.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

ONDE EU NÃO PUDER ESTAR...

 

 

Onde eu não puder estar, estará, de mim,

O meu sonho ancestral, sem dimensão,

De quem se quer Poeta até ao fim,

De quem nunca terá outra ambição

 

E, haja, ou não, mil flores no meu jardim,

Receba, ou não receba, uma atenção,

Bendito seja quem me fez assim

E quem me deu a escrita por missão.

 

Virão mais tempestades! Calarei

Por dias, ou semanas, minha voz

E todas as palavras que, negadas,

 

Ainda assim serão, porque as cantei,

Um rio que, ao desaguar, encontra a foz

Do mar das que por outros são cantadas...

 

 

 

Maria João Brito de Sousa - 13.10.2010 - 12.45h

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 14:55
link do post | "poete" também! | favorito
|
22 comentários:
De Peter a 14 de Outubro de 2010 às 12:18
Bom dia cara poetisa. Melhor????
É o que desejo , melhor como os poemas!
Bacio.
De poetaporkedeusker a 14 de Outubro de 2010 às 12:37
:) Olá, Peter! Não... ontem acabei por ter mesmo de me ir deitar a seguir ao almoço porque a febre era muita e não conseguia, sequer, estar sentada.
Hoje tive de ficar em casa por causa de uma bendita antena que um qualquer técnico ficou de ir reparar... e não apareceu! Estou muito cansada e a infecção respiratória continua muito activa. Vamos a ver se consigo voltar da parte da tarde.
Bacini e obrigada por perguntar, Peter.
De Peter a 14 de Outubro de 2010 às 18:47
melhoras rápidas!
força nessa febre !
De poetaporkedeusker a 15 de Outubro de 2010 às 14:08
Quem me dera, Peter :) Mas, ainda por cima, sobreveio uma crisezita de asma que eu já não tinha desde que a pneumologista do Egas Moniz me medicou com Fluticasona. :)) Estes meus comments mais parecem bulas de medicamentos!
Bacini e grazie tanta!
De Peter a 15 de Outubro de 2010 às 23:26
É preciso força para melhorar pois além do mal próprio , de facto se falham os poemas, fazem-nos falta. Já são praticamente da rotina diária.
Com votos dum melhor fim de semana.Bacio.
De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 11:36
Obrigada por gostar dos meus sonetos, Peter. Eu também gosto muito dos seus, mas a verdade é que, desde há já vários dias, tenho de ir à cama a seguir ao almoço, mesmo nos dias em que não almoço. Não é preguiça, amigo... é um cansaço tão grande, mas tão grande que por muito que me apeteça escrever, o corpo não obedece, os olhos fecham-se-me e até o raciocínio parece ficar "anestesiado". Já comprei mais antibiótico - arruinei-me! :) - para dar continuidade ao tratamento, mas continuo com secreções purulentas o que significa que a infecção não está debelada... até tratar dos animais, com este acréscimo da incontinência senil do Kico e do Garfield, parece ser muito mais do que que as minhas forças vão permitindo... e, mais uma vez, lhe deixo aqui um desabafo que nunca mais acaba :) Desculpe!
Bacini!
De linhaseletras a 14 de Outubro de 2010 às 14:07
As melhoras Maria João.
Um grande abraço



De poetaporkedeusker a 14 de Outubro de 2010 às 14:18
Obrigada, Idalina. Tomei agora o Dafalgan - Ben-u-ron efervescente - e vou ver se, pelo menos, consigo adiantar um pouco o meu correio.
Um abraço grande!
De Simbologia do aMoR a 15 de Outubro de 2010 às 14:34
Bom dia Maria!

É um lindo soneto!

Cuide desta infecção. Sei bem o que é isso, pois minha mãe passou sem fbere, mas com muita infecção pulmonar.

Melhoras

Abraço
De poetaporkedeusker a 15 de Outubro de 2010 às 15:51
Olá, Vera. Quando temos as defesas muito gastas, como é o caso das pessoas muito idosas e das que, como eu, têm um problema auto-imune, é frequente as infecções progredirem perigosamente sem que haja febre... a minha "febre" não é muito alta para uma pessoa comum, mas para mim é bem alta pois o meu normal não costuma exceder os 35º. Estou aqui a escrever com muita dificuldade, sabes? Já estive no Re-nascer, mas nem deixei comentário ao teu "Amor Felino". Estou sempre a dizer a mim mesma que devo ir para casa, deitar-me... mas tem sido uma semana tão pouco produtiva. Custa-me ir-me deitar sem trabalhar um pouco na reedição de posts, mas a verdade é que estou mesmo muito atrapalhada e até escrever me está a ser muito difícil. Se calhar vou mesmo ter de ir. Estou a dormir em pé e muito, muito mal disposta.
Abraço grande e que tenhas um bom fim de semana.
De FatimaSoares a 16 de Outubro de 2010 às 16:22
Olá amiga vim desejar um bfsemana e deixar um beijinho doce. Tudo de bom.
De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 11:39
Obrigada, Fátima! Só recebi o comment hoje, 2ª feira, mas ficou a intenção :) Não tenho conseguido aguentar ficar a tarde toda sentada ao computador... vamos a ver se hoje consigo!
Abraço grande e uma excelente semana.
De Zilda Cardoso a 17 de Outubro de 2010 às 13:43
Não é bom que um poeta cale a sua voz! Precisamos dos poetas para nos indicarem o caminho a seguir. Por isso, p.f. fique boa depressa.
De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 11:50
:) Obrigada pelo voto, Zilda! Estou a fazer o possível por me ver livre da infecção e do cansaço, mas este meu corpo não anda nada obediente. Nunca consigo ficar de pé tanto tempo quanto gostaria e, depois do almoço, tem sido impossível não me ir deitar... e é impossível mesmo, porque não há nada que eu deteste mais do que ir à cama durante o dia... à noite, é diferente; é tão bom sentar-me no único sofazinho lá de casa, ligar a televisão e, pouco tempo depois, adormecer :) às vezes até me irrito porque gostaria de ver um ou outro programa e quase nunca consigo vê-lo na totalidade... mas aí já é um soninho bom e merecido, não é como este que me vem durante o dia e me impede as rotinas diárias e a criatividade. Mas hoje trago um soneto! É filho único de todo um fim de semana, mas foi tudo o que o cansaço me permitiu.
Um enorme abraço esperando que esteja completamente restabelecida da sua queda.
De M.Luísa Adães a 18 de Outubro de 2010 às 08:37
Maria João

Teu poema me comoveu, é triste e muito belo
mas triste, como se tratasse de uma despedida.

Não fujas sem dizer Adeus! Sinto a tua falta!

E como vai a saúde? Força, ainda tens muito a cumprir, nesta missão de escrever.

Espero por ti!

As melhoras,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 11:58
Amiga, eu garanto-te que não quero fugir, mas ando tão cansada, tão cansada, que tenho de deixar o computador para me ir deitar de tarde... e eu garanto-te que detesto fazê-lo! É um cansaço que me ultrapassa a vontade e faz com que adormeça sentada e tudo. Fico furiosa comigo mesma porque a verdade é que eu gosto desta minha rotina de trabalho e a alma vai-me pedindo os poemas que o corpo se recusa a fazer. Espero, realmente, melhorar desta infecção que parece ter vindo para ficar. Eu sei que este síndrome que tenho, provoca muito cansaço mas, com esse já eu estava habituada a lidar... esta malvada sinusite e a infecção respiratória é que foram a gota de água que fez transbordar a taça.
Um grande, grande abraço!
De M.Luísa Adães a 18 de Outubro de 2010 às 12:46
Eu penso que tudo está relacionado com a mudança da estação, e agravado com os teus
problemas de saúde.

E não sei se tomas vacinas para brônquios e
tens de ter um tratamento especifico na
mudança de qualquer estação.

Tens?
Mas estás na terra tens de lutar e a
tua luta é descansar.
O corpo não actua como o espírito - é mais
denso e pesado.

Vai dando notícias no teu blogs e eu venho ler
assim escreves para todos ao mesmo tempo e te cansas menos e vai passar!

Beijos e melhoras,

Mª. Luísa
De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 15:09
Obrigada, Maria Luísa. Estou tão lenta que ainda nem consegui publicar o soneto de hoje e algumas fotografias que ainda consegui digitalizar... estou a fazer um enorme esforço para não adormecer aqui, sentada e tudo...
Encontrei um pequeno folheto acerca do meu bisavô, pai do poeta António de Sousa, mas está em tal estado de degradação - meio rasgado - que até me custa publicá-lo nas fotos do sapo. Mas penso que o devo fazer. Já publiquei algumas capas do Primeiro de Janeiro que lhe foram dedicadas, e também elas estão num estado que deixa muito a desejar...
Farei as visitas que conseguir, Maria Luísa. Custa-me andar por aqui e não visitar ninguém, mesmo que seja só de fugida...
Abraço grande!
De linhaseletras a 18 de Outubro de 2010 às 14:07
Minha amiga Maria João, desta vez está a ser mais complicada essa crise , espero que melhore rapidamente, e agasalhe-se bem porque vem aí uma vaga de frio.
As suas melhoras um grande abraço.

De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 15:15
Caramba, Idalina! Se eu já estou neste estado com este calorzinho, quando vier o frio nem sei como estarei! A coragem não me tem faltado; as forças é que se foram todas! Acredite que eu não quero senão vir aqui publicar o que adoraria ter escrito em casa. Pode parecer-lhe uma vidinha muito insípida mas, para mim, é uma maravilha! É tudo o que eu nunca deveria ter deixado de fazer! Bem, a ver vamos se se sempre publico o soneto e as fotografias.
Um grande abraço!
De ligeirinha a 18 de Outubro de 2010 às 14:23
Querida poeta espero que a febre tenha passado e já te sintas melhor.
Tem cuidado contigo1 Beijinhos grandes
De poetaporkedeusker a 18 de Outubro de 2010 às 15:18
Nem por isso, Ligeirinha. Pareço um zombie :) Lenta, sonolenta e com sinais evidentes de infecção respiratória... obrigada e que tudo esteja muito bem contigo!
Abraço grande!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

. RUAS

. A PAUTA INVISÍVEL

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. DIÁLOGOS ENTRE MÃE E FILH...

. SETEMBRO(S)

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds