.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

HUMANO

 

Humano, desse barro primitivo

Com o qual fui moldado de nascença,

Quantas vezes pergunto se estou vivo,

Se é realmente minha esta presença

 

Humano ser, passível de fraquezas,

Enfrentando os limites de quem sou,

Penso, por vezes, vir das profundezas

De um mundo qu`inda agora começou

 

Inquieto ser de gelo à beira-fogo,

Correndo como os rios que atravessei,

Subindo aos altos cumes do meu ser…

 

Se neste mar me afundo, se me afogo,

Foi nele que, em sobressalto, me encontrei

Quando era ainda tempo de escolher…

 

 

 

 Maria João Brito de Sousa

 

IMAGEM RETIRADA DA INTERNET

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:30
link do post | "poete" também! | favorito
|
5 comentários:
De tardesdeoutono a 7 de Maio de 2010 às 13:10

Talvez que o Ser humano ainda seja
Bastante limitado entre outros Seres,
Que têm, mais que nós, outros saberes
Esteja essa gente lá... por onde esteja


Talvez toda esta guerra, esta peleja,
Na ânsia de aumentar sempre os haveres,
De o fraco subjugar aos seus poderes
Seja onde o que é mais forte, mais fraqueja...


E sem querer saber da equidade
(Com nosso assentimento na verdade)
Mesquinhos num pensar tão infecundo,


Talvez (ao receber o livre arbítrio)
Se julgue que isso é estragar o sítio
E não mereça a gente estar no mundo...


Beijinho
Joaquim Sustelo












De poetaporkedeusker a 7 de Maio de 2010 às 14:18
Lindo, Joaquim! Caramba! Até estou envergonhada por não ter resposta pronta... deve ser ainda efeito do malvado comprimido para as alergias :))
De poetaporkedeusker a 7 de Maio de 2010 às 16:06
Peço desculpa. Agora não foi por causa do comprimido :)) Fui mesmo posta na rua porque havia muitos utilizadores sem computador. Ainda tentei ir para o centro paroquial, mas a net não estava a funcionar...
agora tenho mais uns minutinhos! Aqui vai:

Venha a morte chamar-me e eu direi: - Não!
Se tenho ainda tanto p`ra escrever,
Se tanto tempo eu estive sem viver,
Se tarde me encontrei, se só então

Entendi que dispenso essoutro pão
Que nos exige, sempre, obedecer
Se agora, enfim poeta, eu sei dizer:
- Antes alimentar-me de ilusão!

Eu, bicho-humano, um tanto ou quanto absurdo,
Feito do mesmo barro que os demais,
Mas tão teimosamente decidido,

Ingénuo – mas não burro – e nunca surdo
Aos apelos dos outros animais,
Declaro-me, aqui mesmo, agradecido! :)

Abraço grande!
De tardesdeoutono a 7 de Maio de 2010 às 19:55

Não sintas que me deves a resposta
Àquilo que eu escrever noutro poema!
Se o faço é porque a alma do teu gosta
E tento responder com o mesmo tema


Tivesse inspiração, a minha aposta
Seria responder-te por sistema;
(Seja minh'arte embora, ela suposta,
Um pouco aquém da tua... sem problema!)


Basta saber se leste e se gostaste
Que o tempo, só terás o "quanto baste"
Pra teres outras respostas sempre em dia


Virei de vez em quando ler-te aqui
Tal como busca a flor o colibri
Pois ler-te, linda amiga, é Alegria!


Beijinho
Joaquim Sustelo











De poetaporkedeusker a 10 de Maio de 2010 às 15:35
Mas é uma honra para mim ter sonetos desta qualidade por comentário!!! A sério, Joaquim!
Obrigada! Muito obrigada!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. SE EU PUDESSE, NÃO PODIA

. A SEREIAZINHA

. CALEIDOSCÓPIO

. DEPOIS DA MARÉ-CHEIA...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. UM MOSQUITO NO COPO DO LE...

. RUGA A RUGA

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds