.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

QUE DEUS MAS LIVRE!

 

Que Deus mas guarde das negras enchentes,

De cada fogo e de outros cataclismos!

Que Deus mas livre à beira dos abismos

E do peso indizível das correntes!


Que Deus mas guarde de estarem doentes

E as livre destes meus idealismos,

Pois nunca entenderiam tantos “ismos”,

Poderiam tornar-se ambivalentes…


Deus mas livre de serem como sou,

Mas não da absurda força que as gerou,

E possa relevar quanta incoerência


Lhe pede, nestas linhas, quem ousou

Um pequeno poema e revelou

Este vislumbre de tão estranha essência…

 

 

 


Maria João Brito de Sousa – 07.02.2011 – 20.06h

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 12:02
link do post | "poete" também! | favorito
|
12 comentários:
De linhaseletras a 10 de Fevereiro de 2011 às 14:08
Boa tarde Maria João este soneto é muito bonito e muito"suplicante" e vai direitinho a "PESSOAS "que lhe são muito queridas e por quem a minha amiga sofre com tudo o que lhes possa vir a acontecer.
Mas Deus vai ouvir o seu pedido e não vai deixar que nada de mal lhes aconteça.
Um grande abraço

De poetaporkedeusker a 10 de Fevereiro de 2011 às 14:22
Obrigada, minha amiga... só não sofro tanto assim porque aprendi a não alimentar as dores que não nos são impostas no dia a dia... já as suportei muito mais do que o comum dos mortais e aprendi que não é possível viver e ser útil na antecipação das catástrofes... e eu estou muitíssimo convicta de que estou a ser muito mais útil do que a maioria pode imaginar; mas não desejo a ninguém este dom que eu carrego com toda a lucidez. Não é fácil. Não é nada fácil fazer este tipo de escolhas e sobreviver-lhes psicologicamente com este mínimo de dignidade de que não abdico. A incompreensão e as pressões externas são muitas e muito fortes... tem de se ter uma estrutura interior de aço para as aguentar. Uma estrutura interna de aço e uma convicção imensa.
Um grande abraço!
De M.Luísa Adães a 10 de Fevereiro de 2011 às 17:50
Que se passa contigo além de tudo que eu sei que se passa.

Sei que tens filhas e netos e contactos com eles, tu tens? talvez sim...

Eu deixei agora no Brasil, onde ela nasceu, a
minha única neta. Que dizes? Não sei se a torno a ver e ao meu filho também.
Não me faças pensar e chorar, por favor.
Finjo ignorar!

Mª Luísa
De poetaporkedeusker a 10 de Fevereiro de 2011 às 17:57
Tenho de sair dentro de segundos, mas não quero que fiques preocupada, Maria Luísa! É apenas um desejo forte de que tudo esteja bem com elas... eu depois digo melhor! Bjo!
De ligeirinha a 10 de Fevereiro de 2011 às 15:25
Como tão bem te entendo! És uma grande mulher, que bom que Deus te tenha dado tanto talento para tanta coisa! E porquê?- PORQUEDEUSQUER-Mereces tudo sobretudo paz, coragem , dignidade reforçadas porque teres já tens isto tudo! Aqui fica o meu comentário ao teu" poema lamento consentido"....Beijo grande!
De poetaporkedeusker a 10 de Fevereiro de 2011 às 15:37
Minha querida Ligeirinha... já faz três anos - quase - que nos conhecemos e sempre gostei de ti! Não é só por me dizeres coisas bonitas... é por tudo e é por nada!
Nesta coisa do afectos não se manda :) eles surgem, ou não e quase sempre se mantêm mesmo que venha um ou outro pequeno desentendimento... e o mais curioso é que, entre nós, nunca me apercebi que surgisse algum desentendimento. Deixo-te um abraço daqueles muito, muito grandes e apertados!
De ligeirinha a 10 de Fevereiro de 2011 às 15:48







De poetaporkedeusker a 10 de Fevereiro de 2011 às 15:52
:)) Lindo! sempre adorei estes íconezinhos, sabes?
Enorme abraço!
A não ser que seja um texto daqueles muito, muito sisudos, acho que são uma delícia para os comentários!
De artesaoocioso a 10 de Fevereiro de 2011 às 18:15
Mais um exelente soneto... sentido.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Mais um exelente soneto... sentido. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Roubeio</A> . <BR>Um abraço
De poetaporkedeusker a 11 de Fevereiro de 2011 às 11:25
Muito obrigada, amigo Artesão. Eu far-lhe-ei uma visita, ainda hoje. Até já e um abraço!
De Simbologia do aMoR a 11 de Fevereiro de 2011 às 04:15
"... de cada fogo e outros cataclismos".
Sintonia entre nós?
Depois que escrevi vim ler-te e eis que deparo com esta frase.
Espero que esteja tudo bem.


Abraço
De poetaporkedeusker a 11 de Fevereiro de 2011 às 11:27
Olha que isso das sintonias é bem mais vulgar do que parece. Estou mais do que atrasada e hoje é dia da recolha do Banco Alimentar, mas eu ainda te faço uma visita! Se não for já, já, será depois de eu voltar do CSP.
Até já!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. AINDA GLOSANDO FLORBELA E...

. EXPLICAR-VOS TUDO, NÃO SA...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds