.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

UMA OUTRA CASA, TAMBÉM PORTUGUESA II

 

Encontro as rimas dispersas

No lençol feito de linho,

Que foi bordado a conversas

Sobre esta cama de pinho

 

 

E nas horas mais adversas,

Abraço o lençol limpinho

- que lavo todas as terças –

Para sentir-lhe o cheirinho…

 

 

Se a minha casa não for

Uma casa portuguesa

Como a da antiga canção,

 

 

Tem, pelo menos, amor

E só não tem pão na mesa

Porque o traz no coração!

 

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 24.11.2010 – 21.57h

 

 

 

 

 

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 10:57
link do post | "poete" também! | favorito
|
12 comentários:
De M.Luísa Adães a 25 de Novembro de 2010 às 17:57
Lindo Mª. João

Quando os leio, me sinto a caminhar ràpidamente, por um caminho que não conheço, mas me agrada e a luz, as flores, os
insectos, a natureza, caminham comigo
felizes,
eles e eu, levamos os teus versos!

Beijos e saudades,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 26 de Novembro de 2010 às 11:12
Obrigada, Maria Luísa! Foi assim que sempre me senti, amiga... uma pequena parte desse todo que inclui a natureza, os seus insectos e aves, as suas plantas...
Obrigada por levares os meus versos por aí!
Abraço grande!
De Isabel Maia Jácome a 25 de Novembro de 2010 às 18:34
Ontem como não vim aqui, não vi o solidário poema que a Maria João fez com toods os trabalhadores portugueses!
:) Não pude deixar de sorrir, pela sua forma interventiva nos dias de hoje... e na greve de ontem!
Beijo, Mª João
Sempre, Isabel
De poetaporkedeusker a 26 de Novembro de 2010 às 11:22
:) Olá Isabel! Não publiquei nenhum poema no poetaporkedeusker... foi só mesmo o aviso de greve, mas o Mumbles garantiu uma situação que me pareceu de emergência... pelo menos o Fado Sem Gente nasceu-me com o carácter imperioso das urgências e foi por isso que o publiquei no http://mumbles.blogs.sapo.pt/
No fundo, o carácter das greves é muito simbólico
e eu estou convencida de que isto que aqui faço é, realmente, trabalho :) É bem possível que, daqui a muitos anos, quando eu já por cá não andar, ele venha a ser considerado como tal... isto sem querer fazer futurismo! É qualquer coisa de muito inexplicável mas forte - fortíssimo! - o que me leva a vir aqui todas as manhãs e a prolongar o meu "teclar" até ao fecho do Centro.
Um abraço grande, grande!
De Isabel Maia Jácome a 26 de Novembro de 2010 às 12:54
Lindo...Maria João. Lindo esse poema nos "Mumbles", com grande força...
... e concordo consigo...poesia é trabalho!
e a Mª João uma grande e conscenciosa trabalhadora...
Abraço apertado
Isabel
De poetaporkedeusker a 26 de Novembro de 2010 às 14:16
Um bocadinho atrapalhada com o elogio, agradeço-lhe mais uma vez!
Vou tentando ser uma boa trabalhadora, isso é verdade! Luto contra todas as minhas humanas fraquezas para dar o meu melhor... penso que isto não seja orgulho, no mau sentido... mas fico muito feliz quando vocês gostam do que lêem! Parece-me um "orgulhosinho bom" porque não me enche de vaidade e sim de vontade de produzir mais e mais...
Enorme abraço!
De linhaseletras a 26 de Novembro de 2010 às 00:19
Muito bonito este seu poema, cada vez há mais casas assim, muito amor e pouco pão, mas pouco há a fazer, não é verdade minha amiga.
Um grande abraço
De poetaporkedeusker a 26 de Novembro de 2010 às 11:29
Não, amiga! Há muito que fazer! Eu vou fazendo a minha minúscula partezinha... todos nós temos muito que fazer quando surgem estes ciclos de desequilíbrio social e económico. Não sou nem nunca pretendi ser uma politóloga. Deixo isso para quem tem as devidas competências, mas os portugueses estão a passar por momentos difíceis e devem consciencializar-se mais em relação àquilo que, por definição, uma democracia exige.
Pronto, já "debitei" um discurso mais ou menos político :)) Desculpe-me se a aborreci!
Um abraço grande!
De linhaseletras a 26 de Novembro de 2010 às 14:18
Não aborreceu nada, eu gosto de "ouvir" quem sabe falar das coisas com tanto discernimento e sabedoria.
Um abraço e um bom fim de semana.

De poetaporkedeusker a 26 de Novembro de 2010 às 14:44
Ia-me escapando este seu comentário... mas devo tê-la aborrecido, sim! Eu não tenho jeitinho nenhum para falar destas coisas... é preferível dizê-las em poemas!
Vou aproveitar para lhe falar de um outro Fado que fiz e que, se calhar, não viu, no http://mumbles.blogs.sapo.pt/ . "Furei" a greve, mas foi por uma boa causa! Se lhe apetecer, passe por lá!
Abraço
De Azoriana a 26 de Novembro de 2010 às 10:04
Ó que linda a tua casa
Tão repleta de valores
Teu coração é a brasa
Que te aquece de amores.

Teus amores pela rima
Eleva a tua moral
E também vem ao de cima
Um poema sem igual.

E cá na ilha te canto
Com uma terna devoção
Porque sei que não há pranto
Nas ondas do coração.

Teu coração está bordado
Pela rima pioneira
Será sempre do agrado
Desta amiga da Terceira.

Abraços
Rosa Maria
De poetaporkedeusker a 26 de Novembro de 2010 às 11:34
Rosinha! Caramba, amiga! Neste momento não me estão a surgir versos nenhuns, desculpa! Acho que ainda estou congelada pela caminhada que fiz até aqui... mas tu és um espanto! Tens sempre belas rimas na ponta da língua... neste caso, dos dedos! Eu tenho os meus momentos menos poéticos...
Obrigada! Muito obrigada pelos teus versos!
Vou ver se ainda hoje passo no teu cantinho!
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds