.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

A PROCURA

 

Procuro, não te encontro e, se duvido

Dessa tua presença vertical,

É por ser tão humana e sem sentido

Não é por querer negar-te ou dizer mal…

 

Procuro mais ainda e, se divido

Esta minha incerteza ocasional

Com quem estiver por perto, quem comigo

Possa sentir que isto é disfuncional,

 

É porque esta procura se demora

Na esquina dos minutos que há na hora,

Ao longo duma rua que não finda.

 

Procurando, caminho estrada fora

E enquanto caminho, como agora,

Descubro o que em procura se deslinda…

 

 

 

Maria João Brito de Sousa

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 15:43
link do post | "poete" também! | favorito
|
6 comentários:
De linhaseletras a 17 de Junho de 2010 às 00:08
Olá, eu também passo a vida á procura, nem sei ás vezes o que procuro mas mesmo assim não deixo de procurar e sinto que há sempre alguma coisa para descobrir e isso faz com que eu não pare de procurar seja o que for.
Mais um belo soneto como é hábito.
Um grande abraço
De poetaporkedeusker a 17 de Junho de 2010 às 11:44
É mesmo para isso que existimos, minha amiga.
Ontem lá fiquei com o 2008 a trabalhar, embora ainda meio "tremelicante", mas com tanta coisa que tenho para fazer, ainda nem consegui ir ver da impressora. Passou-me pela cabeça que o problema talvez esteja mesmo no computador... hoje tenho uma conferência sobre Sofrologia, amanhã tenho de ir ao hospital fazer exames e, muito provavelmente, só na segunda feira é que volto a trazer o 2008 para o Diogo lhe dar um "jeitinho", se tiver tempo para isso, claro. Mas palpita-me que a impressora não funciona porque o computador está meio maluco e cheínho de vírus.
Um grande abraço para toda a família!
De poetabrasil a 17 de Junho de 2010 às 01:50
A vida é uma eterna procura. Procura-se amor, procura-se entender o mundo, procura-se a si mesmo. Procuram-se versos.
E foi procurando que encontrei versos que me tocam o coração.
Refiro-me aos poemas de Maria João.
De poetaporkedeusker a 17 de Junho de 2010 às 11:50
Obrigada, poeta irmão! A vida, toda ela, é procura, no meu entender... e não é só para nós, humanos. Os outros animais também procuram, à sua maneira. Procuram sobreviver, procriar, alimentar-se. Procuram ternura, afecto, espaço, território, uma posição "social" entre os da sua espécie e o afecto dos seus companheiros humanos, no caso dos animais domésticos. A vida é uma procura e um espanto, meu amigo!
Abraço grande!
De Simbologia do aMoR a 19 de Junho de 2010 às 00:56
Ah! Esta procura...
Um dia a gente alcança.

Abraço

Ps. Ontem o sapo não deixou-me ler teus sonetos.

De poetaporkedeusker a 21 de Junho de 2010 às 14:14
Sempre acreditamos que sim, amiga. Sempre.
Abraço grande.

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. A MEDALHA E O DIPLOMA - ...

. INFORMAÇÃO A TODOS OS AMI...

. SONETO A PRETO E BRANCO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. O VIGÉSIMO SEXTO DIA

. SÁBADO, DOMINGO, SEGUNDA ...

. MEMÓRIA(S) DO NÁUFRAGO-PE...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds