.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

PEQUENOS PARAÍSOS E GRANDES INEVITABILIDADES

 

Num lago pequenino e debruado

Por azedas e trevos, como tantos,

Demorava-se o sol, preso aos encantos

Deste meu paraíso recriado


E, querendo-se deitar, por estar cansado

De aquecer, deste lado, os verdes mantos,

Olhando este meu lago, outros quebrantos

O fizeram esquecer do outro lado…


“Metáforas… só isso!” - direi eu,

Depois, ao constatar que o sol desceu

Sem se ter demorado um só segundo.


Com ou sem paraíso, um escuro véu

Cobre, inteiro, o azul do mesmo céu

Que irá vestir de negro este meu mundo…

 

 

 


Maria João Brito de Sousa

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:26
link do post | "poete" também! | favorito
|
6 comentários:
De Isabel Maia Jácome a 6 de Janeiro de 2011 às 12:40
LIIIIIIINDO!!!!!!!!!!!!!!!!!, querida poeta.
De poetaporkedeusker a 6 de Janeiro de 2011 às 14:27
:) Obrigada! Veio mesmo na sequência daquela nossa conversa, no soneto anterior... esta era a minha avó pintora. Fazia maravilhas com miolo de pão que depois deixava secar, pintava e envernizava. Lembro-me muito bem das "jóias" que ela criava assim. Fez imensos brincos, colares, alfinetes de peito, enfeites para os ganchos do cabelo... infelizmente nenhuma dessas peças sobreviveu às mudanças que se seguiram à sua morte.
Também tenho no meu álbum do sapo um retrato do meu avô feito por ela e que também já está muito deteriorado pelo tempo... mas eu, agora, não tenho acesso ao meu álbum do sapo. Bloquearam-no desde que houve uma avaria grande, aqui há tempos.
Bjo!
De Peter a 6 de Janeiro de 2011 às 16:35
Oi poetisa, começa muito bem o ano poético!
Baci.
De poetaporkedeusker a 6 de Janeiro de 2011 às 16:44
:) Obrigada, Peter! A passagem de ano deixou-me "aprisionada", sem elevador e com uma cólica renal, mas agora... vingo-me! Hei-de publicar tudo o que me nascer! :)
Bacini!
De linhaseletras a 6 de Janeiro de 2011 às 23:35
Olá minha amiga, parece que o seu ano começou muito bem, pelo menos "poeticamente"falando.
O meu começou muito mal, a inspiração anda "fugida" e como se não bastasse estou doente deste o natal, e parece que veio para ficar.
Passei o dia de ano novo de cama nem me podia por em pé porque a cabeça anda com umas tonturas esquisitas e quase que perdia os sentidos se teimasse em andar levantada, parece que tenho um motor dentro da cabeça, estou a escrever mas não estou muito mais tempo por aqui.
Um grande abraço e um bom ano para si
De poetaporkedeusker a 7 de Janeiro de 2011 às 10:34
Caramba, Idalina! Tem mesmo de ir ao médico ver isso! Eu também ando com tonturas mas não são assim... as minhas só vêm quando teimo em fazer qualquer coisa - basta andar uns metros mais - e não consigo.
Qualquer dia acredito que estou mesmo a ficar "bruxinha" nestas coisas dos comentários... fartei-me de pensar em si esta manhã, enquanto tratava dos animais. Também não tenho conseguido visitar quase ninguém... estou cada vez mais lenta - mesmo a escrever - e escrevo em tantos sites diferentes que acabo por me baralhar toda... mas agora o que interessa é que se ponha em forma! É claro que não pode andar com muita inspiração se sente "um motor dentro da cabeça"! Eu, quando tenho muitas dores, nem duas sílabas com sentido consigo escrever! Vá ao médico já, já! Não quero parecer estar a dar-lhe ordens, desculpe, mas isso pode ser um problema de hipertensão e tem de ser visto o mais depressa possível!
Um enorme abraço e, por favor, trate de si!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. O MOMENTO DA RECEPÇÃO DA ...

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds