.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

UM SONETO, SÓ PARA VARIAR ...

 

NEM MAIS UM PASSO!

 

 

 

Nem mais um passo sem espantar o medo,

Sem esmagar esta vã precariedade,

Sem espalhar pela Terra este segredo

De erguer, por cada vida, uma vontade!


 

Nem mais um passo! Juro que não cedo!

Do mais puro cristal dessa verdade,

Surgiu-me o despontar deste arvoredo

Nas veias das mil ruas da cidade,


 

Um arvoredo denso, entre os mais densos,

Com becos por explorar, com céus imensos…

Nem mais um gesto para o renegar!


 

Nem mais um passo sem que os dedos tensos

Do muito que sonhar nestes consensos,

Se rendam sem que eu esgote o que criar!

 

 

 

 

 


 

 

Maria João Brito de Sousa – 22.02.2011 – 01.38h :)

 

 

 

 

 

 

 

http://lilianaeomundo.blogspot.com/, agora com ligação à rádio Raizonline

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 15:04
link do post | "poete" também! | favorito
|
26 comentários:
De averse a 22 de Fevereiro de 2011 às 16:23
Já fazia falta :D
De poetaporkedeusker a 22 de Fevereiro de 2011 às 16:44
:D Fico contente, Averse... mas amanhã vai voltar ao "descanso da revisão". Parece que o meu telhado está com outro problema qualquer e, em princípio, terei de ficar em casa para deixar passar os operários... além do mais, a revisão está para durar! Descubro cada vez mais erros de todos os tipos e ainda vou em Fevereiro de 2008...
Abraço!
De averse a 22 de Fevereiro de 2011 às 16:56
:D sim... mas pelo menos espero que nos brinde de quando em quando!!!
Abraço e bom trabalho
De poetaporkedeusker a 22 de Fevereiro de 2011 às 17:03
Vou fazer o possível por publicar um de vez em quando, Averse. Só quem faz trabalho de revisão de soneto clássico é que pode avaliar o muitíssimo que custa... e o facto de serem escritos por mim, ainda torna a tarefa mais difícil... mas, no cômputo geral, é gratificante. Penso que toda a forma de arte é gratificante; desde que seja Arte, é útil. É muito mais útil do que aquilo que nós pensamos numa primeira abordagem.
Adorei as fotos, mas só me ri com o Gepetto... por onde andará o Pinóquio? :)
De averse a 22 de Fevereiro de 2011 às 17:14
realmente, onde se terá metido o raio do miudo?!?!? apanhei-o naquela fantastica loja de artesanato e claro aproveitei para tirar foto e tirar medidas, e pelo tamanho eu sou o menos mentiroso!!!
De poetaporkedeusker a 22 de Fevereiro de 2011 às 17:15
:)) Acredito!
De Vítor a 22 de Fevereiro de 2011 às 19:14
Eu de volta...e por aqui tudo normal,ou seja:Um primor de soneto ;-)

Bj*
De poetaporkedeusker a 23 de Fevereiro de 2011 às 12:20
Olá, Vítor! :) Ainda bem que gosta... cheguei a recear que o processo de revisão me estivesse a "matar" a criatividade... mas parece que ainda sobra alguma coisita :))
É bom voltar a vê-lo neste cantinho!
Abraço grande!
De Nadilce Beatriz a 23 de Fevereiro de 2011 às 01:04
Teus sonetos me trazem lembranças que até não quereria...
Mas como poeta, que sou, sei que as lembranças fazem cócegas nos sonhos, trazendo saudades...E parece que a saudades quando fica 'velha' tem um gosto de felicidade.
Bjs em teu coração.
De poetaporkedeusker a 23 de Fevereiro de 2011 às 12:22
Olá Nadilce! Sim, é isso mesmo... eu não sinto a saudade como uma coisa triste ou negativa... tem um gostinho de coisa boa e vivida!
Um beijo para si também! :)
De M.Luísa Adães a 23 de Fevereiro de 2011 às 15:31
"Nem mais um passo! Juro que não cedo"...

Lindo teu soneto
Belo teu dizer
Desprendido de terra e céu
Flores molhadas
Vestidos vermelhos
Indeterminado Deus

Beijos,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 23 de Fevereiro de 2011 às 15:42
Olá, Maria Luísa! Obrigada pelas palavras!
Estou com uma dor de cabeça daquelas de sinusite e trago, na ponta do cursor, o link do blog de uma poetisa amiga, mas vou tentar visitar-te ainda hoje!
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 23 de Fevereiro de 2011 às 15:46
Please, look to the Premium!

Thanks,

M. Luísa
De poetaporkedeusker a 23 de Fevereiro de 2011 às 16:31
You want me to take a look at your blog... I will! :)
De M.Luísa Adães a 23 de Fevereiro de 2011 às 18:34
yes, to take a look at my Premium.

Thanks, Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 24 de Fevereiro de 2011 às 12:11
Vi o teu artigo e não pude deixar de reparar naquele prémio - selo - que te ofereceram, da patinha de um cão numa mão humana. É lindo!
Eu estou hiper atrasada porque fiquei à espera do senhor que deveria ter ido arranjar o telhado e, também, do bendito vale da Segurança Social que já está com um atraso daqueles... e não veio. Nenhum deles veio. Nem o senhor, nem o vale.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 24 de Fevereiro de 2011 às 19:46
Reparaste no prémio, é lindo!

É uma amizade que eu encontrei num blogs
espanhol. Ele é o Pruno e é um gato e é meu
amigo. É da Noruega, mas vive em Espanha
e tem um blogs.

Me mandou essa beleza e todos os dias me escreve. E eu estou apaixonada por ele!

Um beijo para ti, outro para o Pruno, o meu
último amor.

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2011 às 12:30
Ok! Estás apaixonada e eu, hoje, estou demasiado "zangada" - não é contigo! - para ir visitar o teu último amor. Acho que ele ficaria a pensar que eu sou uma pessoa terrível! Eu sou sou terrível em situações muito extremas, o que é o caso... lê o meu mail e desculpa-me se não puder entender tudo hoje, está bem? Não tenho o meu neurónio social a funcionar a 100%. Hoje, a 100%, só está o neurónio que me ajuda a fazer as contas do gás, da água, da luz e dos sacos de ração... o resto é pura revolta...
Enorme abraço!
De Peter a 24 de Fevereiro de 2011 às 20:10
Muito bem grande e persistente poetisa !
Um aceno das margens do mediterranio.
Baci.
De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2011 às 11:46
Grazie, Peter! Espero que esse Mediterrâneo esteja mais "manso" do que, hoje, está este Atlântico. Desculpe o discurso que lhe deixei no outro comentário, mas hoje estou capaz de engolir a segurança social deste país... porque trabalho! Se não trabalhasse, se não sentisse que estou a oferecer ao meu país uma obra de que ele se poderá orgulhar, entenderia que me não dessem os benditos 189 euros por mês. Mas eu dou. Dou e dou-me ao trabalho de rever os sonetos todos desde o início, para que possam ser utilizados até a nível didáctico. O Peter não tem nada a ver com isso, segundo sei, portanto releve este meu protesto... penso que tudo o que hoje sei fazer é protestar...
Bacini.
De Peter a 25 de Fevereiro de 2011 às 16:08
Eu corrobora da sua opinião , acho que este país abandonou o cidadão esquecendo que ssem cidadaos não há país.Os oportunistas, para não lhes chamar outros nomes, tomaram conta do que é de todos!!!
De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2011 às 16:22
Sem cidadãos... ficam com um enorme vazio entre mãos... e sem os artistas ficam com outra espécie de vazio, mas isso não é muito fácil de entender à primeira... eles, por vezes, também arranjam forma de subjugar - ou pensar que podem subjugar - a arte a certo tipo de interesses... mas aqui é mais difícil chegar-se lá. O artista,o poeta, mesmo quando é um pequeno poeta, como eu sou, é, por natureza e por definição, um ser dedicado ao seu trabalho e um "osso duro de roer"...
De linhaseletras a 24 de Fevereiro de 2011 às 22:44
Olá aqui sinto-me mais á vontade, sabe bem de vez em quando passar pelo "poetaporkedeusker"e ler estes belos sonetos.
Um grande abraço
De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2011 às 11:54
Ora ainda bem, minha amiga Idalina. Haja qualquer coisa agradável num dia em que estou capaz de explodir. Não tem a ver consigo... tem a ver com um atraso da segurança social que me vai deixar sem água, gás, luz e alimentos para os animais.
Tudo bem... atrasos até são pertinentes... mas tanto tempo? E que tal eles fazerem um balançozinho ao meu trabalho de três anos e verificarem se vale ou não a pena continuarem a subsidiar uma das maiores sonetistas que este país já produziu? Sim, eu também puxo dos galões quando me encostam à parede. Sei muitíssimo bem que sou mesmo uma grande sonetista.Tenho um comportamento irrepreensível, mas deito as unhas para fora quando me pisam... a mim e aos meus animais.
Mais uma vez terei de lhe pedir desculpa por este protesto lhe ter "caído em cima". Hoje só me sinto capaz de protestar e a minha amiga não tem culpa disso... mas penso que entenderá e me desculpará.
Enorme abraço!
De linhaseletras a 25 de Fevereiro de 2011 às 14:18
Claro que a percebo e entendo muito bem e só lamento que uns tenham tanto , até demais e outros andem sempre na "corda bamba".
Espero que não se atrasem muito mais para a minha amiga sair dessa aflição.
Um grande abraço e um bom fim de semana
De poetaporkedeusker a 25 de Fevereiro de 2011 às 14:29
Obrigada, Idalina! Já tenho o problema agravadíssimo pelo atraso... o fim de semana está mais do que estragado e, a partir da próxima semana... nem sei como será...
Será que eu ainda consigo aprender a assaltar bancos? :))

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. CONVERSANDO COM ALDA PERE...

. DEUSES SOMOS NÓS!

. NATAIS DOS TEMPOS IDOS...

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. CONVERSANDO COM O POETA A...

. CHUVA

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds