.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Terça-feira, 4 de Maio de 2010

BEIJO, BENDITO BEIJO!

Beijo,

Bendito beijo em que renasci

Na floresta encantada onde me perdi,

Pequeno beijo engendrado

Entre inocência e pecado

Nos ramos do meu sentir…

 

Beijo,

Imprevisto beijo a que me prendi

Na floresta privada à espera de ti,

Inútil beijo esboçado

Num começo inacabado

Em que acabei por sorrir…

 

Beijo,

Insensato beijo em que eu antevi

Esse mundo inventado que percorri,

Beijo tal qual águas puras,

Carícias são diabruras

A que não sei resistir…

 

Beijo,

Sereno beijo

Que nunca tive

Na floresta encantada onde ninguém vive

Dos sonhos por descobrir,

Beijo,

Impossível beijo

Que nunca entendo

Na floresta queimada a que me não rendo

Nos limites de existir… 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa - 03.05.2010

 

IMAGEM RETIRADA DA INTERNET

 

 

 

NOTA - Hoje, como já deverão ter notado, publico um poema de rima livre. Depois o colocarei no Liberdades Poéticas,  que é onde ele pertence por direito, mas pareceu-me bonito e muito musical e resolvi dar-lhe honras de blog principal.

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 10:54
link do post | "poete" também! | favorito
|
14 comentários:
De a 4 de Maio de 2010 às 11:53
Que beijo lindo este minha amiga. Mágico...
Beijinhos
De poetaporkedeusker a 4 de Maio de 2010 às 12:05
Olá, Fá! Estou a responder ao comment como visitante do meu próprio blog... a net "emaluqueceu" :)) e não me deixa acessar coisa nenhuma... nem os blogs, nem as fotos, nem o correio! O que vale é que ainda deu para publicar este "beijo"... depois do beijo, "pifou"!
Como vai essa pequenada? Escusado será dizer que também não consigo fazer visitas, embora ainda tenha conseguido ir a três blogs. Em dois consegui comentar mas , no terceiro, foi-se logo abaixo...
Abraço GDE!
De Sindarin a 4 de Maio de 2010 às 12:03
Olá amiga! Que lindo e sentido beijo. Um beijo que tudo muda e tudo gaz acontecer. Beijinhos grandes para ti tb. Tudo de bom.
De poetaporkedeusker a 4 de Maio de 2010 às 12:07
Obrigada, Sindarin. A net, por aí, está bem? Aqui, no CJO, só me deixa entrar no meu blog enquanto visitante... :( e eu tinha mais umas imagens para pôr no álbum de fotografias...
Abraço!
De Vítor a 4 de Maio de 2010 às 22:47
Beijo com muito respeito
A quem faz da vida um soneto

Bj*
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2010 às 11:03
Obrigada, Vitor. Outro para si, também com todo o respeito por quem ama a vida que vive.
De M.Luísa Adães a 4 de Maio de 2010 às 15:19
Maria joão

Esse beijo
foi recebido num entardecer de desejo.

E para corresponder à verdade,
veio num verso mais livre
sem ser livre.

Nada é livre
E os versos não são livres,
Pertencem a quem os sabe escrever.

liberdade, palavra efémera
que traduz tanta falta de verdade.

E teu Beijo,
dado naquela floresta
liberto de horas a contar
o tempo... que levou a dar.

Foi o beijo do poeta
que se despiu de suas vestes
e se mostrou,
como sempre desejou.

Livre o beijo,
mas não livre o poema.

Esse obedece
a uma outra métrica
que alguns (não muitos)
Desconhecem!

Lindo teu poema. Parabéns!

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2010 às 11:07
Obrigada por me deixares outro dos teus poemas como comentário. Gosto muito de ti, amiga. Estou num estado lastimável, em termos da alergia que tem estado a deixar-me de rastos, mas estou muito feliz por conseguir, apesar disso e de tudo o mais, vir até vós e publicar os meus poemas.
Um enorme abraço!
De ligeirinha a 4 de Maio de 2010 às 18:11
Soou-me a beijo inacabado....entristecido...
Beijo amargurado
Beijo trocado
Beijo perdido
Beijo enamorado
Beijo sentido
só podia ser teu este tão bonito beijo!
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2010 às 11:10
Minha Ligeirinha! Tens razão, este beijo é a minha "impressão digital" :)) Tem de tudo, como a minha vida... como todas as vidas; amor, ardor, inocência e pecado, sonho, dor, esperança e desilusão.
Um abraço GRANDE!
De Simbologia do aMoR a 4 de Maio de 2010 às 18:19
Bonito poema

Maria, recoloquei no meu blog que só falat um dos cães a ser adotado, a Pikena, ela é da cidade de Braga e o dia se expira amanhã.

Abraço.
De poetaporkedeusker a 5 de Maio de 2010 às 11:14
Eu, ontem fiquei sem acesso à net, amiga. Ela foi-se completamente abaixo e, à tarde, tive de ir com uma das idosas do Centro fazer uma colocação de aparelho auditivo. Já estava prometido e eu tento nunca faltar a estes compromissos. O prazo da Pikena expira hoje. Deus queira que alguém tenha podido acudir-lhe. É tão pequenina e indefesa.
Abraço GDE!
De poetabrasil a 8 de Maio de 2010 às 02:54
É cara Maria João, esse seu poema não é apenas a síntese do valor do beijo senão também o significado maior do beijo que traduz o amor.
De poetaporkedeusker a 10 de Maio de 2010 às 15:32
Obrigada pelas palavras, meu amigo. Eu também pensei - ou senti - assim, enquanto o poema nascia.
Abraço!

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds