.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Domingo, 25 de Abril de 2010

ABRIL, SEMPRE!

Eu trago Abril nas mãos, Abril no peito,

Trago Abril na memória em tempos idos

E trago, nos meus sonhos mais floridos,

Um cravo que abraçava amores-perfeitos.

 

Abril, com qualidades e defeitos,

Esse Abril dos projectos consentidos

Que os homens e mulheres mais decididos

Ergueram contra falsos preconceitos

 

Nasceu Abril na terra do canteiro

Quando o mundo sentiu que Portugal

Despertara, por fim, pr`a igualdade

 

O cravo floresceu no mundo inteiro,

Toda a gente quis ter um cravo igual

E fez-se ouvir um hino à liberdade!

 

 

 

 

Um feliz 25 de Abril para todos vós! 

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 07:00
link do post | "poete" também! | favorito
|
22 comentários:
De M.Luísa Adães a 25 de Abril de 2010 às 10:24
Obrigada Mª. João,

Mas te sinto tão distante...

E meu sentir clama

pelo distanciamento

que se sente

em muitos,

imensos, blogs.

E os teus afazeres
fazem esquecer
e é bom para ti,
para mim - Não!

Mª. Luísa

De poetaporkedeusker a 26 de Abril de 2010 às 16:25
Amiga, vês como isto me está a ser alheio? Tive de deixar o post ao 25 de Abril em publicação pré datada e acabo de chegar do hospital. Os meus eosinófilos subiram muito de repente - significa que estou, entre outras coisas, com um quadro alérgico - e o INR também. Esta última parte significa que o anticoagulante começou a fazer mais efeito, assim, sem mais nem menos. Agora vou ter de manter uma vigilância muito apertada em termos de análises clínicas, não vá surgir uma hemorragia interna. A parte boa é que já tenho um dos projectos quase terminado.
Neste momento sinto-me cozida a vapor. Os transportes cansam-me muito. Muito mesmo.
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 16:52
Mª. João

Tudo muito interessante, mas acima de tudo
e tudo - a tua Saúde - pois sem ela nada mais podes fazer.

Toma tento e trava esse caminhar, de
projectos, para já!
Descansa e acalma. Deixa os projectos de imediato, eles não desaparecem nem morrem.

E cuida da tua saúde! Sem saúde, não há
projectos e sem ti, eles arranjam outros,
mas tu, a tua pessoa, és o principal a tratar,
descansar e estás em Primeiro Lugar.

Tudo o resto, neste instante, deixou de interessar.
Segue por favor, o que te digo.
Lembra a loucura da "pomba"...

beijos, descanso e breves noticias. Depois se
vê o caminhar das coisas.

As melhoras,

Maria Luísa
De poetaporkedeusker a 26 de Abril de 2010 às 17:38
Está bem, amiga. Assim farei. As análises não estão lá muito boas e a coluna também me tem andado a "matar". Houve uma altura em que até parecia apendicite porque a dor reflexa projectava-se no quadrante abdominal direito. Mas é tudo por causa de três vertebras lombares que estão tortíssimas, quase formam um ângulo. O anticoagulante é que tem uma acção mais imprevisível e quando lhe dá para fazer disparar o INR, é um desastre! Terei mesmo de ter muitíssimo cuidado.
Bjo!
De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2010 às 18:15
Mª. João,
ainda bem que concordas comigo,
és uma boa doente.
As vértebras lombares dão dores diabólicas.
Foi uma delas que eu parti e até me fez afundar.
3 meses com a fisioterapia e estou a 100%
mas não posso tornar a caír, isso acaba comigo.
Recebi notícias do Eduardo. Sem paciência
e o tratamento pouco efeito está a fazer.
Fiz umas perguntas, só depois posso fazer uma idéia do que se passa.

O meu livro esta a aproximar do final.
Se fosse possível e como conheces o que escrevo, fazias uma pequena apologia
ao que o leitor se prepara para ler. Alguma
coisa que fale da minha forma pessoal e
muito minha, de dizer.Depois eu coloco
os livros que tenho publicados e a m/ ligação
à APE . Tu farias apenas a discriçao do que escrevo e como escrevo. É possível?
Agradecia. É uma boa ajuda.
Vai pensando...

beijos,

Mª. Luísa
cados
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2010 às 11:08
Caramba, amiga! Faço sim senhora! Mas onde devo fazê-la? No teu blog? No meu? Tens de me dizer quando...
Continuo com as tais dores que, felizmente, aliviam muito quando estou deitada. A malvada da sinusite é que continua muito "assanhada" e a cabeça parece querer explodir...isto de ter dores não é o ideal para a criatividade...
Abraço grande!
De M.Luísa Adães a 27 de Abril de 2010 às 12:23
Mª. João

Vamos deixar passar as dores. E me mandarias através de email.

Neste momento recebi as 2ªs. provas, para
verificar se tudo está ok.

Outra coisa , a figura de criança vestida de branco que tens no blogs, as palavras que ficam em cima dela (figura) custam muito a ler e o poema perde com isso.
Ninguém reparou?

Desculpa o reparo!

As melhoras,

Mª. Luísa

De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2010 às 12:32
Pois. A criança de branco sou eu, amiga. Já tentei retirar-me do meio dos comments, na personalização intermédia, mas isto não me obedece e a imagem continua a aparecer repetida na vertical... agora tenho de sair para o almoço, mas depois volto a tentar.
Bjo!
De Vitor a 25 de Abril de 2010 às 18:04
Bonito...Salgueiro Maia haveria de gostar de ler...lembrei-me dele com o seu lindo soneto!

Bj*
De poetaporkedeusker a 26 de Abril de 2010 às 16:28
Ah! Pois havia :) Mas Abril foi muito bem cantado por tantos poetas! Muitos dos nossos melhores poemas de sempre são de intervenção. Temos coisas lindíssimas!
Abraço grande!
PS - Não sei se tenho tempo para publicar hoje... cheguei, agora mesmo, do hospital.
De Talvez... a 25 de Abril de 2010 às 20:49
Oh! Abril! Ainda só és flor! E a fome do teu fruto mata-nos!
De poetaporkedeusker a 26 de Abril de 2010 às 16:30
Talvez, Talvez... mas também faz com que o não esqueçamos. Faz com que não esqueçamos que é sempre possível fazer melhor...
Abraço grande!
De ligeirinha a 26 de Abril de 2010 às 09:13
Tanto para te contar! Tenho saudades tuas e gostava de saber da tua saúde Beijinhos....muitos!!!!!!
De poetaporkedeusker a 26 de Abril de 2010 às 16:33
Minha Ligeirinha! O que é feito? Que é da tua indiazinha linda de morrer?
Estou com os eosinófilos e o INR muito altos. Vou precisar de controlar bem melhor a minha coagulação. Canso-me tanto com os transportes. Estou a suar por todos os poros e não almocei, mas não podia deixar de vir até cá.
Bjo GDE!
De ligeirinha a 26 de Abril de 2010 às 18:35
Adorei que me tivesses respondido tão prontamente. Acreditas que me lembrei de ti tantas e tantas vezes, com vontade de te ter por perto.....povo lindo interiormente, sem maldade, fiquei de rastos com tanta bondade...!!!!
Beijinhos muito grandes e cuidado com a saúde !
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2010 às 11:13
Um povo que produziu um Ghandi tinha de ser um grande povo!
Esta "coisa ruim" auto-imune, está a fazer das suas... hoje nem tomei o anticoagulante para tentar repor os níveis da coagulação. Estou lenta, mas ainda hoje te faço uma visita!
Bjo GDE!
De ligeirinha a 27 de Abril de 2010 às 14:58
Querida! Cá te espero!
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2010 às 15:24
Já te vi, na " Goa enfeitiçada"... que me pareceu ter-se virado ao contrário! Tu é que ficaste enfeitiçada de todo :))
A ver vamos se ainda consigo ir ao FB... mas não posso aceitar as prendas, senão não faço mais nada! Aquilo fica para ali a carregar e não ata nem desata. Perco um precioso tempo de escrita e leitura, para não falar do resto.
Bjo!
De Simbologia do aMoR a 26 de Abril de 2010 às 18:32
Lindo soneto dedicado à Liberdade de um povo!
Abril também é um mês onde lembramos muito aqui no Brasil.
O Descobrimento do país pelo povo português e Dia do ìndio!
Pena é que... Não tive inspiração nenhuma para escrever sobre estas datas.

Não se preocupe que nao tenhas tempo de vir aqui no meu blog.
Hoje também estou cansada, não dormi a noite toda depois de assitir um filme orientado por uma psicóloga paulista.
"Uma Mente Brilhante", lembra do filme?
Pois depois de o assitir, fiquei lembrando de tudo que aconteceu comigo em Portugal, por sinal, muito parecido. Quase cheguei como chegou o ator deste filme, o qual foi real.
Cheguei a conclusão! Não devemos que o stress no dê um tombo!
E sim temos de dar um tombo no stress.
Por isso, cuide-se e descanse.



Abraço amigo

De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2010 às 11:19
Não me lembro do filme, amiga. Eu, durante anos, praticamente nem vi televisão e muito menos vou ao cinema... fui ver o Modigliani, aqui ao lado de minha casa, há uns três ou quatro anos. O cinema já nem existe.
Tens toda a razão! O stress é um dos piores inimigos de todo o ser vivo. Pontualmente pode ajudar, numa situação de grande risco físico... mas, depois, ponto final nele! Isso nós raramente conseguimos fazer, sabes? Tendemos a arrastá-lo connosco pelos dias fora até que ele dê cabo de nós. Terrível.
Descansa bem agora.
De linhaseletras a 26 de Abril de 2010 às 22:11
Olá Maria João, afinal essa dor já teve consequências, espero que melhore rapidamente.
Desculpe eu andar um pouco afastada, mas ando com a minha cabeça feita "num oito"
Tenho uma grande amiga e prima ás portas da morte, está a lutar pela vida há mais de dez dias, e a nossa ansiedade á muito grande e estamos a viver um dia de cada vez sempre á espera do final. Pode imaginar como tenho andado.
Gostei muito do seu soneto , eu nem consigo escrever nada, esta angustia está a "matar-me".
Um abraço
De poetaporkedeusker a 27 de Abril de 2010 às 11:23
Lamento muito, minha querida amiga. Eu sei muito bem que é fácil dizer mas, se não há rigorosamente nada a fazer, aproveite para dar o máximo do seu carinho e não se deixe angustiar demasiado. Muita serenidade, sempre, à beira de um leito de morte. É favorável ao doente e aos que dele cuidam. Mas eu sei bem o quanto custa...
Um enorme abraço e que tudo corra pelo melhor.

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds