.UM BLOG SOBRE SONETO CLÁSSICO

Da autoria de Maria João Brito de Sousa, sócia nº 88 da Associação Portuguesa de Poetas, Membro Efectivo da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores - AVSPE -, Membro da Academia Virtual de Letras (AVL) e autora no Portal CEN, escrito num portátil gentilmente oferecido pelos seus leitores. ...porque os poemas nascem, alimentam-se, crescem, reproduzem-se e (por vezes...) não morrem.
Sexta-feira, 26 de Março de 2010

A CONSTRUÇÃO DA SAUDADE

 

Não partas ainda. Fica mais um bocadinho. Um bocadinho apenas, antes de te diluíres nas memórias que me não permitirão a carícia sedosa da tua pelagem riscada de amarelos de Nápoles e de outros amarelos, maduros como folhas de Outono. Nem o exacto som do teu chamamento, o calor que de ti emanava e todas essas pequeninas coisas do dia a dia de que tanto me queixei enquanto os dias eram dias antes de partires. Olha-me ainda. Repara no meu sorriso triste… tu não o sabes, mas é um sorriso de saudade adiada. Uma saudade que começou a nascer no momento em que me apercebi da inevitabilidade da tua partida e que, não tarda, se começará a esfumar na linha de horizonte das recordações. Conheço-a como às palmas das minhas mãos, sei que me será absolutamente necessária, mas não a quero neste preciso momento. Agora quero adiar-te um pouco, pintar-te na tela da alma, escrever-te no livro do Tempo com letras de tinta indelével. Fica um pouco mais... o tempo de saborear bem, de avaliar e conhecer, sem o desagrado da  surpresa, aquilo que de ti me será permitido recordar. Acreditas que sinto saudades até das tuas piores traquinices? Se um dia vier a reparar o cavalete grande que tu me partiste, se um dia voltar a pintar, pintarei para ti. Porque assim se constrói uma vida. Assim, de afectos, memórias e pequenos grandes momentos. Foi curta, a tua passagem por cá e eu sei lá que desígnios te trouxeram até mim naquela tarde de cafezinho na esplanada... mas amei-te e foi em nome desse mesmo amor que tentei - caramba, como tentei! - encontrar alguém que tivesse a disponibilidade financeira e o espaço suficiente para que pudesses ter uma vida mais livre, mais de acordo com aquilo que é natural na tua espécie. Desencontros, amigo. Tantos desencontros. Mas nós cá nos íamos entendendo... era ou não era? E o que eu aprendi contigo! O que aprendi e o que estou agora mesmo a aprender, enquanto te guardo inteirinho neste cantinho de mim e redescubro os mil e um cambiantes deste curto percurso comum. Repara. Viste? Estou quase, quase a terminar. Podes depois partir. Depois desta última pincelada amarela sobre a incompreendida teia da nossa inesperada construção.

 

 

 

Acabadinho de construir para http://fabricadehistorias.blogs.sapo.pt/

 

sinto-me :
publicado por poetaporkedeusker às 11:32
link do post | "poete" também! | favorito
|
10 comentários:
De a 26 de Março de 2010 às 12:48
Oh Maria João. Tão lindo e tão triste este texto. Mas ainda assim ele é o espelho do amor. E quem, melhor que eles, merecem o nosso amor? Eles que nos amam também de uma forma incondicional. E tão lindo o Spirit, um verdadeiro "gatão".
Beijinhos grandes
De poetaporkedeusker a 26 de Março de 2010 às 13:48
Olá, Fá. Foi uma forma fulminante de leucose felina. Provocou-lhe um tumor nas vias respiratórias e ele perdeu mais de um Kg de peso em 5 dias. A minha casa vai passar a estar de quarentena para gatos e os meus velhotes também devem estar infectados... não está a ser nada fácil, amiga. Eu amo mesmo muito estes meus amigos peludos e eles amam-me com surpreendente intensidade. O meu pequeno mundo está a colapsar e eu pouco ou nada posso fazer para o impedir... vou continuar a amá-los, como sempre, a tempo inteiro, enquanto a doença se não manifesta. E depois nem sempre a evolução é assim tão fulminante... eles sabem bem aproveitar a vida enquanto a têm e eu vou fazer o mesmo. Essa foi uma das coisas mais importantes que eles me ensinaram.
Abraço enorme.
De linhaseletras a 26 de Março de 2010 às 14:08
Olá Maria João, este texto está lindo e cheio de saudade e de muita emoção..
Um grande abraço e um bom fim de semana.
Estou a ficar atrasada
De poetaporkedeusker a 26 de Março de 2010 às 14:30
Muito obrigada, minha querida amiga. Um excelente fim de semana para si também.
Abraço grande!
De Joanina a 26 de Março de 2010 às 14:51
Minha queria Poeta,
Este texto esta lindo... Sinto muito tudo o que aconteceu e esta a acontecer!!!...
Tenho a certeza que o Spirit te e grato e aprecia e compreende tudo o que fizeste por ele, pois ele sabe que fizeste e lhe deste o melhor de ti. A magia de se ser gato e que não são precisas palavras para ler sentimentos... Eles sabem, simplesmente.
Um beijo grande, grande da Jo
De poetaporkedeusker a 26 de Março de 2010 às 15:19
Obrigada, minha querida Jo. Um enorme abraço para ti e um muito especial para o teu amigo Martim.
De escolademusica a 27 de Março de 2010 às 12:40
"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais."
por isso qui vos deixo uns linkes que poderá visitar com todo o prazer

Visitem: http://www.emma-actividades-musicais.pt
Melhor escola de Música do Concelho de Sintra.
Música é para todos, é o nosso lema.
Temos o que necessita.
Qualquer questão tem à sua disposição um formulário: http://www.formspring.me/EscoladeMusica.
Estamos também presentes em várias redes sociais onde nos poderá encontrar como:
Twitter:
http://twitter.com/Escola_EMMA
Facebook:
http://pt-pt.facebook.com/people/Emma-Escola-de-Musica/100000536440859
Myspace:
http://www.myspace.com/escolamusica
Hi5:
http://EscolaMusica.hi5.com
Estamos ao seu dispor. =)
De poetaporkedeusker a 29 de Março de 2010 às 10:28
Muito obrigada, Emma. Já "passei" pela escola e verifiquei, com prazer, que têm aulas para crianças.
Abraço.
De Sindarin a 28 de Março de 2010 às 16:47
Olá amiga Maria João! A saudade tão bem descrita. Até me comovi. Um beijinho grande.
De poetaporkedeusker a 29 de Março de 2010 às 10:29
Obrigada, Sindarin.
Um bjo também para si.

Poete também!

.Transparências de...

.pesquisar

 

.Em livro

   O lucro desta edição reverte
   totalmente a favor da Autora

.posts recentes

. GLOSANDO JOÃO MOUTINHO

. GLOSANDO A POETISA MARIA...

. INFILTRAÇÔES

. O POEMA E EU

. CALADA

. GLOSANDO MARIA DA ENCARNA...

. GLOSANDO HELENA FRAGOSO I...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.ARCA DE NOÉ

A Arca de Noé Vivapets distinguiu como Animal da Semana

.HORIZONTES DA POESIA


Visit HORIZONTES DA POESIA

.Autores Editora

.A AUTORA DESTE BLOG NÃO ACEITA, NEM ACEITARÁ NUNCA, O AO90

AO 90? Não, nem obrigada!

.subscrever feeds