.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

TSUNAMI

Lembrei-me e foi depois de ter lembrado

Que me tentei esquecer do que sentia;

Cada vez mais me inundo em poesia

Por cada verso meu, posto de lado…


“Poeta de um poema improvisado!”

E, cá por dentro, o riso contraria

Essa obscura versão; -“Não poderia

Noutro ofício qualquer ter-me encontrado!”


Foi como foi. Tão simples quanto o mar

Em que alguém naufragou sem se afogar…

E eu quero lá saber de mais razões!


Se um destes dias me volto a lembrar,

Volto a rir-me da onda, pr`a domar

O “tsunami” do mar das disfunções…


 

 


Maria João Brito de Sousa


 

 

Imagem retirada da internet

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:19
link do post | "poete" também! | favorito
|
4 comentários:
De linhaseletras a 7 de Fevereiro de 2011 às 13:57
Boa tarde Maria João, que grande "remoinho" de palavras que está dentro do seu coração e todas a quererem sair ao mesmo tempo, não tem tempo para descansar se as quiser" apanhar" todas, não é verdade.
Um abraço e um bom inicio de semana.
De poetaporkedeusker a 7 de Fevereiro de 2011 às 14:29
Olá, Idalina! Tem sido assim, tem... mas agora tenho a impressão de que as coisas estão a "estagnar" um bocadinho... é bem possível que eu tenha de fazer umas "férias" da escrita, minha amiga. Nunca, quando comecei o poetaporkedeusker, imaginei conseguir escrever tantos sonetos! Bem sei que alguns não terão uma qualidade por aí além, mas são sonetos clássicos, em decassílabo heróico - a esmagadora maioria - e eu tenho escrito sempre com a certeza de que, um dia, o ritmo teria de abrandar... pode crer que isto é muitíssimo mais cansativo do que a maioria pode imaginar e eu sinto que já estou a ultrapassar em muito as fronteiras do que é normal produzir... ainda não tenho certezas, mas é possível que venha mesmo a fazer umas feriazinhas... além do mais, as pontas dos dedos andam-me a "formigar" com saudades dos pastéis de óleo... olhe, é cedo para eu poder dizer alguma coisa, mas é possível que o blog vá descansar durante uns tempinhos. E já me estou a repetir nestas afirmações ainda cheias de dúvidas :)
E há o problema das revisões; nunca cheguei a fazê-las por falta de tempo e, durante os primeiros anos, os poemas nem sequer foram assinados por mim... pensava eu que dizer "publicado por poetaporkedeusker" seria exactamente o mesmo que assinar o meu nome... e não é assim. Enfim, mesmo que entre numa fase de não produção de sonetos, terei muitíssimo que fazer e o termo "férias" vai ser um mero ornamento :))
Um enorme abraço e obrigada!
De ligeirinha a 7 de Fevereiro de 2011 às 17:04
Olha tu de férias...!!!???
Só se uma "onda" te levasse.....
Precisamos todos de ti nem que seja para mandar o teu cometa! Beijinhos!
De poetaporkedeusker a 7 de Fevereiro de 2011 às 17:42
Ainda não sei bem, minha Ligeirinha... mas sei que não fiz um único soneto durante todo o fim de semana e que me passou pela cabeça cortar não a dita cuja, mas, pelo menos, aponta dos cabelos... e isto, em mim, é estranhíssimo! Eu não ligo muito à simbologia aceite pelas maiorias, mas vou criando a minha e, esta cabeleira enorme, tem mesmo a ver com o poetaporkedeusker... não corto o cabelo desde o dia em que iniciei o blog, em Janeiro de 2008... é uma coisa muito minha e que não me aflige nada... muito pelo contrário. Mas posso estar ainda longe fazer férias e isso, no meu caso, significaria fazer revisões ao Poeta, fazer mais algumas visitas, tentar por ordem no meu correio do gmail, etc... não seriam férias de nada senão da criação de novos sonetos...
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds