de 2011 às 14:43
É isso mesmo, Raquel. Apesar do jogo de metáforas, há uma mensagem muito real neste soneto.
Abraço gde! :)
De Raquel a 11 de Março de 2011 às 14:45
São as mensagens que nos prendem às palavras :)
De linhaseletras a 11 de Março de 2011 às 14:09
Boa tarde minha amiga, mais um belo soneto. Quantas lágrimas não são vertidas muitas vezes pela pessoa errada.
Um bom fim de semana.

De poetaporkedeusker a 11 de Março de 2011 às 14:49
Sim, é verdade... pela pessoa errada e no momento errado... porque tudo tem o seu tempo e há resgates que não podem ser repetidos pela mesma pessoa ao longo de uma vida. Pode parecer complicado mas não é se se souberem encaixar as peças certas nos momentos que lhes cabem... e agora é que ficou mesmo a parecer complicado! Mais valia eu ter ficado caladinha :)) Mas continua a ser muito mais simples e real do que o que parece, garanto-lhe.
Vou já ver o seu Linhas&letras! Até já!
De artesaoocioso a 11 de Março de 2011 às 19:01
Roubei para Livro de Horas Tristes.
Não fui eu que soube escrever o choro dela, mas isso não importa.
Está escrito.
Um grande agraço
De poetaporkedeusker a 14 de Março de 2011 às 14:23
:) Olá, meu amigo Artesão. Fico sempre muito grata pelos seus "roubos" :))
Enorme abraço!
De artesaoocioso a 13 de Março de 2011 às 23:38
Continuo com uma dúvida: o blogue 10.100 é seu?
Um abraço
De poetaporkedeusker a 14 de Março de 2011 às 14:25
Não. O blogue 10.100 não é meu e eu não o conhecia... tanto quanto me recordo, acabámos por interagir a nível dos comentários, mas foi tudo. Como tenho estado com falta de tempo, ainda nem sequer conheço esse blog...
De ligeirinha a 14 de Março de 2011 às 16:42
É para mim este soneto...só pode!
Beijinhos!
De poetaporkedeusker a 14 de Março de 2011 às 16:49
então, Ligeirinha, a chorar? Estás bem?
Eu já aí vou dar-te outro abraço:::

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. AINDA GLOSANDO FLORBELA E...

. EXPLICAR-VOS TUDO, NÃO SA...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds